FHC acha que desemprego poderá produzir séria crise social no ano que vem

O ex-presidente FHC concedeu entrevista de página inteira ao jornal Valor de hoje, referindo-se aos riscos de sérias tensões sociais no ano que vem, tudo por conta  do desemprego e da recessão.

Na nota a seguir, os números do desemprego de outubro demonstram de que modo a razão está com ele.

FHC advertiu que no momento existem crises política, econômica e moral, mas que ainda não há crise social grave, o que poderá acontecer no ano que vem.

O ex-presidente também fez correta análise sobre o cenário atual de aparente pasmaceira da população diante dos clamores pelo impeachment de Dilma:

- Não há pressão popular pelo impeachment. Não temos maioria clamando por nada. Se você faz a pergunta se o sujeito  quer que a presidente saia, ele dirá que sim. Eu acho que é um sentimento mais de distanciamento e descrença. Muitas das acusações corretas contra Dilma, como pedaladas fiscais e violação da Lei de Responsabilidade Fiscal, não são compreendidas pela população e por isto não estão no seu foco. 

Até outubro, Brasil fecha quase 820 mil vagas de emprego em 2015

No mês passado, 169.131 postos de trabalho com carteira assinada foram fechados, o pior resultado para outubro desde 1992, segundo o Caged.

Governo revisa para pior o PIB e a inflação deste ano

Entre parênteses, os números da projeção anterior:
PIB, menos 3,1% (2,8%)
Inflação, 9,99%  (9,29%)
Dólasr, R$ 3,35 (R$ 3,25

Cerveró diz que negócios da Petrobras em Angola e EUA financiaram eleição de Lula em 2006

Ao lado, capa de Veja que começou a circular hoje. 


A revista Veja que já está circulando, revela que ao negociar sua delação premiada, o ex-diretor da petrolífera passa a apresentar detalhes de transações em que houve “prejuízo intencional” – uma vez que o verdadeiro propósito era obter dinheiro para a campanha política do PT.

Leia a reportagem de Daniel Pereira e Robson Bonin1

Nestor Cerveró: o ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli o incumbiu pessoalmente de cuidar dos problemas de caixa que o PT enfrentava depois da eleição de Lula para o segundo mandato
“Prejuízo intencional”: Cerveró, ex-diretor da área internacional da Petrobras, diz que o PT recebeu “entre 40 milhões e 50 milhões de reais”(Cristiano Mariz/VEJA)
Em abril do ano passado, um funcionário de carreira da Petrobras, com trinta anos de casa, procurou a Polícia Federal oferecendo-se para ajudar nas investigações do petrolão, o maior esquema de corrupção da história do Brasil. Ele narrou seis casos que classificou de "má gestão proposital" - ou seja, negócios feitos com a intenção de produzir propinas. A maior parte das quatro horas de depoimento espontâneo foi dedicada à atuação de Nestor Cerveró à frente da diretoria internacional da empresa. A decisão de explorar petróleo em Angola, contou o funcionário, foi planejada para dar "prejuízo intencional". E deu. Segundo ele, foram 700 milhões de dólares jogados para o alto, com sobras para os corruptos.

O depoente voluntário recomendou aos procuradores que rastreassem os sinais da entrada no Brasil de dinheiro originário do exterior. À informação do colaborador, cujo nome as autoridades preservam, faltavam evidências sólidas. Em abril de 2014, a Lava-Jato era ainda uma operação restrita à ação de doleiros. Um ano e meio depois, o próprio Nestor Cerveró, quem diria, um dos engenheiros da "má gestão proposital", aparece como a melhor oportunidade de confirmar as ousadas operações de "prejuízo intencional" com o objetivo de obter propinas para os diretores corruptos da Petrobras e seus padrinhos políticos.

CLIQUE AQUI para saber mais

Deputado Bassegio renuncia ao mandato no RS

O deputado estadual Diógenes Bassegio, PDT do RS, renunciou esta tarde ao seu mandato. Conforme o editor avisou depois do meio dia, o parlamentar enfrentaria o plenário da Assembléia, onde seria inevitavelmente cassado.

As acusações contra o deputado incluem confisco de salários, uso de funcionários fantasmas e prestações de contas frias.

O deputado leu na Rádio Guaíba, concorrente da RBS, que foi quem o denunciou, o documento intitulado "Carta ao Povo Gaúcho", composto por 14 páginas, onde apresentou os motivos que o levaram a tomar a decisão de abandonar o parlamento gaúcho. Em vários momentos durante a leitura chegou a chorar. Disse que sofreu um linchamento moral e que a renúncia serviu para "dar sangue a quem queria ver sangue".

D Legend mira nos mercados de locação de SC e do Paraná

Rogério Dirani, um dos donos da D Legend, agora também focada em compra e venda de imóveis para a faixa de alta renda, quer também voltar aos mercados de Santa Catarina e Paraná.

Foi o que ele disse ao editor.

A idéia é buscar parcerias com empresas de locação.

Para começar.

Consórcio demite 200 trabalhadores e ameaça parar as obras da nova ponte sobre o Guaíba

Sem dinheiro, já que enfrentam calote do governo federal desde julho, as empresas que integram o consórcio que constrói a nova ponte sobre o Guaíba resolveu demitir 200 trabalhadores.

E avisou que sem dinheiro paralisará as obras antes do Natal.

A ponte vai custar R$ 731 milhões.

É promessa eleitoral de Dilma.

E uma das únicas obras públicas federais em andamento no Estado.

Afonso Hamm também votou pela derrubada do veto de Dilma

O deputado Afonso Hamm, PP do RS, também reclamou da informação que o editor passou na quarta-feira a noite, quando da votação do veto de Dilma sobre a valorização dos interesses dos aposentados.

O editor registrou ausência do deputado gaúcho.

"Não foi nada disto, porque eu votei contra", disse o deputado agora à tarde.

O deputado aproveitou o contato para informar ao editor que na terça-feira ajudará a tocar o Fórum  Lwegislativo de Futebol. Ele é o presidente da Subcomissão de Esportes da Câmara.

CLIQUE AQUI para examinar a lista de votação de todos os deputados do Brasil.

Deputado Heitor Schuch, PSB, votou pela derrubada do veto de Dilma ao projeto que beneficiava os aposentados

Na primeira lista de votação disponibilizada pela secretaria da Câmara Federal, quarta a noite mesmo, o editor encontrou dado errado sobre a posição do deputado gaúcho Heitor Schuch sobre sua posição na votação do veto do projeto que beneficava aposentados.

Esta tarde, o deputado socialista mandou novo link para esta página, onde seu nome consta claramente entre os que votaram contra o veto de Dilma.

A correção está feita neste espaço.

CLIQUE AQUI para saber como votaram os deputados de todos os Estados. Na lista do RS, o nome de Heitor Schuch aparece claramente como defensor dos interesses dos aposentados.

Dilma manda desapropriar terras de Cachoeira para alojar quilombolas

A presidente Dilma Roussef baixou decreto, hoje, declarando de utilidade social para fins de desapropriaçãom, uma área de quinhentos e setenta hectares, trinta e dois acres e cinquenta e três centiares, localizados no Município de Cachoeira do Sul, Estado do Rio Grande do Sul.

Agora o Incra poderá promover e desapropriar as terras.

A decisão do governo federal é de entregar tudo a descendentes negros, os quilombolas, que segundo laudos de antropólogos ocupavam a área na época da escravidão e foram dali expulsos.

Saiba por que o PTB erra sobre as contas públicas gaúchas do ano que vem.

O editor resolveu ouvir, est atarde, o economista Darcy Francisco Carvalho dos Santos. A pauta da entrevista foram as declarações do presidente da Comissão de Finanças da Assembléia do RS, Luiz Lara (leia nota abaixo) que viu mar azul para as contas públicas gaúchas de 2016. O deputado examinou a proposta orçamentária do ano que vem.

Leia a réplica pedida pelo editor:

Quanto á opinião do Presidente da Comissão de Finanças, Dep. Lara, esta carece de total consistência, pelos seguintes motivos:

1) O déficit calculado pelo Planejamento já considera esse incremento do ICMS que, além de tudo é questionável, devido a redução das quantidades procuradas, quando ocorre o aumento de preço.  O valor constante do orçamento para o ICMS é 18% maior que  o que será arrecadado em 2015, mais de 11% reais!!!! Na despesa não estão considerados os reajustes salariais pelo IPCA para a maioria dos servidores, inclusive o magistério, mais de R$ 600 milhões.

2) Quanto à energia, o grande incremento já ocorre e não se repetirá em 2016. Quanto a combustíveis deve haver algum incremento, mas nada que faça aumentar os 18% referidos.

3) Quanto à redução dos RPVs, o total pago no ano passado incluindo precatórios e sentenças da saúde, foi R$ 1,5 bilhões. Em hipótese alguma vai haver uma redução de R$ 1,2 bilhão. O próprio governo afirma que será R$ 650 milhões.

4) Quanto à dívida com a União, qual  acordo que foi ou será feito que possibilite uma redução dessa dimensão, R$ 1,5 bilhão ?  Nem conseguindo baixar o comprometimento para 9% da RLR atinge esse valor. E para conseguir um acordo dessa dimensão quando a União tem um déficit nominal de certa de 9% do PIB é impossível?

Não quero se negativo, mas devemos ser realistas, para não vender ilusões, que acabam enterrando mais o Estado.  Que bom que o deputado tivesse razão!

Dilma deu bolo nos deputados do PDT

A jornalista Carolina Bahia conta hoje no jornal Zero Hora que  a bancada do PDT foi convidada para jantar com Dilma Rousse na quarta-feira e acabou encontrando duas surpresas:

1) Pouco antes do jantar, o deputado gaúcho Afonso Mota foi até onde todos estavam, no Palácio Alvorada, e avisou que os deputados deveriam dirigir-se imediatamente até o Congresso para votar pelo governo e ajudar a manter os vetos nos projetos da chamada pauta-bomba.

2) Dilma sequer apareceu para dar boa noite aos seus distintos convidados.

A falta de educação e de de urbanidade da presidente já foi cantada aqui em prosa e verso.

Os apelos de Afonso Mota foram atendidos, mas muitos deputados do PDT votaram contra os vetos e a maioria até ausentou-se do plenário para não votar.

Zero Hora, em letras garrafais de página inteira, no caderno #32: "Eu apóio a destruição do Estado Islâmico"

Nas redes sociais brasileiras, o apoio aos terroristas do EI é aberto.


A capa inteira do caderno #32 do jornal Zero Hora publica apenas uma frase em letras garrafais, com fundo preto:

"Eu apóio a destruição do Estado Islâmico.

A assinatura é de Mohamad El Bacha, presidente da União Nacional Islâmica.

No miolo do caderno, uma entrevista de página inteira.

Mulher-bomba jihadista islâmica gostava de se fotografar nua na banheira

Hasna Aitboulahcen, a mulher-bomba que se explodiu no apartamento investigado pela polícia francesa em Saint-Denis na quarta-feira, era uma pessoa extrovertida, que gostava de festas, bebidas alcoólicas e cigarro antes de se radicalizar e se juntar ao Estado Islâmico (EI), há cerca de um mês, reportou o jornal belga La Dernière Heure. 

Isto é o que publica hoje o site www.veja.com.br, com informações da Reuters. 

Leia mais:

Na quarta-feira, Hasna, a primeira mulher-bomba da Europa, se matou ao detonar um cinto de explosivos no apartamento localizado no terceiro andar. Com a explosão, sua cabeça e coluna vertebral foram parar na calçada.

O irmão de Hasna, Youssouf Aitboulahcen, contou à publicação que ela nunca demonstrou interesse pela religião nem leu o Corão. Segundo ele, a irmã decidiu o usar o véu islâmico há apenas um mês. A publicação divulgou uma selfie de Hasna nua em uma banheira e fotos da mulher usando véu.

"Ela vivia em seu próprio mundo. Nunca se interessou em estudar religião. Ela ficava o tempo todo no telefone, vendo Facebook e Whatsapp", disse o irmão. Filha de pais separados, Hasna foi adotada por outra família quando era criança. "Ela era feliz e cresceu assim até a adolescência. Mas depois ela saiu dos trilhos, se tornou irresponsável, andando com más companhias".

Ex-vizinhos contam que ela era festeira, bebia e fumava bastante e saía com muitos rapazes. Segundo o jornal britânico Daiy Mail, amigos a apelidaram de 'cowgirl', pois ela gostava de usar grandes chapéus de cowboy.

"Ele não é meu namorado!": áudio revela últimas palavras de mulher-bomba em Saint-Denis
Imagens de segurança mostram ataque a café em Paris.

Hasna era prima de Abdelhamid Abaaoud, o belga de 28 anos que planejou e financiou os ataques à capital francesa que deixaram 129 mortos e mais de 350 feridos na última sexta. Os militantes que estavam no apartamento invadido pela polícia planejavam realizar um ataque ao distrito financeiro parisiense de La Défense, e a polícia chegou ao local por meio de interceptações telefônicas.

Nesta quinta, a imprensa francesa divulgou um áudio em que é possível ouvir o diálogo entre Hasna e um policial que participava da ação. O agente pergunta 'Onde está seu namorado?', e Hasna responde 'Ele não é meu namorado!, antes de detonar os explosivos.

Sartori apela por solidariedade aos Poderes que não quebraram o Estado

O governador Ivo Sartori almoçará daqui a pouco com os chefes do Jusdiciário, Ministério Público, Assembléia e Tribunal de Contas.

Os servidores do Poder Judiciário e dos outros órgãos autônomos recebem em dia e têm dinheiro para pagar o 13o em dia, mas o governador quer que eles sejam solidários com a sua desgraça, que foi uma desgraça armada pelo seu antecessor, Tarso Genro, e não por TJ, TCE, MPE e TCE, que sempre mantiveram suas contas sob equilíbrio.

Quem quebrou o Estado foi o Poder Executivo - exclusivamente. Foi ele quem operou de modo perdulário, gastador, irresponsável, demagógico, patrimonialista, incompetente e populista

É pouco provável que os apelos de Sartori sejam aceitos.

O almoço será indigesto.

Mandato de Basségio será decidido na terça-feira

O deputado gaúcho Diógenes Bassegio saberá na terça-feira se fica ou vai embora. A decisão irá direto para o plenário.

Mariana: onde está o Green Peace ?

O editor quer saber o que é feito do Green Peace, que se cala diante da tragédia bíblica de Mariana.

Justiça do Trabalho do RS condena Walmart por exigir cânticos de guerra nos seus supermercados

A Justiça do Trabalho do RS voltou a condenar os controladores do grupo Walmart no Estado, tudo pela participação compulsória dos empregados da Walmart Brasil em reuniões motivacionais nas quais é entoado o cântico ´Cheers´, com coreografia envolvendo dança ou rebolado. A queixa foi de ex-empregados. 

A informação foi disponibilizada hoje no blog do advogado e jornalista Marco Antonio Birnfield.

Cheers significa "saúde". A música é um canto de guerra. A letra foi adaptada par citar Walmart. 

As lojas supermercadistas Nacional, Big, Extra e Walmart são administradas por um grupo estadunidense.

CLIQUE AQUI para examinar o modo como os empregados do Walmart entoam os cânticos de guerra. 

Artigo, João Bosco Abero - Um cavaleiro e um vilão delirantes

Don Quixote, o da Triste Figura, pendia para o bem. Via o que somente seus enlouquecidos olhos viam. Dulcinéia, a bem amada, a bordar com fios de ouro no balcão de seu palacete, segundo o relato de Sancho descascava cebolas na exígua cozinha do casebre paterno. Perversos gigantes malfeitores nas rodas dos moinhos. Pobre, guarnecido por restos de uma velha armadura, montando esquálido cavalo, lançou-se o fidalgo pelos caminhos da Mancha na dura missão de desfazer agravos e proteger viúvas e oprimidos.

Luís Inácio, afortunado retirante, também se move num mundo particular, só seu. Diferentemente do lidador manchego não é chegado a sacrifícios. Comum lhes é o gosto pela grandiloquência. Quixote promete feitos que obscureceriam a glória de Amadis de Gaula, lendário herói da cavalaria andante. Lula já se comparou a Juscelino, a Vargas, e, em momentos de surto mais severo ao próprio Jesus. Quixote curva-se com altiva reverência ante reis, duques, damas da mais alta nobreza, na real proprietários de toscas pousadas onde chega com seu lúcido e sofrido escudeiro. Lula fala de um Brasil por ele construído em que a almejada igualdade foi por fim lograda, reescreve a história pátria decretando dia hum da nacionalidade aquele em que vestiu a faixa presidencial pela primeira vez.

Ontem, quarta feira, em entrevista concedida a Roberto D’Ávila, Lula transpôs o intransponível. 

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Página do editor no Facebook foi de novo bloqueada

A página do editor no Facebook foi bloqueada pela quarta vez, depois de corrompida por hackers. Ela virá para as redes sociais com novo formato.

A nomeação de Wenzel prenuncia a salvação da Fundação Zoobotânica

A ida para a presidência da Fundação Zoobotânica do RS por parte do ex-secretário do Meio Ambiente do RS, José Alberto Wenzel, parece demonstrar que o governo retirará a proposta de extinção que protocolou na Assembléia.

O ex-secretário possui embocadura política (ele é suplente de Ana Amélia no Senado e foi secretário do Meio Ambiente e da Casa Civil) e a sua expertise como ambientalista, não iria para o cargo se não fosse para ficar ali e melhorar seu desempenho.

É o que se presume.

As declarações da secretária do Meio Ambiente, Ana Pellini, e do próprio Wenzel, vão no sentido da modernização e não da extinção da Fundação Zoobotânica.

Resta saber o que pensam disto o governador Sartori e seu núcleo duro.

Marco Peixoto assumirá presidência do TCE em dezembro

Apesar dos ruídos, o conselheiro Marco Peixoto está mesmo confirmado na posição de novo presidente do Tribunal de Contas do Estado.

A posse será dia 16 de dezembro, 11h.

Pondé vai falar esta noite em jantar do Simers

O Simers, Sindicato Médico do RS, ouvirá esta noite o filósofo Luiz Henrique Pondé. Ele tem sido chamado para debates em todo o País, sobretudo quando o que está em discussão é a ética.

CLIQUE AQUI para ler esta entrevista e conhecer melhor o que pensa Pondé.

Deputado Lara, PTB, acha que Sartori navegará as contas estaduais em mar azul no ano que vem

Contas que faz o presidente da Comissão de Finanças da Assembléia do RS, deputado Luís Lara, PT, a respeito da proposta orçamentária estadual para o ano que vem, ainda sob escrutínio da Assembléia, para demonstrar que haverá equilíbrio nas contas públicas em 2016:

A receita terá incremento de pelo menos R$ 4 bilhões que não existiram este ano:

- R$ 2 bilhões do novo ICMS (novas alíquotas)
- R$ 1 bilhão adicional por conta do aumento de preços dos combustíveis e energia
- R$ 1,2 bilhão pela redução dos pagamentos das RPVs
- R$ 1,5 bilhão pela redução dos pagamentos da dívida com a União

As contas de Luís Lara não foram contestadas pela secretaria estadual da Fazenda até ontem a noite.

Sê-lo-ão.

Oposição consolida vitória nas eleições deste domingo na Argentina

Pela ordem, Scioli e Macri.


Pesquisas
Macri, oposição, 55,5%
Sciola, governista, 45,5%


A onda azul vai cobrindo a onda vermelha que dominou o cenário de boa parte da América do Sul nos últimos 15 anos.

Na Argentina, as eleições ocorrerão neste domingo. A vitória da oposição ao peronismo é clara mas pesquisas.

O candidato de oposição, Mauricio Macri, continua a liderar as pesquisas de intenção de voto a dois dias da eleição presidencial argentina deste domingo, que, pela primeira vez na história do país, será decidida em segundo turno. As sondagens apontam que Macri, atual prefeito de Buenos Aires, tem vantagem entre oito e 11 pontos percentuais em relação ao govern

Luciana Genro já está em casa

A ex-deputada e dirigente do PSOL, ex-candidata a presidente da República, Luciana Genro, já foi para casa. Ela submeteu-se a delicada cirurgia na coluna. A intervenção ocorreu no Hospital Mâe de Deus.

Professor Garcia, vereador do PMDB de Porto Alegre, recupera-se de AVC

O vereador do PMDB de Porto Alegre, professor Garcia, continua internado no Hospital Mâe de Deus, mas recupera-se lentamente do AVC que o atingiu há cinco meses.

Suas condições melhoraram bastante.

Ele dificilmente retornará à Câmara na atual legislatura.

Sexta abriu com sol, céu azul e temperatura baixa em Porto Alegre

7h29min
19 graus em Porto Alegre
13 graus em Gramado

O tempo abriu bom em Porto Alegre e em todo o RS. Na Capital, a manhã começou com céu azul, poucas nuvens brancas, sol claro e temperatura baxa. 

O ingresso de ar mais seco e frio muda a sensação térmica e a temperatura sobe pouco a tarde. Em municípios do Centro e Norte a mínima poderá ocorrer à noite. O sol retorna para grande parte das áreas até o fim do dia.

Astemperaturas mínimas ficarão entre os 13°C em Santana do Livramento e Bagé,s endo que as máximas podem chegar a 25°C em Santa Rosa. Em Porto Alegre, os termômetros variarão entre 16°C e 22°C.