Saiba por que renunciou o diretor-geral da ANP

Décio Oddone apresentou carta de renúncia ao cargo de diretor-geral da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis) ao presidente Jair Bolsonaro, e ao ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, em 6 de janeiro.

CLIQUE AQUI para ler a íntegrada carta de renúncia, que é bastante extensa.

3 comentários:

  1. Eu eu pensando que o Políbio ia revelar o motivo mas não, ele quer que o leitor leia uma carta "bastante extensa" pra descobrir...

    ResponderExcluir
  2. Porque foi mesmo, que ele renunciou? Para que tanto rodeio?

    ResponderExcluir
  3. Este cretino consolidou o cartel das distribuidoras de combustíveis. Nem a Petrobras pode vender combustíveis pra postos, sem passar pelas distribuidoras particulares. O FHC criou estás agências reguladoras, uma máfia pra roubar contribuintes e bem o Presidente da republica tem poder sobre elas. Fazem o que os cartéis mandam. E tudo pago com dinheiro público, sem concursos nem fiscalização.

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.