O que falta para que Sartori intervenha na área da segurança pública ?

15 comentários:

Anônimo disse...

Se intervir significa chamar os concursados, fazer novos concursos por falta de efetivos; pagar horas extras e conceder os reajustes escalonados e aprovados em Lei pela AL, que o faça. Fora disso é mimimi.

Sheila disse...

Parabéns Políbio. Torço pelo seu sucesso e obrigado por nos informar de forma brilhante.

Rosenara disse...

Parabéns Polibio!! Seu prê
mio é muito merecido!! Adoro teu Blog, e seus videos e comentários!! Estou sempre aqui!! Parabéns mesmo, vc merece e muito!!

Anônimo disse...

Parabéns Políbio, quanto a lava jato, não acredite tanto nestas fontes do PMDB, eles falam, falam e nada acontece. devemos nos voltar para os problemas aqui no SUL, como a reforma administrativa que o Governador Sartori deve fazer, para estancar furos e recursos jogados em funcionalismo e custeios desnecessários como fundações públicas e estatais e sim colocar estes recursos em segurança pública, saúde e educação. Abraço

Anônimo disse...

Mais de 30 mil aderem a "boicote" a táxis após agressão contra motorista da Uber.(cpovo)

Anônimo disse...

Caro Políbio, parabéns pela justa conquista! Quanto à segurança pública, a situação também está periclitante aqui em SC. Temos mais de 650 policiais militares aprovados em concurso e o nosso governadorzinho não quer chamá-los para que assumam seus cargos. Motivo do Colombo: Lei da Responsabilidade Fiscal, mas mantém 35 "agências de desenvolvimento regionais" (cabide de empregos para acomodar correligionários). Prazo para chamar os novos policiais: março/2016. Enquanto isso, a bandidagem faz a festa por aqui! Ainda mais quando são esperados milhares de turistas nacionais e internacionais neste verão.
O único bandido que não virá para o nosso litoral é o delcídio, habitual frequentador por ter imóvel de luxo aqui e a famiglia delle mora em Floripa.

João Paulo da Fontoura disse...


Pra mim, Senhor Editor, intervir significa cobrar da instituição "produtividade": em hipótese nenhuma colocar mais gente lá dentro, sem antes sabermos nivel de eficiência da tropa. Eu já disse: vá alguém de nós precisar da polícia civil para ver quanto dói a dor de uma saudade: primeiro o atendente, pacholamente, se arrastando, depois de sorver o último gole do amargo, discutir o gol no último grenal...

Anônimo disse...

Sartori está corretíssimo nas suas ações. O governador agiu muito bem quando cortou gastos na segurança. O governo gastava demais nessa área. Todos sabemos que ninguém pode gastar mais do que arrecada. Em breve os gaúchos acostumam-se com essa nova realidade. Força, gringo, concentre-se apenas em cuidar da dívida gaúcha que já está ótimo - Menos estado e mais liberdade.

Anônimo disse...

GRANDE POLÍBIO, PARABÉNS !!!
JUSTA PREMIAÇÃO !
Roberto Jardim

Zarathustra disse...

O que falta para que Sartori intervenha na área da segurança pública ?NOMEAR ALGUÉM CAPACITADO E A ALTURA DA ÁREA DA SEGURANÇA.

Anônimo disse...

Parabéns! Mais do que merecido. Você é único.

Anônimo disse...

Pela extinção e desidratação de fundações públicas sem finalidade públicas, invista em segurança pública, realocando policia para rua, e barnabés que não fazem nada no Estado para área administrativa.

Anônimo disse...

Falta coragem pra tomar uma atitude! Ele devia inventar o uber da segurança, qualquer cidadao armado pode se cadastrar e passa a receber em seu aplicativo chamados de ocorrencia policial. Dai o cidadao tem o direito de atender ou não. Se atender nao recebera nada do estado, se nao atender, nao podera reclamar da brigada ,pois nao tera mais brigada!
Assim a educação, que o governo seja ousado e feche todas escolas estaduais. Va dar incentivo para escolas particulares, inventa umas cotas para quem nao tem renda suficiente e fim.
Corta o salario dos professores e policiais, quem sabe vemos alguma acao desse governo incompetente que nao seja reclamar de servidor estadual.

Anônimo disse...

Liberdade para a bandidagem ?

Anônimo disse...

Culhões