Sumido há 45 dias, Lula reaparecerá, hoje, para discutir reforma ministerial com Dilma

Sumido desde que foi para as livrarias “Assassinato de Reputações”, o livro no qual Romeu Tuma Júnior revela que o ex-presidente Lula foi alcaguete da ditadura militar e do Dops, agindo sob o codinome Barba, só agora ele reapareceu no noticiário político, por força da informação de que nesta segunda-feira terá um encontro com Dilma no Palácio da Alvorada, bem longe dos refletores da imprensa.

. O jornal Valor diz nesta segunda que o compromisso está sob sigilo e tratará da substituições de ministros.

. O PMDB quer mais ministérios e lugares para PTB e Pros.

. Lula ainda insiste em vaga para o recém-filiado ao PMDB Josué Gomes da Silva, filho de José Alencar, no Ministério do Desenvolvimento, atualmente sob o comando do petista Fernando Pimentel, nome do partido para concorrer ao governo em Minas Gerais. Nas principais trocas, a substituição de Alexandre Padilha no Ministério da Saúde é outro tema a ser discutido entre Dilma e Lula. O nome do secretário de Saúde de São Bernardo do Campo, Arthur Chioro, ganhou força na disputa. Para a vaga de Gleisi Hoffmann na Casa Civil, o mais cotado é o atual ministro da Educação, Aloizio Mercadante 

Nenhum comentário: