Gabeira acusa em artigo no Estadão: "O País foi moralmente arrasado pelo PT e os cafajestes que o acompanham no governo"

A maior virtude do artigo publicado nesta sexta-feira no Estadão pelo jornalista, escritor e político Fernando Gabeira (foto ao lado) não está no meio, mas exatamente no final, quando ele sentencia severamente:

O País foi moralmente arrasado pela experiência petista e de todos os cafajestes que o governo conseguiu alinhar. Predadores oficiais e predadores de rua se encontram nessa encruzilhada em que um profundo silêncio político se abate sobre nós, com exceção de vozes isoladas. Precisamos reaprender a conversar, reafirmar valores políticos que não se resumem a casa e comida. Precisamos viver a vida, cuidar mais da bio que da grafia. Precisamos sair dessa maré.

. Trata-se de um libelo devastador contra o PT e seu governo, como também seus aliados, centenas de cafajestes que emascularam e emasculam a sociedade brasileira com a sua desfaçatez imoral, aética e ilegal, apesar disto tolerada pela maioria silenciosa que ainda não encontrou o caminho do justiçamento político - coisa que o STF parece negar-se a fazer no caso do Mensalão -  para todos eles, já que ao contrário do que prega o tolerante Fernando Gabeira, nem diálogo é possível com gente desse tipo. Vale o que aqui disse o bandido Mariel Mariscot a respeito das suas relações com a Polícia do Rio:

- Bandido é bandido; polícia é polícia. 

. E lugar de bandido é na cadeia. 

CLIQUE AQUI para ler tudo.

20 comentários:

Anônimo disse...

Futuramente, quando o tempo do pt tiver passado, e esta quadra da vida brasileira for estudada, o Gabeira terá os méritos de ser um cara esclarecido e corajoso. Ainda levará algum tempo, mas não tem como fugir disso.

Anônimo disse...

Isso inclui o próprio Gabeira, quando era do PT? Ou seja, comeu, depois vira o coxo. Porque não falou antes, quando era beneficiário.
Perguntar não ofende? O sequestrador do Consul Americano no Brasil já está autorizado a viajar para os EUA, sem ser preso?

Anônimo disse...

A coisa esta feia mesmo!!!!!!Se o GABEIRA está falando em moral........
É não está fácil.....

Nélio disse...

"Vale o que aqui disse o bandido Mariel Mariscot a respeito das suas relações com a Polícia do Rio"
Correção: a frase é de Lúcio Flávio.

Anônimo disse...

Tenho minhas reservas com Gabeira mas o artigo expressa o que muitos de nós sentimos. E o mais triste que toda esta distribuição de cestas básicas e bolsas família não diminuem os bolsões de miséria. O que é bom pro governo pois o pessoal vai continuar votando nesta corja.

Anônimo disse...

e temos que ouvir isso de um ex-petista e esquerdista...

porque a oposição...

coitados, mal conseguem reunir meia duzia de palavras dessas em um texto...

se o petismo nos levou a falência moral, o que eh fato, a oposição oficial nos leva a falência de esperança...

Anônimo disse...

Não devemos esquecer de quem os apoia no Governo."Diga-me com quem andas que te direi quem és".

Anônimo disse...

Sr Polibio Braga:

Quando uma sociedade faz campanhas para não dirigirem bêbados,ela,sociedade,vota em um bêbado para dirigir a nação.
Parabéns Gabeira,o meu voto em 2014 é seu.
Ontem aqui um missivista,me criticou por fazer versos contra o traécio,mostrando que eu não queria mudar.
MUDAR COM TRAÉCIO,FALA SÉRIO,ACORDE PARA A VIDA
Saudações

Anônimo disse...

Ele ajudou a criar a serpente que se enroscou no Brasil, deve estra reclamando por ter ficado fora do manjar.



Eduardo menezes

Anônimo disse...

Na Democracia Militar se fazia política com muito mais categoria. É só ver os Senadores e Deputados da época.O Governo Militar trabalhava com um orçamento de 70 bilhões anuais e fez toda infraestrutura do Brasil,hoje a Democracia Civil trabalha com um orçamento anual de 800 bilhões e não conseguem fazer um canal no Nordeste.E esse pessoal que está governando que na época acusava o Governo Militar de fazer obras faraônicas como Itaipu,Ponte Rio Niterói,Tucurui,Usinas Nucleares etc...

Anônimo disse...

NÉLIO, Mariel Mariscot foi um dos melhores policiais que este país teve, fez parte do saudoso esquadrão da porte, certa fez fez uma frase celebre: BANDIDO QUANDO MORRE DEVE SER ENTERRADO DE PÉ PARA ^NÃO OCUPAR ESPAÇO.



Eduardo Menezes

Anônimo disse...

cuidado colega das 17:19

ja ouvi muito essa conversa de que "isso (o tempo do petismo) vai passar"...

se nada for feito, passará não!

o regime cubano já perdura por 50 anos!!!!

cubanos já nasceram, viveram e morreram debaixo do porrete da dupla-dinâmica que toca o terror por aquelas terras, os Castro Brothers...

pragas como o petismo não passam como o vento, não se desfazem por si sós...

alias, o tal do fim do comunismo eh uma falacia absoluta...

nenhum dos países que ja foram comunistas conseguiu ate hoje se livrar totalmente dos efeitos provocados pelo regime...

Anônimo disse...

As pessoas de bem deveriam se unir para mostrar a tristíssima realidade do governo do PT.
Este período da nossa historia será lembrado como um período negro de retrocesso ético e moral.


MJ

Anônimo disse...

Parabéns ao Gabeira ! Nada mais importante do que saber refletir e mudar, e ele soube fazer isso.
Acordou, antes tarde do que nunca, como os Sgarbis, Rangéis e outros por aí !

Conseguiremos "remoralizar" o Brasil após o fim desse desgoverno PT e seus comparsas? disse...

Pelo nosso Itamaraty desmoralizado pelas esquisitices do Governo PT, pergunto:

- Qual a situação do senador boliviano Roger Pinto Molina e do diplomata Eduardo Saboia?

Pelo visto, tudo já acertado e graças à eficiência de alguns "panos vermelhos e quentes"... hehehe...

Anônimo disse...

Políbio,
falta uma Oposição realmente digna do nome no Brasil de hoje. Estivesse o PT fora do governo este país estaria virado num protesto só, eles sabem fazer isto como ninguém!
Quanto ao artigo em si, penso merece crédito porque o Gabeira, apesar de ter usado nos anos 70 aquela tanga de crochê da Leda Nagle, sua prima, esteve junto com a corja e saiu, quer dizer, conhece por dentro o que conhecemos por ouvir dizer e também porque acredito na perfectibilidade como característica do ser humano.
Abs, João.

Anônimo disse...

Dilma e Merkel se unem contra espião Obama:

Monitorados pelos Estados Unidos, de acordo com revelações dos documentos de Edward Snowden, líderes dos dois países, a presidente Dilma Rousseff e a chanceler Angela Merkel estão preparando uma resolução para a Assembleia-Geral da ONU que vai exigir o fim da espionagem excessiva e da invasão de privacidade; "Esta resolução provavelmente terá um enorme apoio na Assembleia-Geral, uma vez que ninguém gosta que a NSA os espione", declarou um diplomata ocidental da ONU à agência Reuters, sob condição de anonimato:

NAÇÕES UNIDAS, 26 Out (Reuters) - Brasil e Alemanha estão preparando uma resolução para a Assembleia-Geral da ONU que vai exigir o fim da espionagem excessiva e da invasão de privacidade, depois que um ex-prestador de serviços da agência de inteligência dos Estados Unidas revelou grandes programas de vigilância internacionais, disseram diplomatas da ONU na sexta-feira.

A presidente Dilma Rousseff e a chanceler alemã, Angela Merkel, condenaram a espionagem generalizada feita pela Agência de Segurança Nacional (NSA) dos EUA.

Acusações de que a NSA acessou dezenas de milhares de registros telefônicos franceses e monitorou o celular de Merkel têm causado indignação na Europa. A Alemanha disse na sexta-feira que vai enviar seus chefes de inteligência para Washington na próxima semana para buscar explicações da Casa Branca.

Em resposta às divulgações sobre a espionagem dos EUA, muitos delas vindas do ex-técnico da NSA Edward Snowden, as delegações de Brasil e Alemanha na ONU começaram a trabalhar em um projeto de resolução para ser submetido à Assembleia-Geral, de 193 países, afirmaram vários diplomatas da ONU à Reuters.

"Esta resolução provavelmente terá um enorme apoio na AG (Assembleia-Geral), uma vez que ninguém gosta que a NSA os espione", declarou um diplomata ocidental da ONU, sob condição de anonimato.

Resoluções da Assembleia-Geral não são vinculantes, ao contrário de resoluções do Conselho de Segurança, de 15 nações. Mas as resoluções da Assembleia que conseguem um amplo apoio internacional podem ganhar peso moral e político significativo.

Merkel pediu na quinta-feira que Washington faça um acordo de "não-espionagem" com Berlim e Paris até o final do ano, acrescentando que queria ação do presidente Barack Obama, não apenas pedidos de desculpas.

No mês passado, Dilma usou sua posição como primeira líder mundial a discursar na reunião anual da Assembleia-Geral para acusar os Estados Unidos de violar os direitos humanos e o direito internacional através de espionagem, que incluiria espionagem em seu e-mail.

Dilma também manifestou o seu desagrado ao adiar uma visita de Estado aos Estados Unidos, agendada para este mês, após relatos de que a NSA tinha espionado comunicações e empresas brasileiras.

Anônimo disse...

O petismo tem que ser banido do Brasil como o nazismo foi banido da Alemanha. Não é por acaso que até hoje os alemães tem que combater o nazismo, pois o fascismo seduz facilmente cabeças ocas como a das esquerdas.

Anônimo disse...


PESQUISEM SOBRE DEPOIMENTO DO EX-GUERRILHEIRO - CABO ANSELMO (Q NA VERDADE NÃO ERA CABO) DA MARINHA, E TIREM SUAS CONCLUSÕES DE QUAL ERA A VERDADEIRA INTENSÃO DESTES PETRALHAS E ALIADOS.

Anônimo disse...

QUANDO UM MACONHEIRO COMO GABEIRA COMEÇA A ARROTAR DIGNIDADE, A COISA FUDEU DE VEZ...