Dinheiro de aposentado bancou até vídeo game para o filho de Paulo Bernardo e Gleise Hoffmann

Os líderes do PT, a senadora Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo, usaram dinheiro tungado dos aposentados para comprar até Nintendo.


Documentos obtidos por Istoé e revelados na edição de hoje, mostram que esquema do Ministério do Planejamento comprou até um Nintendo para o filho do ex-ministro Paulo Bernardo e da senadora Gleisi Hoffmann. Leia a reportagem de Aguirre Talento:

Presentes, em geral caros, entraram para o folclore político dos mais rumorosos casos de corrupção no País. No mensalão, atraiu os holofotes o episódio da doação de um Land Rover ao então secretário-geral do PT, Silvio Pereira, por um executivo da empresa GDK, em troca de facilitação para o empresário no governo. No Petrolão, chamou a atenção um relógio rolex que o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, delator da Operação Lava Jato, recebeu como regalo de políticos do PP, por tê-los ajudado a encher os bolsos.

Em depoimento ao Ministério Público Federal, o advogado Sacha Reck, ex-sócio de Guilherme Gonçalves, integrante do esquema de desvios de verba de aposentados comandado pelo ex-ministro Paulo Bernardo, disse que o dinheiro usado para comprar um video game Nintendo para o filho do petista veio do chamado Fundo Consist

A documentação está em posse do Ministério Público Federal e faz parte da Operação Custo Brasil, braço da Lava Jato que revelou desvios em contratos de crédito consignado do Ministério do Planejamento, geridos pela empresa Consist. Um percentual desse faturamento do crédito consignado ia para o escritório de advocacia de Guilherme Gonçalves, que defendia o ex-ministro e tinha uma relação próxima com ele. Ficavam em uma contabilidade secreta batizada de Fundo Consist. Segundo as investigações, dinheiro desse fundo servia para pagar despesas pessoais de Paulo Bernardo e de Gleisi.

CLIQUE AQUI para ler mais.

2 comentários:

Anônimo disse...

A gleise e o Paulo dos Aposentados estão preocupadíssimos com a formação
das proximas gerações de petralhas, então já vão dando aulas em casa para suas crias com mão-de-ferro, para alcançar a ideal educação dos pimpolhos.

Anônimo disse...

Por enquanto são só frutinhas, logo serão daquelas frutas que não caem longe
do pé. O Pai-pai ladrão dos aposentados almeja ter orgulho da prole.