Alunos criminosos, adolescentes, fazem ameaças de morte em quatro cidades do Brasil

Em pelo menos quatro cidades ocorreram ameaças de assassínios em massa de alunos de escolas públicas e privadas nesta sexta-feira.

Está faltando este instrumento altamente educativo que o gaúcho de Passo Fundo usou em cima de um manifestante lulopetista, ano passado.

Acompanhe:

Belo Horizonte - Um estudante de 18 anos disse que nesta sexta-feira, mataria pessoas na escola estadual em que estuda no Bairro Horto, Região Leste de Belo Horizonte. Ele foi preso em casa. À polícia, ele disse que a intenção era fazer uma “brincadeira”. O rapaz tinha uma foto com uma arma acompanhada da mensagem “Vou matar todo mundo amanhã. Tomara que a sala esteja cheia”.
Manaus - Dois alunos de 16 e 17 anos do Instituto de Educação do Amazonas (IEA) fizeram ameaças por meio de mensagens no WhatsApp. O mais velho foi levado para a delegacia e liberado após assinar um Boletim Circunstanciado de Ocorrência por ato infracional análogo ao crime de ameaça.
São Pedro do Avaí, distrito de Manhuaçu, na Região da Zona da Mata mineira - Um rapaz de 18 anos utilizou o perfil no Facebook para apoiar o massacre em Suzano. Além disso, na mensagem, ameaçou cometer um atentado semelhante na Escola Estadual Ana Mendes Pereira Dutra. Ele foi preso. No celular dele, foram encontradas conversas com grupos de outros estados que também são favoráveis ao atentado. 
Nova Lima, Minas - Na noite de quinta-feira, um estudante de 20 anos atirou para o alto na porta da escola estadual em que estuda em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a polícia, ele disse ter cometido o crime para assustar colegas que estavam espalhando boatos sobre a sexualidade dele. Também foi preso.

21 comentários:

Anônimo disse...

Isso que está fazendo só tres meses que Bolsonaro e seus filhos assumiram os rumos do país.
Imaginem como será daqui 2 ou 3 anos

Anônimo disse...

a direita fascista está descontrolada e a dissiminação do ódio em blogs e editores é mãe direta do banho de sangue que o brasil está vivendo e vai viver, essa gentalha tem problema sexual grave e tem q sair do armário em todos os sentidos, independentes de idade...

Anônimo disse...

Seguranças nas escolas. Portões fechados, fora dos horários de entrada/saída. Possibilidade de revista, e que fique bem claro que quem solicitar, tem toda a autoridade de faze-lo. Implantação imediata, e sem mimimi...

Anônimo disse...

Chama-se RELHO
Extremamente educativo

Anônimo disse...

O piores bandidos estão dentro da sala de aula. A mãe faz o filho e o estado tem que cuidar!

Anônimo disse...

A hora vai chegar... É bom mesmo o povo ir se armando e....

Anônimo disse...

A hora vai chegar... É bom mesmo o povo ir se armando e....

Anônimo disse...

ISSO AI TEM AS DIGITAIS DO PSOL

Anônimo disse...

São alunos com pensamento de esquerda, não gostam de americano, mas copiam os alunos de lá quando entram e escolas atirando!

Anônimo disse...

falta FAMILIA, meu chapa!

arrebentaram com o alicerce da sociedade brasileira, que ja não era la essas coisas, vamos ser sinceros...

mas ate ali pelos anos 90 as coisas ainda tinham um certo controle e as mudanças aconteciam, porem, eram mais graduais, o que não geravam esse impacto todo no comportamento da sociedade...

hoje, costumes que demoravam décadas para ser "ajustados" ao período presente, levam poucos anos pra serem mudados, alguns ate poucos meses...

isso quando não são impostos através de leis que tornam qualquer costume ou tradição um crime do dia para a noite...

a internet é a causadora de tudo...

essa desgraça que pode cortar tanto para o bem como para o mal...

Anônimo disse...

Que sorte teve o petralha da foto! Não teve pai para educá-lo mais deu a sorte de achar um gaudério gaúcho que lhe mostrou o caminho certo, aplicou um guascaço com um trançado de seis tentos feito a capricho, conhecido como mija, petralha. Podem crer que o petralha saiu desnorteado mais depois foi agradecer ao educador e até vai receitar este remédio para a sua turma de maloqueiros desocupados. Se as penalidades judiciais fossem em relhaços e se fossem punidos com esta modalidade de castigo, seria de bom alvitre indicar este gaudério para estrear o lombo dos salafrarios do STF em praça pública junto com os petralhas.

Mardição disse...

Estamos recebendo agora a herança dos governos Lula e Dilma, que criaram alunos sem regras. Melhor o povo se armar como diz Bolsonaro e ir para o enfrentamento caso seja abordado por um desses moleques vagabundos.

Anônimo disse...

A criança aprende o que vive.

Se a criança vive sob crítica,
Ela aprende a condenar;

Se a criança vive sob hostilidade,
Ela aprende a brigar;

Se a criança vive ridicularizada,
Ela aprende a ser tímida;

Se a criança vive sob humilhação,
Ela aprende a sentir-se culpada;

Se a criança vive com tolerância,
Ela aprende a paciência;

Se a criança vive com encorajamento,
Ela aprende a ter confiança;

Se a criança vive com louvor,
Ela aprende a apreciar;

Se a criança vive com compreensão,
Ela aprende a justiça;

Se a criança vive com segurança,
Ela aprende a ter fé;

Se a criança vive com aprovação.
Ela aprende a gostar de si mesma;

Se a criança vive com aceitação e amizade,
Ela aprende a achar amor no mundo.

Anônimo disse...

Adolescentes de má índole, de famílias desestruturadas pela esquerdopatia das últimas décadas e com certeza da impunidade, além dos holofotes e “popularidade “ entre seus iguais - estão prontos cenários e atores para novas bestialidades e tragedias.

Anônimo disse...

Falta família, falta castigo. A geração do "nem nem" (nem trabalha, nem estuda) se cria cheia de regalias e sem responsabilidade. O presidente Bolsonaro ajudaria a mudar esse quadro revogando o Estatuto da Criança e do Adolescente. A gurizada não pode trabalhar desde cedo, só se for para os traficantes.

Anônimo disse...

Foi em Sta. Maria, na UFSM não em Passo Fundo.

Anônimo disse...

Na tua cabeça de merda de bolsominion, como era um ensino médio e vários alunos eram maiores de 18, deveriam estar cada um com uma arma na cintura.
Claro, isso além do professor com uma metralhadora e a merendeira com uma 12.
Assim estaríamos seguros...

Anônimo disse...

Num país que o presidente faz apologia ao uso de armas de fogo, fez campanha sumulando com as mãos um revolver, o que se esperar.

Anônimo disse...

Merda tens tu...jaburu mentecapto. O comentsruo acima procede...gente criada pelo ECA...cambada de fdp.

Anônimo disse...

Isso vai virar moda.

Como aqueles protestos que queimam ônibus, ou aqueles que acontecem sempre que a passagem de ônibus sobe.

Deixará de ser coisa espontânea de malucos.

Anônimo disse...

BOLSONARO PRESIDENTE