Artigo,Fernão Lara Mesquita, Estadão - Os frutos da democracia

O governo liberou quarta-feira os aumentos do Poder Judiciário acima de 41%. Primus inter pares porque é lá que se dizem os “sins’” e os “nãos” que confirmam ou anulam tudo que os outros poderes decidem, os “meritíssimos” recebem antes de todos os demais o seu pedaço do pacote de aumento do funcionalismo que, bem no meio da mais cruel crise já vivida pelo resto do Brasil, tomou mais R$ 60 bilhões da economia moribunda para garantir que as “excelências”, seus nomeados e os nomeados de seus nomeados continuem dormindo em paz no meio do pânico que grassa aqui fora.


No STF, que “dá o teto” para o salário de todo o setor público, o “por dentro” salta de R$ 33,7 mil para 39,2 mil, 16,3% a mais.

CLIQUE AQUI para ler mais.

4 comentários:

Anônimo disse...

OUTRO FRUTO DA DEMOCRÁCIA..........

Globo cobra de Temer o fim da universidade pública:

Valter Campanato/Agência Brasil

Em editorial, jornal da família Marinho afirma que, "para combater uma crise nunca vista, necessita-se de ideias nunca aplicadas"; "Neste sentido, por que não aproveitar para acabar com o ensino superior gratuito, também um mecanismo de injustiça social?"; segundo o veículo, "é entre os mecanismos dos Estados concentradores de renda que está a universidade pública gratuita. Pois ela favorece apenas os ricos, de melhor formação educacional, donos das primeiras colocações nos vestibulares"; "Já o pobre, com formação educacional mais frágil, precisa pagar a faculdade privada, onde o ensino, salvo exceções, é de mais baixa qualidade...

AQUI, NA VERDADE NÃO É DEMOCRACIA e a GLOBO cobrando a conta de TEMER, do PMDB, do Cunha, Jucá, Simon, Sartori, Sarney, etc. por ter APOIADO 24 HS POR DIA o impedimento de Dilma.

Anônimo disse...

Dizem que este não era o momento oportuno para o rejuste salarial. Mas quando não havia crise, também não era o momento. Então, quando seria o momento certo?
Ou nunca seria? Mas o tempo da escravidão já acabou, né?

Anônimo disse...

anonimo das 24 de julho de 2016 15:00: tomara que privatizem todas as universidades públicas, nunca vi tanto dinheiro público desperdiçado!! Mas como o governo é frouxo vão apenas cobrar mesnsalidades dos mais ricos.

anonimo das 24 de julho de 2016 15:45: se for apenas reposição salarial, como é o caso dos servidores do poder judiciário federal, eu concordo contigo. agora, "reajuste" acima da inflação não cabe no momento atual (e mesmo em qualquer outro momento, pois aumento acima da inflação tem a ver com aumento de produtividade e não de bondade do governante, pois aumento acima da inflação é um perverso mecanismo de concentração de renda).

Anônimo disse...

pt saudaçoes

fora pt

dia 31 todos na rua= fora dilmetralha terrorista de m.....