Artigo, Percival Puggina - A hora não é agora

Para entender o princípio diretor de todas as estratégias petistas não é preciso ser mestre em xadrez, treinado a antecipar sucessivas consequências de um lance. Basta saber isto: o PT jamais, em hipótese alguma, defenderá causa política na qual não leve vantagem. Entendido o axioma, fica fácil deduzir que propostas de reforma eleitoral apresentadas e defendidas pelos petistas precisam ser rejeitadas pela origem.

. Entre os poucos fios condutores capazes de unir todos os movimentos de massa destes últimos dias está o monumental repúdio à conduta dos políticos e às instituições nacionais. Nosso modelo é velho na forma e velhaco na execução. A desfaçatez, as ostentações e as malfeitorias que saltitam como pipoca na panela revoltam a população. Os raros afluentes de água limpa que chegam ao mundo político perdem seus efeitos na turbidez dos negócios. Torna-se impossível, então, não sentir o dedo indicador atraído como agulha de bússola para o norte e para o topo das instituições políticas. Ali - bem ali, oh! - onde senta e fala a chefia de Estado, antes Lula e hoje Dilma.


. E Dilma veio às falas.

CLIQUE AQUI para ler mais. 

5 comentários:

Justiniano disse...

Millor tinha razão quando ironicamente dizia que: "que bom quando havia somente três poderes no país, o exército, a marinha e a aeronáutica"!!!

Justiniano disse...

A barbarie petralha foi o que nos levou a esses desastre na gestão pública.

O maior temor que ex-governador e senador Mario Covas tinha, era que após a geração de políticos como Ulisses Guimarães, Tancredo Neves, Teotônio Villela, e eu incluo ele próprio, o que viria no futuro era a classe de políticos bárbaros, uma geração criada na época da ditadura, uma progênie de oportunistas sedentos de poder e inescrupulosa em todos sentidos.
Estamos colhendo os frutos desta classe de políticos fisiologistas e oportunista, em que o termo maracutaia virou algo rotineiro na gestão pública.

Assistimos o descalabro da saúde num país rico, mas com gestores corruptos e incompetentes fazendo do SUS um sistema falido, a começar pagando R$15,00 por consulta. Certamente os médicos cubanos recebendo U$ 28,00 por mês, aceitarão qualquer valor, em Brasília comenta-se que estes cubanos terão uma bolsa auxílio com casa de graça, cesta básica mensal e ajuda de custo de R$ 5.000,00, acrescido é claro de pagamento das consultas do SUS, que serão dezenas por dia, além é claro de fazer lavagem cerebral da população carente que o modelo comunista de Cuba é o melhor dos mundos.

Anônimo disse...

Relação dos 8 Partidos mais corruptos do Brasil:

DEM, PMDB e PSDB lideram o ranking dos partidos mais corruptos do Brasil
Confrontando dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ranking da corrupção no Brasil foi o seguinte, medido pela quantidade de políticos cassados por corrupção desde 2000 a 2011:
1º) DEM (69)
2º) PMDB (66)
3º) PSDB (58)
4º) PP (26)
5º) PTB (24)
6º) PDT (23)
7º) PR (17)
8º) PPS (14)

Dos 623 políticos que foram cassados, quatro eram governadores e vices: Flamarion Portela, de Roraima, e Cássio Cunha Lima, da Paraíba, mantido no cargo por força de liminar do TSE. Os demais são senadores e suplentes (6), deputados federais (8), deputados distritais (13), prefeitos e vices (508) e vereadores (84).

De acordo com a pesquisa, o DEM é o partido que lidera o ranking (69), reunindo 20,4% dos políticos cassados. Como a pesquisa foi realizada em 2011, o PSD, criado por políticos do DEM, não aparece porque ainda não existia. Foi criado em 2012.

Anônimo disse...

Com essa pesquisa do anonimo das 13:55, só nos resta o pt, tamos fud...


Eduardo Menezes

Anônimo disse...

fala daí que tá acontecendo percivalllllll