Análise - As regras para o Fies ficaram menos populistas e demagógicas

A análise a seguir é da consultoria Empiricus, esta tarde. Leia:

As regras para ganhar o subsídio do FIES ficaram um pouco mais rígidas. Antes, bastava fazer a prova do ENEM para levar o subsídio.

. Agora, é preciso marcar pelo menos 450 pontos na múltipla escolha e não zerar a redação.

. Em tese, a parte de múltipla escolha vale 1.000 pontos, mas já ouvi dizer que é impossível juntar 1.000 pontos, mesmo que o candidato acerte todas as questões (nada me fará entender essa lógica).

De qualquer forma, os 450 pontos constituem um objetivo trivial.

Ontem, o Governo anunciou também uma série de alterações em benefícios trabalhistas?

O que está acontecendo?

Como se diz no sertão de Botucatu: quando o bolso escasseia, a corda aperta.

Todas as mamatas de bolsas, subsídios e abonos passaram a ficar mais caras para um setor público que entrega déficit primário.

Nesse contexto, a nota de corte precisa subir. Só ganha quem merece.

Por enquanto, merece quem junta 450 pontos.


Com um pouco mais de ordem e progresso, cobraremos 500, 600, 700 pontos

3 comentários:

Anônimo disse...

Uma vaca morreu ontem na Freeway e agora essa aqui de vermelho não para de tossir.. tem alguma epidemia bovina no ar??

Anônimo disse...

Falta acabar com a mamata do bolsa família agora. Os vagabundos também tem que sentir a água bater na bunda.

Anônimo disse...

A bolsa familia já esta sustentando novas gerações familiares.O grande negócio é fazer filhos para continuar na mamata.Quando vai acabar?