Comércio de SP mostra reação diante dos estímulos feitos pelo governo

Ainda não foram tabulados os números sobre as vendas do comércio varejista de Porto Alegre no mês de outubro, equação armada ordinariamente pela CDL, mas os dados abertos nesta quinta pela Associação Comercial de SP e Federação das Associações Comerciais de SP, via seu Indicador de Movimento do Comércio, revelam que o mês foi bom.

. O identificador apresentou alta nominal de 5,7%% na comparação com igual mês do ano passado para o caso de vendas a vista. As vendas a prazo foram 10,5% maiores.

. A inadimplência, em queda, melhorou ainda mais no mês.
 
. Ao editor, as duas entidades paulistas revelaram que os resultados demonstram os efeitos dos estímulos monetários da queda da taxa de juros. As expectativas para o futuro são otimistas.

Um comentário:

Anônimo disse...

Políbio,

A inadimplência esta em queda pelas renegociações agressivas(necessárias e saudáveis) do bancos e cartões de crédito.

O problema é que o cliente somente terá acesso a crédito novo conforme ele for pagando as dívidas.

Em resumo, o dinheiro que iria para o lojista vai morrer no gerente!!!

JulioK