13 maus venezuelanos são desligados do programa de acolhimento de Canoas, RS

Os venezuelanos vivem nos dois CTAs e que possuem um comportamento exemplar. Um levantamento da prefeitura aponta que 286 venezuelanos residem em Canoas.

Conforme o editor avisou há duas semanas, muitos dos refugiados venezuelanos que foram deslocados para Canoas poderiam ser expulsos, tudo porque não se integram e produzem problemas intoleráveis, envolvendo-se com drogas, bebidas e violência.


O resultado é que um grupo de 13 venezuelanos, homens e mulheres, que estão há quase três meses no Brasil, foram desligados do programa de acolhimento da prefeitura de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, no final de novembro. Um outro homem acusado de violência doméstica contra a esposa e a filha de 15 anos foi expulso do abrigo.

A secretária de Desenvolvimento Social, Luísa Camargo, com quem o editor almoçou há duas semanas, disse aos jornalistas, ontem, que durante 70 dias a administração municipal tentou um diálogo com os venezuelanos para que respeitassem às normas dos abrigos:

- Não adiantou. Eles descumpriram as regras ao se envolverem com drogas, bebidas e brigas", destacou. 

12 comentários:

Anônimo disse...

E dai?? Mandaram de volta ou estão pelas ruas ???

Anônimo disse...

Eles não terão problemas. Serão acolhidos pelos companheiros de esquerda, encostados em alguma ONG,sindicato ou administração "popular",para depois estarem junto às manifestações e movimentos sociais, é, finalmente, poderão ser candidatos amparados pela esquerdalha e pela igreja.

Anônimo disse...

Como sempre os justos pagam pelos pecadores, e nesses casos, esses poucos mancham a imagem dos demais perante a opinião pública. Deverás que tem que separar o joio do trigo e continuar com o acolhimento. Parabéns a Prefeitura que tomou a postura certa, pois se fosse conivente, outros casos iguais ou piores poderiam prosperar e episódios piores poderiam se tornar frequentes como algo normal do dia a dia.

Anônimo disse...

Não é por nada, e nada contra os acolhimentos, mas os homens principalmente para serem acolhidos aqui deveriam ser vasectomizados.

Anônimo disse...

Se não cumpre as regras então tem que deportar. Já temos vagabundos que chega aqui.

Anônimo disse...

É só o começo da bagunça.Quando se sentirem em casa,os problemas serão ainda piores.Expulsar do grupo não resolve.O que resolve é botar eles num avião e mandar de volta para o lugar de onde sairam.

ganhatudo disse...

Pois é. A Prefeitura de Canoas se livrou dos treze(13), já o restante da população ainda não. E parece que terá que suportá-los, sabe-se lá por quanto tempo.

Anônimo disse...

Ué mas se eles fugiram da ditadura de esquerda nao devem ser dr esquerda neh espertao

Anônimo disse...

É por isso que a direita mundial quer ações mais rigorosas contra a imigração em qualquer lugar. A grande maioria dos imigrantes são pessoas honestas que só querem um lugar melhor para viver. Mas não se pode abrir as portas sem controle algum se não muitos criminosos e FOLGADOS entram nos países e cometem inúmeras barbaridades.

Se eu fosse imigrante eu queria passar por um sistema rigoroso. Se eu entrar no país, ótimo. E ajudaria a evitar que os péssimos imigrantes entrem e piorem a situação dos imigrantes com decência.

Unknown disse...

Ninguém fala em deportá-los o que significa que ficarão na cidade e provavelmente terão ótima acolhida no mundo do crime.

Anônimo disse...

Serão deportados? Essa é a medida urgente a ser tomada!

Justiniano disse...

Mão-de-obra para traficantes e bandidos. Mandem para o presídio central que entram logo, logo na escola do crime.