Lula montou seu Estado Policial com base na experiência dos tempos em que foi alcaguete da ditadura militar e do Dops

Os acontecimentos registrados durante o governo Yeda Crusius no RS, todos sob o comando do então ministro da Justiça, Tarso Genro, foram denunciados pelo editor como típicos de um Estado Policial, no qual a Polícia Federal operou como um aparato do tipo Tcheca ou Stasi, esta a detestável polícia política dos comunistas da Alemanha Oriental. É o que o editor denuncia no seu livro "Cabo de Guerra".

. Pois tudo isto é confirmado agora pelo ex-secretário nacional de Justiça do governo Lula, o delegado Tuma Júnior. É só ler com atenção o capítulo 5 do livro “Assassinato de Reputação”. Tuma Júnior trabalhou três anos sob as ordens de Tarso.  O que ele conta na página 71:

- É totalmente inaceitável chamar de polícia republicana uma instituição de repressão estatal que procede a suas investigações na contramão técnica elementar da ciência investigativa, qual seja, a que parte de um crime para chegar ao criminoso. Até as crianças sabem que o gato corre atrás do rato. Polícia que nomina, posiciona e escolhe “alvos” é instrumento de governo.

. Foi o que fizeram as Operações Rodin, Mercari, Solidária e todas as outras que o delegado Ildo Gasparetto moveu sob ordem de Tarso Genro durante o governo Yeda Crusius.

. O que narra Tuma Júnior não se baseia em deduções ou percepções. Eis o que ele explica:

- Eu sou protagonista desta história. Eu vi. Não me contaram. Eu participei.

. Onde é que Lula aprendeu a usar a Polícia Política de modo tão acintoso e eficiente ?

. Lula foi alcaguete da ditadura, ganso do pai de Tuminha, o temido delegado Geral do Dops em São Paulo, Romeu Tuma. É o que conta o autor do livro:

-Lula aprendeu com meu pai, Romeu Tuma, o que era o poder de informação, o de polícia, e o do policial. E, por tabela, conheceu os mecanismos de controle desses poderes. A Polícia Federal não é uma polícia de Estado, mas um instrumento pessoal de pressão e intimidação, uma polícia de partido, uma versão tupiniquim da Stasi alemão ou da Tcheca.

. O editor já tinha demonstrado aqui que as operações da PF aumentaram quinze vezes durante o governo Lula. O número de funcionários da PF saltou de 9.2131 para 14.575

. Foram 48 operações realizadas durante o governo FHC, mas 1.244 durante o governo Lula. 80% delas nasceram de grampos. Conclui Tuminha:


- Lula aprendeu tudo isso com meu pai, e viveu (ele, Lula) infiltradonos aparelhos policiais e de repressão e nos movimentos sindicais como um agente duplo, um dos melhores informantes do Dops. Ele aplicou tal aprendizado, depois, na Polícia Federal. 

8 comentários:

Anônimo disse...

Quem não deve não teme. A PF era desaparelhada no governo FHC e nos anteriores. Foi efetivamente transformada no Governo Lula. E o próprio PT sentiu isso. Além disso, se as operações são tão políticas assim por que a justiça aceitou as denúncias? Ou será que os governos do PT mandam no MP e no judiciário. O Gurgel que o diga. Conta outra.

Anônimo disse...

A essência do Cabo de Guerra é exatamente igual ao livro do Tuminha. Busca colocar a culpa no PT com o papinho da perseguição pra limpar a cara de quem se envolveu com corrupção.

Anônimo disse...

Então tá. Vamos aguardar pra ver o comportamento dos petistas no dia em que o governo mudar de mãos (inevitável). Essa estrutura toda poderá então ser usada contra eles.

Anônimo disse...

Sr Polibio Braga

O sr tem estômago para aguentar dois baba ovo 17,47 e 17,50
Aos dois esquerdistas;
me respondam
COMPRAR USINA EM PASADENA COM PREJUÍZO DE 2 BILHÕES DE DÓLARES PODE?
OS SENHORES SABEM QUEM SE BENEFICIOU?
A GANG DA ROSE,AMANTE DO BARBA,SE LOCUPLETOU,OS SENHORES SABEM SE A POLICIA FEDERAL ENGAVETOU O PROCESSO?
A GANG DA ROSE,AMANTE DO BARBA,VAI DEVOLVER ALGUM PARA O ESTADO?
Fiz só duas perguntas,em consideração aos dois neurônios,tem mais,muito mais
A era da imbecilidade e da mediocridade vai passar
Saudações

Justiniano disse...


Agem como ratazanas de esgoto, nos subterrâneos do poder. Sabem que a imprensa livre expoem todas as suas mazelas.

O mesmo ocorreu na era nazista em que a imprensa foi declarada inimiga, pois mostrou o projeto da implantação da ditadura nazista.

Naquela época havia uma força policial chamada de SA, aqui existe algo similar que é a PF

Luiz Vargas disse...

Gostaria que os dois capachos PeTralha$, anônimos das 17h47min e 17h50min, explicassem o porquê de os aparelhos instalados no PJ e no MP negarem pedidos para que sejam feitas auditorias no alegado e suPosTo "roubo no valor de 44 milhões" do DETRAN/RS?
Também gostaríamos de saber o porquê a PF e o MPF se imiscuíram em algo que deveria estar a cargo do MP Estadual e da Polícia Civil Estadual????
Me expliquem isto capachos PeTralha$$$$$$?
No mínimo deveriam dar uma explicação peremPTória para estas ParTicularidades.

Anônimo disse...

Anônimo das 18:14: não será usada contra eles, porque governantes sérios não fazem isto.
A única hipótese é no caso de um governo de esquerda mais radical assuma, mas não vejo isto possível como também não vejo possivel assumir um governo de direita radical que também faria uso desses instrumentos.
Como sempre a virtude está no CENTRO.
MODERAÇÃO. CAUTELA. HARMONIA. BUSCA DE ENTENDIMENTO, coisa que os radicais não querem.

Alberto/NH disse...

Falando em Yeda, e as tais gravações que o Psol tinha???