Governo nega campanha suja contra Yoani Sánchez

Em nota divulgada neste sábado, o ministro Gilberto Carvalho nega qualquer participação do governo e do PT num movimento destinado a desmoralizar a visita da blogueira cubana Yoany Sanchez ao Brasil (ela desembarcará amanhã no Recife). Leia a nota:

Em relação à reportagem “O Dossiê da Vergonha”, da revista Veja desta semana, a Secretaria-Geral da Presidência da República esclarece que recebeu convite da Embaixada de Cuba para participar do II Taller Internacional “las redes sociales y los medios alternativos, nuevos escenarios de la comunicación política en el ámbito digital”, em Havana, de 11 a 13/02/2013, e que designou para participar do evento o servidor Ricardo Augusto Poppi Martins, coordenador de Novas Mídias e Outras Linguagens de Participação. No dia 6 de fevereiro, o servidor esteve na Embaixada de Cuba no Brasil para obter seu visto de entrada no país.

A Secretaria-Geral ressalta que não tratou, nem autorizou nenhum servidor a tratar, da visita da cubana Yoani Sánches ao Brasil. A Secretaria-Geral não foi informada de reunião na embaixada cubana nos termos relatados pela revista. A suposta participação do servidor Ricardo Augusto Poppi Martins será devidamente apurada quando de seu retorno ao Brasil.

Assessoria de Comunicação
Secretaria-Geral da Presidência da República
Brasília, 16/02/2013

2 comentários:

Anônimo disse...

Ela que se cuide estrangeiro assaltado no Brasil é muito comum

Sergio Oliveira disse...

Numa reportagem na revista Carta Capital,contra a blogueira, é claro, um tal de Leandro Fortes menciona que "milhões de brasileiros gostariam de visitar Cuba, mas não têm dinheiro". Existem tantos idiotas assim no Brasil?