Governo gaúcho põe à venda R$ 2,2 bilhões em ações do Banrisul

Reforçado por sucessivas decisões judiciais, o governo entrou em ação. A venda não coloca em risco o controle acionário.

Foi por isto que o Banrisul anunciou oferta de ações subsequente ("follow on") em que o vendedor é o governo do Estado do Rio Grande do Sul. O anúncio corre nesta terça, tudo com o informe da distribuição secundária de 96.323.426 ações ordinárias, para investidores institucionais, ou seja, com esforços restritos de colocação.

O preço por ação será fixado após a conclusão do procedimento de coleta de intenções de investimento ("bookbuilding"), dia 17 de setembro. Ao preço do último fechamento, de R$ 23,18 por ação, a oferta seria de R$ 2,232 bilhões. As ações objeto da oferta terão início das negociações na B3 no dia 19. A oferta terá esforços de colocação no exterior pelos bancos coordenadores. O próprio Banrisul é o coordenador líder, ao lado de BofA Merrill Lynch, Itaú BBA e JPMorgan.

7 comentários:

Anônimo disse...


Políticos que matam a "Galinha dos Ovos de ouro".


Mais um enganador que prometeu em campanha e não cumpre.

Coronel Fidelis disse...

Ainda prefiro investir meu rico dinheirinho nas empresas do deputado Luís Miranda nos EUA, liquidez de 6% mensal, quem paga isso?

Anônimo disse...

Que tal separar do brazil?

Apareceriam $60 bilhões "do nada", por ano, no caixa do estado.

Anônimo disse...

Esse valorzinho, o governo federal dá de emenda parlamentar pra deputaiada lavar por ai.

O descabimento é gritante.

Anônimo disse...

O sul é o meu país!!
Mas o a URSAL está a caminho e é morte na certa nos separatismos.

FAÇANHA, o ADVOGADO do POVO. disse...

Reeleição garantida, para Eduardo Leite...------------------------------

Anônimo disse...

Neguvon TM , terrivel contra os insectos