Justiça Eleitoral não aceita reclamação de Di Lorenzo contra Marchezan Júnior

A Justiça Eleitoral não aceitou as reclamações do advogado Wambert Di Lorenzo contra o deputado Marchezan Júnior.

Di Lorenzo, que é candidato a vereador pelo PTB e foi candidato a prefeito pelos tucanos na eleição passada, não gostou de saber que empresários que tiveram ou continuam a ter ligações com o grupo Taurus, já doaram R$ 170 mil ao presidente estadual do PSDB.

5 comentários:

Carlos Edison Domingues disse...

POLIBIO ! Qual é o partido político do Di Lorenzo ? Carlos edison Domingues

Anônimo disse...

E aqui em Novo Hamburgo de novo estamos sujeitos a duas eleições. Tem um candidato que foi negada sua concorrência ao voto mas esta fazendo campanha. A justiça esta fazendo o eleitor de palhaço de novo? Como permitiram o candidato concorrer se estava inelegível? pra que servem estes TRE e TSE?
Joel

Anônimo disse...

ESTÁ CERTO O WAMBERT.NÃO ESTÁ PROIBIDO A DOAÇÕES DE EMPRESAS PARA POLÍTICOS?QUE HISTÓRIA É ESSA?SÓ PARA LEMBRAR,WAMBERT FOI PRESIDENTE DA FDRH,FICOU POUCO TEMPO E NÃO BOTOU UM CC.

Anônimo disse...

Estes dois não são antigos inimigos?

Anônimo disse...

Esse Wambert é um eterno perdedor. E apela pra tudo que é Santo pra tentar negar essa vocação enorme.