Teori passa para Justiça Eleitoral informações sobre dinheiro sujo de Youssef para Gleisi Hoffmann, PT

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou acesso do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná às informações apuradas pela Lava Jato de que a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) recebeu R$ 1 milhão para sua campanha ao Senado em 2010 do doleiro Alberto Youssef, preso em Curitiba.

Um comentário:

Anônimo disse...

E o Conselho de Etica do Senado ja deve estar pensando em cassar o mandato de Gleisi ??? Ou nao ???