Câmara aprova lei que anistia dinheiro sujo depositado no exterior. O projeto do governo cria a Lavanderia da Receita Federal e pode contaminar a Lava Jato.

Brasília, via WhatsApp

O advogado gaúcho Adão Paiani, um dos homens da equipe que dá assessoria jurídica ao DEM no Congresso, disse esta noite que o projeto do governo visou resolver os problemas dos bandidos e recoljher impostos, mas não trazer dinheiro de volta. Nãojhaverá repatriação. O projeto do governo do PT é anistiar dinheiro mandado ilegalmente pasra o exterior, o que acabará beneficiando as empreteiras e políticos do Lava Jato, até mesmo Eduardo Cunha.

O site de Veja informou há pouco que a âmara Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira por 230 votos a 213 o texto-base do projeto de lei que autoriza a repatriação de dinheiro não declarado depositado no exterior e anistia crimes fiscais. Houve sete abstenções. O projeto do Executivo é uma das esperanças para elevar a arrecadação. A oposição era contra o PL 2960/15, alegando que o texto patrocinado pelo governo beneficia criminosos.
O Executivo estima que haja cerca de 400 bilhões de reais de brasileiros que podem ser repatriados e taxados com multa e alíquota do Imposto de Renda, gerando receita por meio do Regime Especial de Regularização Cambial e Tributária (RERCT).

O projeto dividiu o plenário. Os governistas argumentam que haverá anistia para crimes relacionados à sonegação fiscal, evasão de divisas e lavagem de dinheiro, mas a oposição diz que não existem mecanismos para evitar que dinheiro proveniente de crimes como o narcotráfico sejam legalizados.

Líderes da base aliada tiram nota de apoio a Eduardo Cunha

Líderes dos Partidos da base aliada, exceto PT, que no entanto não se manifestou contrário, assinaram nota de apoio incondicional ao deputado Eduardo Cunha.

O texto final saiu no gabinete do líder governista, que é do PT.

PMDB, PSC, PTB, PSD e PR, além de outros nanicos e até do oposicionista Solidariedade, assinaram a nota.

Foi uma reação ao PSDB, que rompeu com Eduardo Cunha e exigiu sua cassação por corrupção.

O PSDB rompeu acordo com o deputado porque firmou convicção de que ele fez acordo com o governo para trancar o processo de impeachment contra Dilma e porque também estava se desgastando ao defender um corrupto conhecido, quando atacava os corruptos do PT.

Levy sofre nova derrota interna na luta contra o ajuste. Lobby da indústria automobilística conseguiu mais dinheiro barato (subsidiado) no BNDES.

O jornal O Globo de hoje demonstrou a enorme força política da indústria automobilística, qwue faz com o governo o que bem entende, enquanto que os outros ramos industriais sofrem enormes perdas dom a recessão e podem até desaparecer do mapa. O governo atendeu a montadoras e Levy sofreunovo desgaste; O ministro foi voto vencido em decisão sobre empréstimo subsidiado


A consistente reportagem é de Martha Beck, Cristiane Jugblut, Maria Lima e Ana Paula Machado.

Leia:

BRASÍLIA e SÃO PAULO - Pressionado pelo setor automotivo, o governo reabriu o prazo para que empresas apresentem ao BNDES pedidos de financiamento com recursos do Programa de Sustentação do Investimento (PSI). A medida deixa claro que a presidente Dilma Rousseff está cada vez mais preocupada em atenuar os efeitos da recessão. Embora continue a fazer a defesa pública do ajuste fiscal, Dilma aos poucos se afasta do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, que resiste em adotar ações que possam afetar o reequilíbrio das contas públicas. Ele participou das negociações, segundo a Anfavea (associação de montadoras), mas foi voto vencido, em mais um desgaste do ministro no governo.
Em 23 de outubro, o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou redução de R$ 30,5 bilhões nos limites para empréstimos do programa. O montante para o PSI, que se encerra no dia 31 de dezembro, baixou de R$ 50 bilhões para R$ 19,5 bilhões. O CMN também fixou prazo que não existia: as empresas tinham até 30 de outubro para pedir os empréstimos.
Isso deu ao setor produtivo apenas uma semana para que os pedidos fossem protocolados. O setor automotivo, que é um dos principais favorecidos pelas linhas subsidiadas do PSI, procurou o governo para pedir prorrogação. Levy resistiu. Ele alegou que a ideia foi reduzir os custos do Tesouro com a diferença de juros do programa em relação ao custo de captação no mercado. A reabertura do prazo poderia gerar mais despesas este ano.

CIQUE AQUI para ler tudo. 


Filho de Maduro é preso e levado aos EUA por tráfico de drogas. Ele estava com 800 quilos de Cocaína. Presidente da Venezuela poderá ser capturado em Caracas.

O filho do presidente Nicolás Maduro, Efraim Antonio Campos Flores, foi preso na manhã de ontem no Haiti com 800 quilos de cocaína em uma operação coordenada pela agência antidrogas dos Estados Unidos (DEA) e pela Procuradoria Federal do Distrito Sul de Nova York, segundo informações do governo americano obtidas por VEJA.com.

O site de Veja disse que ele e o primo já estão na cadeia, serão julgados e cumprirão pena nos EUA.

O próprio presidente da Venezuela pode estar envolvido no tráfico internacional e poderá ser capturado e preso em Caracas, tal como fizeram marines americanos que levaram o presidente Manuel Noriega para prisões dos EUA. 

Campos Flores é sobrinho da primeira-dama Cilia Flores e foi criado por ela e por Maduro desde criança. No momento da prisão, ele estava na companhia de seu primo Francisco Flores de Freitas. Eles foram presos em Porto Príncipe, quando desembarcavam com a droga que havia sido despachada da Venezuela e tinha como destino o México e os Estados Unidos.

Os venezuelanos foram extraditados para os Estados Unidos e estão desde ontem em um presídio federal.

Deputado Jerônimo Goergen protocola emendas para revogar MP que persegue caminhoneiros do Brasil

CLIQUE AQUI para saber por que a MP de Dilma é inconstitucional. O artigo é de Reinaldo Azevedo, Veja. 

O deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), com quem o editor conversou várias vezes durante o dia,  protocolou nesta quarta-feira  emenda à Medida Provisória 699/2015, editada pelo Palácio do Planalto para coibir as manifestações dos caminhoneiros contra o governo Dilma Rousseff. O texto traz pesadas sanções contra os transportadores, com multas que variam entre R$ 5.746,00 a R$ 19.154,00, além da perda da carteira da habilitação e a impossibilidade de tomar financiamento por até dez anos. 

O que disse o deputado:

- Minha proposta susta os efeitos da MP ao suprimir os dois principais artigos da lei. Trata-se de uma MP autoritária e antidemocrática, que usurpa as prerrogativas do Poder Legislativo para alterar o Código Brasileiro de Trânsito (CTB). Além disso, a iniciativa tem caráter persecutório contra uma classe específica. Fica bem claro que quem não quis dialogar foi o governo. Quando nós tentamos uma agenda de audiência não foi concedida. Edita uma Medida Provisória que busca silenciar o movimento por regra legal. Isso demonstra que o governo não cumpriu tudo aquilo que tinha acordado na greve do início do ano, não tinha mais o que dizer para os caminhoneiros.

O deputado gaúcho acha que o Congresso revogará as mudanças. 


Assembléia gaúcha economiza e repassa R$ 40 milhões para ajudar Sartori a pagar o 13o

O Poder Legislativo detém apenas 1,5% do orçamento do Estado.

O presidente da Assembléia do RS, Edson Brum (PMDB) anunciou nesta quarta-feira  que a Assembleia Legislativa irá abrir mão do valor integral do duodécimo (valor mensal do orçamento do estado que cabe ao Poder Legislativo) do mês de dezembro, como forma de auxílio aos cofres públicos. A quantia de aproximadamente R$ 42 milhões deverá permanecer com o Poder Executivo.

Edson Brum registra que a iniciativa acontece pela primeira vez na história do Parlamento gaúcho, e só é possível devido ao esforço de contenção de despesas que vem sendo feito pelo Poder Legislativo nos últimos anos.

Em outubro a Assembleia transferiu R$ 1,5 milhão para o Fundo Estadual da Defesa Civil, em colaboração aos esforços para amenizar os estragos causados pelas enchentes e granizo que se abateram sobre o estado.

Moro abre sigilo de acusação de Fernando Baiano contra Bumlai

O juiz Sérgio Moro autorizou nesta tarde a quebra do sigilo do depoimento do lobista Fernando Baiano, atendendo pedido do pecuarista José Carlos Bumlai.

É que Bumlai, uma espécie de tutor de negócios do líder do PT e da sua família, foi denunciado por Fernando Baiano, que o acusou de receber propina para repassar a uma nora de Lula.

PSDB perde o eix ao atacar Cunha e aliar-se à Dilma no caso da DRU

Os aliados de oposição demonstraram irritação com o anúncio feito hoje pelo PSDB, que rompeu com o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha, defendendo a cassação do seu mandato.

O PSDB acabou irritando ainda mais seus companheiros de viagem, ao anunciar que aprovarão o projeto do governo que propõe nova DRU (Desvinculação de Receitas Orçamentárias), permitindo que Dilma aplique 30% de todas as receitas onde bem entender.

As decisões dos tucanos desnorteiam aliados e adversários.

A ex-gorda comunista Manuela D'Ávila não quer saber de fotos de gordas nuas na Internet.

Ainda em casa por força da licença-maternidade, a deputada comunista Manuela D'Ávila, no entanto, continua navegando freneticamente pelas redes sociais, atenta não apenas às eleições municipais de Porto Alegre (ela lidera a corrida pela prefeitura) mas a assuntos mais mundanos.

Desta vez, a líder comunista incomodou-se com a blogueira Gabriela Pugliesi, que na sua conta na rede Snapchat, publicou a sugestão para que suas seguidoras mandassem nudes para as amigas como forma de seguir a linha na dieta.

O site www.zerohora.com.br contou a história, sem conter a ironia.

Gabriela Pugliesi pediu fotos de gordas nuas.

Manuela criticou a postagem e disse que a brincadeira “não tem a menor graça”. É que a comunista, como se vê na foto ao lado, era muio gorda quando jovem. 

CLIQUE AQUI para ler toda a nota sobre cenas quotidianas do mundo cão brasileiro. 

Venda de imóveis novos em SP despencou 50% em setembro

A venda de imóveis novos despencou 50% em setembro, comparado com o mesmo mês do ano passado.

A informação é do Secovi de SP.

São Paulo é a locomotiva econômica do Brasil.

Fator Sartori: prosseguem as carneadas, sequestros e roubos de gaúchos

O editor percorreu toda a extensão da avenida Carlos Gomes, Porto Alegre, 12h50min, e não encontrou um só brigadiano em policiamento ostensivo.

Sequer um azulzinho.

Muito menos um policial civil.

E prosseguem as carneadas, sequestros e roubos de gaúchos que pagam muito -por ter segurança e nada conseguem.

Trata-se da obra mais visível do governo Ivo Sartori na área da segurança pública.

Onyx vai à praça do Congresso e apóia gaúchos da Banda Loka Liberal contra Dilma

Brasília, via WhatsApp

O deputado Onyx Lorenzoni, DEM, visitou esta manhã o acampamento dos patriotas gaúchos que foram esta semana para a frente do Congresso Nacional, liderados pelo Movimento Brasil Livre e com a condução da Banda Loka Liberal.

Na foto, o deputado democrata fala para as dezenas de gaúchos acampados, mas também para as centenas de outros brasileiros que se preparam para os grandes eventos públicos de domingo, cuja reunião dar-se-á sob a consigna "Fora Dilma".

Em Porto Alegre, a reunião de domingo será no Parcão, 14h. CLIQUE AQUI para marcar sua presença.

Greve dos caminhoneiros prossegue em seis Estados

O protesto dos caminhoneiros contra a presidente Dilma Rousseff entra no seu terceiro dia de greve nesta quarta-feira. Segundo o último boletim divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), as manifestações acontecem em pelo menos seis Estados - Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Tocantins.

Os líderes do movimento querem engrossar as manifestações de domingo pró-impeachment, mas passaram a defender negociações com o governo para reduzir o preço do diesel e estabelecer tabela básica para fretes. 

Mercado melhora com boatos sobre saída de Levy e posse de Meirelles

As notícias de substituição do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, pelo ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, puxam a queda do dólar na manhã desta quarta-feira. Às 11h, a cotação da moeda americana estava em queda de 1,45%, a 3,73 reais.


O mercado reagia positivamente aos boatos, mas operadores entendem que essa está longe de ser a solução definitiva para os problemas brasileiros.

Justiça faz inspeção para verificar denúncia de trabalho escravo na Refap

A greve dos petroleiros continua em todo o País, inclusive no RS. O caso local mais grave é o da Refinaria Alberto Pasqualini, onde 15 trabalhadores permanecem confinados desde o dia 1o para manter as operações ativas.

O Sindicato dos Petroleiros conseguiu convencer a Justiça do Trabalho a fazer inspeção extraordinária na Refap, sob a alegação de que ali há trabalho escravo.

MP dos Caminhoneiros saiu no Diário oficial.

A Medida Provisória que muda dispositivos do Código Nacional do Trânsito para punir severamente motoristas de caminhões em greve foi publicada hoje no Diário Oficial da União.

Os grevistas prometem radicalizar, caso o governo não recue.

O Palácio do Planalto botou o bode na sala para negociar.

Sartori convocará Assembléia para aprofundar ajuste fiscal.

Animado com a aprovação de sete projetos na sessão de ontem, inclusive da polêmica nova RPV, o governador José Ivo Sartori rendeu-se aos seus conselheiros e resolveu convocar a Assembléia para um período de sessões extraordinárias.

Ele sabe que os deputados terão apenas 48h para votar os projetos que incluir na pauta.

64% dos leitores acham que o povo não sai mais às ruas porque ficou cansado ou conformado

34% dos leitores que responderam a última enquete desta página, disseram que se cansaram dos protestos de rua e por isto não participam mais.

Outros 30% acham que as pessoas não vão mais para as ruas porque estão conformadas com a roubalheira e acham que não adianta gritar.

Um número bastante expressivo, porém, 24%, considera que é preciso mais mobilização para animar o povo.

Nova enquete já está aí ao lado e pergunta se o leitor sairá este domingo para pedir o impeachment de Dilma. Em Porto Alegre, a concentração ocorrerá as 14h no Parcão. Há previsão de tempo bom.

É ensurdecedor o silêncio dos sindicalistas chapas brancas do RS

Os 127 servidores estaduais que recebem dos esgualepados cofres públicos sem trabalhar em suas repartições, já que estão cedidos para sindicatos ricos como o Cpers, ainda não dissseram o que pensam da proposta do governo Sartori, que quer que as entidades paguem os R$ 16,6 milhões anuais dos seus salários.

Os sindicalistas chapas brancas e seus sindicatos prosseguem surdos, mudos e cegos diante do caso de privilégio explícito.

Análise, Raymundo Costa, Valor - PSDB espera governo cair por gravidade

O editor tem ouvido repetidamente a mesma pergunta nas últimas semanas: 

- Por que Aécio Neves sumiu e está tão quieto.

Muita gente, inclusive o editor, acha que Aécio preserva-se, tal como faz Michel Temer, porque espera que o governo caia no colo por gravidade.

Mas há quem considere que ele teme revelações que o comprometam.

No artigo a seguir, Raymundo Costa, Valor, avisa que o PSDB esera que o governo caia por gravidade. 

Leia:

É mais ou menos consensual no PSDB que a presidente Dilma Rousseff não chega ao fim do mandato. Se não for por impeachment, será por pura exaustão. Num partido de tanto dissenso, desta vez ninguém acredita que a presidente tenha condição de liderar o processo de recuperação econômica, política e moral que requer o país. O PSDB já fala no "pós-Dilma". O que ninguém exatamente sabe dizer é o que isso significa para os tucanos.

Não é cobrança gratuita. Desde 1994, o PSDB elegeu Fernando Henrique Cardoso para dois mandatos consecutivos e disputou com o PT o segundo turno de todas as eleições presidenciais subsequentes. O que falta para os tucanos dizerem o que pensam, quando até o PMDB escreveu uma carta aos brasileiros apresentando-se como alternativa à crise? O PSDB estaria disposto a ajudar o PMDB e partes do PT numa transição?


No momento, o PSDB tergiversa sobre três assuntos cruciais: o impeachment da presidente da República, o afastamento e a cassação do mandato do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e qual será o seu candidato a prefeito de São Paulo, o maior colégio eleitoral do país e onde as repercussões da crise parecem mais latentes. PMDB, PRB e PT já estão em campanha; os tucanos, divididos.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Artigo, Delfim Neto, Valor - Só o político pode salvar o economista

Neste arrigo no jornal Valor, o ex-ministro Delfim Neto coloca questões importantes e de modo esclarecedor sobre esta quadra atual das crises política, econômica, social e ética. O editor, que não gosta de Delfim, ainda assim recomenda a leitura. O artigo foi publicado no jornal Valor. 

Leia este trecho e depois examine todo o link:

O problema é que a construção de uma sociedade “civilizada” (precariamente definida acima) não é um problema econômico: os economistas de todas as “escolas” (neoliberais, keynesianas, kaleckianos, marxianos e “tutti quanti”), se vivem no Brasil e não no país da Alice, conhecem as variantes do caminho. O problema é político: como educar e convencer a sociedade a rejeitar nas urnas a solução que oferece a alegria gratuita: a linha reta declinante sem obstáculos, no qual a força da gravidade (a “ideologia” ou a “demagogia”) faz o seu trabalho, mas que a história mostra que, mais dia menos dia, termina no inferno? Como levá-la a escolher o caminho mais virtuoso que exige sacrifício e paciência?

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

PT distribui cartilhas e diz que Justiça Federal, MPF e imprensa querem destruir o Partido

Na mais forte reação do PT às denúncias de corrupção contra integrantes do partido, a direção nacional da legenda vai distribuir a partir desta quarta-feira milhares de cópias de uma cartilha na qual acusa a força-tarefa da Operação Lava Jato, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes e setores da imprensa de agirem deliberadamente, com base em "mentiras", para "eliminar o partido da vida política brasileira".

O PT ainda acha que engana alguém com suas mentiras. 

Em 34 páginas, o documento "Em defesa do PT, da verdade e da democracia" relaciona as conquistas do partido nos 12 anos de poder, inclusive na área do combate à corrupção", e descreve o que chama de campanha para criminalizar o partido, dirigentes e o seu maior expoente: o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O material de informação é todo do UOL de hoje. Leia mais no site. CLIQUE AQUI. 

Bancada Ruralista também pede imediato impeachment de Dilma Roussef

Embora a mídia de hoje não tenha repercutido, o editor pode informar com segurança que ontem a tarde a bancada agropecuária formalizou ao presidente da Câmara um pedido de abertura do processo de impeachment contra Dilma Roussef.

Mais um.

É forte o movimento nacional que quer um Natal sem Dilma.

"Queremos que a proposta vá a plenário, porque esta página da história brasileira precisa ser virada rapidamente, já que o Brasil precisa andar e está parado", disse esta manhã ao editor o deputado gaúcho Jerônimo Goergen, PP.

Nova lei da Assembléia do RS atacará desmanche de carros roubados

O governo Sartori conseguiu aprovar outros seis projetos na Assembléia, ontem a tarde, e não apenas o que reduz os valores das RPVs.

O mais importante deles é o que dispõe sobre a regulamentação de desmanches e comercialização de peças de carros e motos em fins de vida útil.

Isto atacará diretamente os desmanches que suprem de insumos o mercado paralelo de compra e venda de peças e acessórios abastecidos por ladrões de carro.

MP da repressão aos caminhoneiros é apenas mais um blefe de Dilma

A Medida Provisória que pune severamente os caminhoneiros em greve e determina o uso da Força Nacional de Seguranças, é mais um blefe do governo de mentira do PT.

É típico de sindicalistas e políticos avançar o sinal para poder recuar até onde vão suas reais demandas.

Governo poderá retirar MP que pune e receberá caminhoneiros para negociações

Nas redes sociais, já há forte reação às falas autoritárias do ministro da Justiça. 


O deputado gaúcho Jerônimo Goergen poderá retirar o pedido de convocação dos ministros da Justiça, da Casa Civil e dos Transportes, caso o governo aceite retirar a MP que pune caminhoneiros e receba seus líderes para iniciar conversações. O governo tomou a iniciativa de fazer a proposta, ao mesmo tempo em que publicamente demonstrou endurecimento das suas posições.

Foi o que ele disse nesta madrugada ao editor, via WhatsApp.

O deputado acha que o goerno age de modo autoritário, inviabiliza o diálogo e leva o movimento caminhoneiro à radicalização, o que prejudicará tremendamente a economia, sobretudo o agronegócio.

As principais lideranças dos caminhoneiros aguardarão até as 9h por uma posição do Planalto, porque as 10h o deputado forçará a votação pela convocação.


Lula diz que existe onda azul na América Latina. "Isto é um retrocesso conservador", avisou o líder do PT.

Os sucessos das sucessivas blindagens que impôs ao filho Lulazinho e aos ex-ministros Palocci e Gilberto Carvalho, mais o cerco que seus aliados impõem ao deputado Eduardo Cunha, sem contar a falta de reação popular consistente a ele mesmo e ao seu governo corrupto, reanimou o ex-presidente Lula, que voltou a se movimentar com desembaraço em entrevistas na TV e em viagens internacionais.

Ele ontem esteve em Bogotá, Colômbia, onde participou da abertura da 7ª Conferência Latino-Americana e do Caribe em Ciências Sociais.

Lula comparou o cenário ao que antecedeu a Primavera Árabe –série de movimentos populares no Oriente Médio que culminaram com a guerra civil na Síria e com um golpe militar no Egito.

Ao falar para os jovens, Lula pediu que acreditem na política como ferramenta de desenvolvimento social.

"Olhem o que está acontecendo na América Latina, América do Sul. Vocês sentem um cheiro de retrocesso político", alertou ao lado do ex-presidente do Uruguai José Mujica.

Ele recomendou que a plateia não acreditasse "nas bobagens da imprensa". "A imprensa é a oposição de todo o continente." Lula não falou nada sobre a Operação Lava Jato, que não é uma "bobagem da imprensa", mas o desmantelamento das roubalheiras do seu Partido, o PT, e de seus principais aliados, e que já resultou em prisões de boa parte dos seus líderes corruptos. 

Jato cai e mata presidentes da Bradesco Seguros e Bradesco Previdência

O jato caiu numa fazenda do município de Guarda-Mor, interior de Minas Gerais. Ninguém se salvou.


O presidente da Bradesco Seguros, Marco Antonio Rossi, e o presidente da Bradesco Vida e Previdência, Lúcio Flávio Conduro de Oliveira, morrerasm ontem a noite quando caiu o jato do Bradesco em Min as. Os dois executivos e dois tripulantes embarcaram em Brasília com destino a São Paulo.

Navistar confirma fechamento da fábrica de caminhões International e dos motores MWM em Canoas

As fábricas de motores MWM e dos caminhões International no RS serão mesmo fechadas em fevereiro, com a demissão de 600 trabalhadores, conforme o editor informou na semana passada. A Navistar, controladora das fábricas, emitiu comunicado, ontem, confirmando tudo.

A Navistar veio para o RS no governo Brito, que tentou instalar no Estado um cluster automobilístico, do qual também fariam parte Ford, GM e TVR para começar, incluindo sistemistas de peso, inclusive fábricas de pneus Good Year em Glorinha e Laminadora de Aço da Gerdau em Nova Santa Rita. O projeto foi interrompido pelo governo Olívio Dutra, que preferiu manter o paradigma agropastoril, abrindo mão da modernização da economia do Estado. Inicialmente a Navistar instalou-se em Caxias do Sul, na fábrica da Agrale. Mais tarde, comprou a MWM. Sem mercado, diante de selvagem recessão da economia brasileira e do atraso local, decidiu fechar tudo. 

Chuva continuará marcando o dia no RS

Esta quarta-feira amanheceu novamente com chuva e temperatura amena no RS. Em Porto Alegre , 7h20min, há forte neblina em vários bairros, como Petrópolis. A MetSul Meteorologia, o tempo segue instável.  Choverá mais do Centro para o Oeste e o Noroeste, onde segue o risco de chuva localmente forte e de temporais isolados. 

As mínimas rondam os 16°C em São José dos Ausentes e Santana do Livramento. As máximas, por sua vez, podem chegar a 28°C na Região Metropolitana. Em Porto Alegre, os termômetros variam entre 20°C e 28°C.

Desde a madrugada desta terça-feira, municípios gaúchos registraram danos em função de temporais, com chuva intensa e fortes rajadas de vento. Na região Oeste, São Borja registrou o destelhamento de aproximadamente 50 residências, além da queda de postes de energia elétrica, que deixou praticamente 80% do município sem luz. As aulas também foram suspensas durante o dia. Já em Bagé a área rural foi a principal afetada, com a queda de postes de energia. 


Na região Noroeste do Estado um tornado percorreu cerca de dois quilômetrose atingiu o interior do município de Tuparendi.