Polícia prende um dos dois assassinos do jornalista Majewski

O jornalista Carol Majewsky, encontrado sem vida pelo filho no apartamento onde morava, no dia 14 de janeiro, foi assassinado pelos dois homens que levou para casa e com os quais manteria relações sexuais. Ele ofereceu R$ 80 reais cada um por um programa. Gabriel, um dos assassinos, já mantinha relação com ele, e Lucas o faria pela primeira vez. Os dois suspeitos moram na rua, embaixo de uma ponte perto do Guaíba, conforme a polícia.

 A Polícia Civil divulgou tudo nesta sexta-feira.

Um dos suspeitos foi preso e confessou participação. Outro homem identificado pela polícia está foragido.

Conforme o delegado Fernando Soares, "várias testemunhas, após o vídeo (foto acima), deram depoimentos". Inclusive, conforme o delegado, familiares procuraram a polícia. Foi assim que Gabriel da Silva Ribas, 19 anos, foi preso na quinta-feira, na Cidade Baixa.

26 comentários:

Anônimo disse...

E aí , Deputada Maria do Rosário? Foi crime motivado por ódio (homofobia) ou são "vítimas da sociedade" que não tiveram oportunidade e tiveram que matar para roubar por "necessidade"?

Anônimo disse...

Esses velhos com mais de 60 anos começa a ficar broxas e viram veados pagando mixes desse "naipe"... gurizote morador de rua com tendencia homo-afetiva.
Tem velho casado que ainda passa Aids para mulher depois de tomar deses marginais. Essa liberalidade que o PT implantou...uma putaria no governo com todo mundo roubando e uma putaria na vida....dando enfase para casamentos homo e deixando de lado casamentos hetero e relação normal é que a gente nao ta mais aguentando...nas novelas da globo os viados fazem casal lindo e os casamentos heteros são uma zorra só....ta tudo errado! Lula na cadeia! Gleise Narizinho na cadeia! CHEGA DE PT!
Paulo Guedes
Canoas/RS

Anônimo disse...


Sem comentários.

Anônimo disse...

Seguramente os assassinos e a vitima são companheiros do PT.

Anônimo disse...

Tá explicado.Quem se relaciona com desconhecido vai correr todo tipo de risco.

Anônimo disse...

Quem mexe em ninho de marimbondos...

Anônimo disse...

Exatamente como o outro jornalista que o cara matou.Nunca dá certo eles levarem ou manterem relaçoes sexuais com estes caras.Levam eles para dentro do apato e acaba nisso.Ele devia saber que estava correndo risco.Existem vários casos no Brasil e recente dois aqui em Porto Alegre.É fatal.relaçoes com mulher já é um risco nestes casos,homem com homem termina sempre assim.Nunca se envolver desta maneira ou levar outra pessoa para o apto.O final é sempre trágico.Mora sozinho e quer se relacionar?Vai num prostíbulo,paga,e volta tranquilo.

Anônimo disse...

É a vida que segue....

Anônimo disse...

É uma questão dele, dava para quem quisesse.
Agora, pegar os caras de rua e levar para dentro de casa ?
Pediu.

Anônimo disse...


Então o coroa só queria queimar a rosca.
E foi buscar 2 moradores de rua ?
Tava no desespero. Porque não usou outro instrumento.

Anônimo disse...

Uma piroca só, já não bastava.
Tinha que ser duas

Anônimo disse...

Uma piroca só, já não bastava.
Tinha que ser duas

Anônimo disse...

Relações com morador de rua... higiene, saúde, segurança ZERO! Que nojo!

Cap Caverna disse...

Esse geralmente é o fim desses veados. Anônimo das 14.17 hrs.,esse jornalista, não virou biba porque ficou brocha, e tinha mais de 60 anos, ele sempre foi biba. Veado também fica velho, mas queimou a rosca desde guri.

Anônimo disse...

Viva a liberdade de gênero, viva a homossexualidade! O resultado está aí escancarado, na cara de toda a bicharada que finge que não é consigo. Todos três do PT, com certeza!

Anônimo disse...

Quando eu li a noticia, já vi de cara que tinha acontecido isso! Só não imaginava que o cara pegava moradores de rua!!! Fica claro que gostava mesmo de correr riscos. Ter o hábito de levar gente desconhecida para a casa SEMPRE vai terminar assim. É só uma questão de tempo.

Anônimo disse...

podia-mos ter nos livrado do juremi machado

Anônimo disse...

Trabalhei na polícia por anos e o que sempre me chamou a atenção são as mortes terríveis de homossexuais, a maioria dos casos de homicídio acaba envolvendo garotos de programa, os quais por algum motivo tem uma explosão de fúria durante ou após o encontro, o que culmina com requintes de crueldade contra a vítima. Muito triste o fim dessas pessoas, cujas preferências sexuais acabam as vitimando, sempre perpetrado por homens agindo sempre por dinheiro.

Anônimo disse...

ISSO É REPETIÇÃO! ESSAS FIGURAS TEM UMA ATRAÇÃO FATAL POR ESTRANHOS PEDERASTAS! QUE FAZEM O SERVIÇO SUJO E DEPOIS FICAM COM RAIVA! MESMO FINAL DO CASO DAUDT! ESSAS VÍTIMAS SÃO COMO MARIPOSAS ATRAÍDAS PELA LUZ!

Anônimo disse...

QUANTA DECADÊNCIA HUMANA....
QUANTA MISÉRIA EXISTENCIAL...
DAR A BUNDA PARA MORADORES DE RUA....
E AINDA MAIS DEPOIS DE VELHO...
REALMENTE, ESTAMOS NO FIM DOS TEMPOS.

Ultra 8 disse...

Todo viado não tem amor próprio,quando o brioco pisca,a razão desaparece.

O outro bichoso da João Pessoa,também teve o mesmo destino.

E ainda a esquerda quer que todos respeitem quem não respeita a si próprio...

Pessoa sem noção,tem vida curta.

Anônimo disse...

quem procura acha!

Anônimo disse...

Polibio, em momento algum se aventou q os assasssinos sao homossexuais tambem, as sapatonas das redacoes nada falam pois neste caso nao houve a dita ``homofobia``, kkkkkkk

Anônimo disse...

na bela ilha de florianopolis, especialmente na area conhecida como ingleses, ha forte movimentacao gay esta epoca do ano

Anônimo disse...

PEDERASTAS....

Anônimo disse...

Poa e` a capital gay do sul do brasil?