Juremir diz que Correio do Povo, Rádio Guaíba, Zero Hora, Folha e O Globo ajudaram a dar o golpe de 64

Autor de livros como "Getúlio", o jornalista Juremir Machado da Silva apresenta sua nova obra: "1964 – Golpe Midiático-Civil-Militar", na qual afirma que o golpe não teria ocorrido sem os meios de comunicação. Todas as rádios, jornais como Correio do Povo, Rádio Guaíba, Zero Hora, Jornal do Comércio, Diário de Notícias, estes de Porto Alegre, mais a Folha, O Estadão, O Globo, Tribuna da Imprensa, Estado de Minas e Diários Associado contribuíram ativa e apaixonadamente para a eclosão do golpe e muitos deles para a sustentação da ditadura militar. 

. O jornalista e escritor falou em entrevista ao blog Café na Política, conforme áudio e imagem do link a seguir. 

. O programa  é transmitido pela TV Cidade Livre de Brasília – Canal 12 da NET -, às segundas, às sete da manhã, às quartas, às 19:30, e às quintas-feiras, às 13 horas).

CLIQUE AQUI para ver e ouvir. 

39 comentários:

Anônimo disse...

DEixa de falar m.. e estude sem a venda marxista golpista.

Anônimo disse...

Falou a verdade.

Mordaz disse...

Pois é, foi uma orquestração da mídia, do povo, dos militares. Só os iluminados comunas não queriam. Tanto que não se disparou nenhum tiro. Todos queriam a democracia preservada e o incompetente Jango e o PTB fora. Luta armada? Só pelos que queriam implantar umas FARCs brasileiras ou uma ditadura marxista.

Anônimo disse...

Pois que se reúnam novamente para tirar essa gente estúpida do governo... tanto federal como estadual.
A meu ver, estamos numa ameça maior que aquela...

Anônimo disse...

E, por acaso ele mentiu? Só que o editor, malandramente, quer jogar Juremir contra o Correio do Povo, hoje, que não tem nada a ver com o de ontem, inclusive, trocou de dono. Já os demais meios de comunicação citados continuam com as mesmas familias.

Anônimo disse...

A zero Hora foi criada após a queda de JG logo, não poderia ter participado da "organização do Movimento de 64"

Anônimo disse...

Que saco esse tal de Juremir! Todo mundo já está careca de saber que o que os militares fizeram foi salvar o país da destruição social/comunista, e pena que esses veículos de comunicação não têm a mesma atitude hoje em dia! A rádio Guaiba poderia começar dando um pé na b... deste psicopata comunista, que ainda mantém o discurso de 40 anos atrás!

Anônimo disse...

Não fosse a ditadura, Juremir Machado não teria escrito livro algum. Se os comunistas tivessem vencido, ele também não poderia ter escrito livro algum.

Anônimo disse...

Não poderia ser diferente:
Esse Juremir Machado é um dos maiores pelegos esquerdalhas da mídia gaúcha. Patrulheiro hipócrita.

Anônimo disse...

Esse sim é um jornalista corajoso e talentoso.

Anônimo disse...

quem disse q.a ótica do Sr. J uremir, a correta.....uma visão tendenciosa e distorcida ñ pode balizar....comportamentos e direção a seguir...ele com a opinião dele, nos com a nossa...

Anônimo disse...

Além dos órgãos citados, contou com o apoio da maior parte da população brasileira.

Anônimo disse...

Esse indivíduo é mais um exemplo daquele tipo que por aqui abunda: o do perfeito idiota latino-americano...

Anônimo disse...

HOJE, tais AJUDANDO a dar o golpe SOCIALISTA, Sr. JUREMIR? Mesmo sem apoio da população, né?



Anônimo disse...

Acorda Juremir e esquerdalha em geral, 1964 já passou há muito tempo.

Anônimo disse...

Alem dos que ele indicou soma-se a populaçao Brasileira.....este Juremir deve ser um aficcionado a Juntar bosta de cavalo na semana farroupilha......

Anônimo disse...

JUREMIR DEVE SE TRATAR EM CUBA,CASO PRECISE,COMO FEZ CHAVEZ,NA "MARAVILHA " DE MEDICINA CUBANA.

O FINADO CHAVEZ QUE O DIGA,NUNCA MAIS VAI FICAR DOENTE!

PODERIA IR MORAR EM CUBA E DEIXAR DE ENGANAR POR AQUI.

Anônimo disse...

http://libertatum.blogspot.com.br/2014/04/uma-palavrinha-para-o-globo-nao-foi-um.html#more
O sr. Juremir não trás nada de novo, apenas requenta a cambona do passado!

Unknown disse...

E dai,o que muda.

Anônimo disse...

esse jornalista é um joão ninguém como é que consegue ter mídia......

Anônimo disse...

Se ele estudar um pouco mais, chegará a conclusão de que quase toda população brasileira apoiou a saída do Jango, pediu a intervenção militar.
Hoje, 50 anos depois, é fácil vomitar baboseira para agradar os donos atuais do poder.
Bem, cada um vende a alma do jeito que desejar.

Cap Caverna disse...

O Juremir esta cada dia mais boiola e cheio de viadagem e pelo visto, tem seguidores iguais a ele, pelas opiniões de alguns anônimos, mas isso faz parte. Informo oficialmente aos comunas castristas que tem 57 generais e mais de 80 coronéis que endureceram o lombo e estão dando um ultimato aos ladrões da Pátria. Os nomes desses militares de alta patente são conhecidos e a dentuça gorda e perna fina, está perdendo o sono! A meses eu eu digo as casernas estavam em ebulição. Milicada vamos meter de novo o coturno no rabo desses comunistas fanáticos e salvar o Brasil.

Anônimo disse...

Ainda bem que eles, juntamente com a esmagadora maioria da população brasileira, ajudaram. Do contrário estaríamos numa me&d@, com o Brasil virado numa grande Cuba vermelha...

Naquele período, o Brasil padeceria uma ditadura de direita ou um totalitarismo de esquerda (perdão pela redundância)!

Almirante Kirk

Anônimo disse...

Caro "Anônimo", às 17:59, o esquerdopata Juremir Machado está no lugar certo! Afinal, toda rádio, imprensa, mídia em geral, estão de uma forma ou de outra submissas ao ideário de esquerda!

Pode fazer um teste: ouça as rádios presentes por aí, compare o teor das mesmas, e constatará que, via de regra, tipinhos como o Juremir Machado ainda têm algum espaço!

A casa já caiu!
Só os donos de meios de comunicação de massa ainda não perceberam - ou fingem estar tudo dentro da normalidade, já que para estes a normalidade é faturar e faturar sempre mais e mais $$$, mandando às favas Valores e Princípios tão caros a nós ocidentais - que já começa a soprar novos ventos no horizonte!

Almirante Kirk

Anônimo disse...

Pode ser verdade . Gostaria de fazer , somente essa vez , uma observacao que ninguem munca fez .Se e` verdade que o golpe foi feito junto com os Estados Unidos e sabendo que a elite norte americana e` em sua maioria judia , se pode concluir , que esse golpe tambem foi um golpe judaico ou semita.Razao pela qual a rede Globo ( braco mediatico do golpe) tem ligacao com a Times.Tambem explica a razao que a RBS dos Siroski cresceram tanto no pos golpe . Amo os americano e admiro o povo judeu.E` so uma amavel observacao .







Anônimo disse...

Acho que o Juremir nao merece tanta polemica .Ele e` nada.,Tenta copiar o escritor Fernando Verissimo

Anônimo disse...

O POVO queriajango e suas reformas maravilhosas.
os latifúndios e multinacionais não.

Anônimo disse...

Na verdade este tal de golpe foi um anti golpe, não é mesmo?
Mas, como a ditadura ainda está rendendo muita grana, Juremir Machado insiste, persiste, repete, alfineta e assim vai forrando a guaiaca.
Eitcha! esquerda persistente.

Anônimo disse...

ainda bem...

nos livraram do comunismo...

Anônimo disse...

No final das contas se houve de fato o apoio midiático isto beneficiou o próprio que hoje pode contar a sua versão da história. Ou do contrário ele estaria cortando cana sob uma ditadura do proletariado.

Anônimo disse...

Só fizeram bem em apoiar

Anônimo disse...

DÁ PENINHA DESTE PETRALHA, TODOS QUERIAM O GOLPE SÓ O GRUPO DELE ESTAVA CONTRA, SERÁ QUE TODOS ESTAVAM ERRADOS? VAI COÇAR A SARNA JUREMIR VIADO SEGUNDO O BOSSONARO, FICO PENSANDO QUE CIDADÃO DECENTE NÃO COMPRA LIVRO E NEM ASSISTE ESTE DÉBIL MENTAL FALAR, CHEGO A DESLIGAR O RADIO QUANDO ELE ENTRA NO AR.


EDUARDO MENEZES

Anônimo disse...

Mas é verdade: todas as pessoas DE BEM apoiaram o Congresso Nacional quando este declarou vaga a presidênica da república, tirando o Goulart de lá.
O exército apenas deu suporte.
O golpe, mesmo, veio dias depois quando ao invés de chamar eleições os milicos botaram o Castelo Branco no poder.
E a mídia é tão burra, mas tão burra, que cai no golpe e fica se desculpando pelo apoio à deposição do Goulart, quando foi algo DECENTE a se fazer.
O Juremir vai cotar que estes mesmos veículos de comunicação, assim que se deram conta do verdadeiro golpe, começaram a combater a ditadura?? ou isso ele OMITE como todo o esquerdista???

Anônimo disse...

O Sr. Juremir deve ter razão quanto ao passado.

NO presente, a atual ditadura petista não se sustenta sem o apoio irrestrito dos grandes meios de comunicação, aí incluídos a rede Globo, a Falha de São Paulo, a tv Record, o SBT sem a Raquel, etc, etc.

Sds

Anônimo disse...

Pena que ele não vivenciou essa época.
Sem a ditadura militar não teríamos Itaipu que o Barba 9 dedos anistiou a divida do Paraguai.Não teríamos a BR290 que passados 50 anos continua sendo a melhor estrada que temos no estado.Ponte Rio Niteroi,enfim uma quantidade de obras que eles não gostam de ver.Tinhamos seguranca,nossas casas nem grades tinham,podíamos andar a noite na rua e deixar os carros no meio fio.Isso os militares fizeram e olha o que hoje esses petralhas fazem.

João Paulo da Fontoura disse...


O que o Juremir sabe, mas faz questão de omitir, é que a Revolução ( ou Golpe, fica a critério de cada um ) é apenas a consequência do fato de a nossa República - mambembe - sempre, deste sua proclamação, esteve arrimo dos militares ( há algum problema, chamemos os milicos!). O século XX foi um século de quarteladas e golpes. 1964, mais que golpe, foi outro fardo absorvido pelos militares. Aqui, ninguém é a favor de golpes ( eu, ao menos, não sou!); O governo do presidente Jango, qual os governos da terceira república francesa no período entre-guerras,colocou o País à beira da anarquia por culpa da sua inoperância, dos movimentos esquerdistas que queriam mais reformas à esquerda, e pelos naturais movimentos de direita ( Lacerda à frente ) que cumpriam sua obrigação de oposição. Deu no que deu. Culpados? A imprensa era apenas espelho da sociedade. Toda a imprensa se sentiu aliviada com a ação do militares, pois nosso Brasil estava absurdamente parado, estagnado. O erro dos militares foi que deveriam ter entregue o governo, aos civis, num prazo curto. O "gostinho pelo poder" não os permitiu. Deu no que deu! Repito, Culpado? Todos; e se todos são culpados, não há culpado! Abraços

Anônimo disse...

Desculpem minha ignorância, mas o "jornal" Zero Hora já existia nesta época?

Anônimo disse...

Mordaz das 17:30 foi perfeito.Em 1964 não foi Golpe nem Revolução,foi um rearranjo da política que vinha mal das pernas,mais ou menos como está acontecendo atualmente e o povão já está ficando com o bornal cheio.

Indignado disse...

Mas que merda (desculpem mas não encontrei outra palavra na língua pátria), é claro que a imprensa e todos os meios de comunicação apoiaram o golpe (sic) que não foi golpe mas sim a tomada de decisão para que a ordem e o progresso tivessem seu caminho natural. Ou será que agora todos estão a favor dos aprendizes de guerrilheiros? Ora bolas está ficando chato essa ladainha implantada pelo PT e outros partidinhos de esquerda para desmerecer uma aro que foi de exceção para impedir a anarquia e o comunismo que estava rondando o país.