Ministro da Justiça e AGU pressionaram TCU para adiar votação do caso Pasadena

O governo e o PT perderam definitivamente o pudor, porque depois que Lula pressionou o ministro Gilmar Mendes para absolver os mensaleiros, agora o próprio ministro da Justiça e o advogado da AGU, pressionaram o TCU para adiar a votação do caso Pasadena. 

. A ‘Folha de S. Paulo’ desta terça-feira acusa o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, de pressionar o TCU (Tribunal de Contas da União) para adiar a votação do processo que apurava prejuízo na compra da Refinaria de Pasadena, pela Petrobras, um dia antes do órgão analisar o caso no plenário. Cardozo teria acompanhado, sem aviso prévio, o advogado-geral da União, Luiz Inácio Adams, que tinha audiência agendada com o presidente do órgão, ministro Augusto Nardes.

. Questionado pelo jornal, o Cardozo informou, por meio de sua assessoria, que cabe a ele "acompanhar regularmente todos os casos que dizem respeito a atividades ordinárias da pasta --o que justifica a atuação junto aos órgãos do Poder Legislativo e do Poder Judiciário por meio do titular da Pasta, secretários e diretores".

4 comentários:

Anônimo disse...

AGU? AGPT!

Canalhas!

Luiz Vargas disse...

As instituições públicas estão, com método e estratégia, ParTidarizada$ e PeTralhizada$.
Os ovos de serpente colocados há uns quinze/vinte anos passados já eclodiram e as víboras saem da latente hibernação quando instadas pelos seus donos para PraTicar aquilo que melhor sabem fazer.

Anônimo disse...

Eu já acho importante votar o quanto antes. Antes da eleição.

Até para o pessoal não votar sem saber dos desdobramentos deste caso, de suma importância.

Anônimo disse...

O "prêmio" deverá ser uma vaga no STF !
E a Manu, será que já esqueceu o Cardosão ?