Médicos e estudantes gaúchos de medicina decidirão sobre greve em assembléia desta terça em Porto Alegre

Será nesta terças, 19h, na Amrigs, Porto Alegre, a assembléia geral dos médicos e estudantes de medicina do RS para decidir sobre greve geral no Brasil.

. A convocatória é assinada por Cremers, Amrigs e Simers.

7 comentários:

Anônimo disse...

Sr Polibio Braga:

A classe médica tem o apoio da maioria dos brasileiros,por favor não façam greve,vamos mostrar civilidade aos governantes bárbaros,vamos seguir a linha da não violência,vamos irradiar força através do trabalho,vamos irradiar respeito ao cidadão através do trabalho.
Confeccionem camisetas com a imagem de MAHATMA GHANDI OU NELSON MADELA,e no dia da greve atendam os pacientes com essa camiseta,eles vão entender a mensagem de NÃO VIOLÊNCIA.
Por favor vamos mostrar força através da não violência.
Diante de um governo boçal,vamos mostrar sabedoria,vamos ser criativos.
Vamos mostrar a força moral da não violência
Saudações

Mordaz disse...

Acho que eles deviam colocar a boca no trombone e denunciar todas as faltas de equipamentos, insumos, remédicos, condições sanitárias dos locais de atendimento ao público, para desmascarar esta alegação de falta de médicos, quando na verdade falta é condições de trabalho e de segurança pública. Médicos e médicas são assaltados e agredido nas periferias por falta de segurança pública. A população confunde o médico com o gestor que sucateia as unidades.

Anônimo disse...

Está muito claro que o PT não sabe governar. A econoemia foi bem enquanto durou o impulso dado pelo Plano Real, que foi herança de FHC ao Lula. E olha que Lula foi contra esse plano, justamente o que lhe permitiu alguma tranquilidade econômica. Vai entender esses cabeças-duras.

Anônimo disse...

É ISSO AÍ MEDICOS DO BRASIL, NÃO SE ENTREGUEM PARA OS COMUNISTAS.
DAQUI A POUCO ELES, OS COMUNISTAS, VÃO COMER CRIANCINHAS VIVAS. ELES FAZEM ISTO.

Anônimo disse...

Cadeia neles.

Anônimo disse...

se nao fizerem greve e aceitarem os absurdos do tal programa do governo, irao se lascar...

tem que partir para a ofensiva mesmo...

Zeca disse...

Ah, quer dizer que agora estudante pode fazer greve? Veja só, conselho regional, sindicato e associação unidos e ainda engrossando o caldo com pessoas que nem diploma de médico tem (legalmene, não deveriam ser representados por estas entidades). Isso é tudo para manter o status quo. Os médicos nacionais estão usando a desculpa da falta de estrutura para manter o corporativismo da classe. Que venham os estrangeiros, e tomara que - ilegalmente - nem prova tenham que fazer. Vou dizer porquê, e é simples para todo mundo entender: serviço médico é caro devido a baixa oferta e grande demanda. Mais médicos, maior oferta, menor o custo. Simples assim. Se o cara é medico na Espanha ou em Portugal, duvido que não saiba resolver 99,9% dos atendimentos básicos que temos que pagar R$100, R$150 por consulta.