Bolsonaro quer ICMS cobrado apenas nas refinarias. E propõe a quebra do monopólio da Petrobrás.

O presidente Jair Bolsonaro propôs, ontem, duas ordem de medidas para reduzir o preço dos combustíveis, cujo valor final é determinado sobretudo pela política de acompanhar as cotações internacionais, portanto pouco sujeita a fatores internos:

ICMS - Cobrar o ICMS não mais nas bombas, mas diretamente nas refinarias, sem efeito cascata, tudo para que os preços fixados ali possam ser imediatamente transferidos para o consumidor. O presidente também quer que os governadores reduzam as alíquotas (alguns Estados chegam a cobrar 32% sobre o preço final).

Monopólio - O governo quer quebrar o monopólio da Petrobrás, favorecer o ingresso de concorrentes e com isto reduzir os preços.

O presidente avisou, no entanto, que as duas medidas precisam de aprovação do Congresso e das agências reguladoras.

11 comentários:

  1. Não existe monopólio da Petrobras. Ela vem operando sozinha porque ninguém é doido de investir num país que vira e mexe pensa em controlar preço.

    ResponderExcluir
  2. Quer passar mais uma parte da Petrobrás nos troco pra encher os bolsos dos políticos e não sabe como. Ai fica inventando historinha de monopólio.
    Esse governo tá que é uma fábrica de propinas.

    ResponderExcluir
  3. Bolsonaro tem que permitir que o produtor do Etanol venda direto aos postos, é um absurdo ter que vender para o distribuidor para depois o distribidor colocar o preço que quer, para vender aos postos.

    ResponderExcluir


  4. AQUI NA ROBOLANDIA É ASSIM....

    TODAS AS AÇÕES DO BOLSONARO PARA MELHORARA A VIDA DO CIDADÃO, TEM SEMPRE UM IXQUERDISTA + CENTRÃO FAZENDO O DIABO PARA IMPEDIR QUE O BRAZIL DÊ CERTO...

    NO CONGRESSO....IXQUERDAS + CENTRÃO, VÃO IMPEDIR QUE O PREÇO DOS COMBUSTÍVEIS BAIXE, PORQUE????? PARA ESTA GENTALHA O GOVERNO BOLSONARO NÃO PODE DAR CERTO...ELES VÃO FAZER DE TUDO PARA BARRAR, IMPEDIR, BOICOTAR QUE A ECONOMIA DESLANCHE...O QUE INTERESSA PRA ELES É VOLTAR AO PODER E TER ACESSO AO COFRE PARA... RAPINAR, ROUBAR....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nos mostre com dados a melhora, e não com gritos. Eu vi a reforma trabalhista sendo aprovada para ela (só ela, sem outras reformas) gerar milhões de empregos. Gerou? Fizeram a reforma previdenciária para dificultar a aposentadoria da parte sofrida da população. Melhorou alguma coisa? Vai melhorar? E, lembrando: faz três anos e meio que o presidente não é do pt.

      Excluir
  5. Bolsonaro como no caso do DPVAT está certo, ele informa suas intenções sobre um assunto para aguardar a resposta da "turma anti-Brasil, anti-povo, no caso, os congressistas e o STF!
    Assim nasceu o Senador Randolfe DPVAT do Amapá, destilando ódio contra o povo e Bolsonaro, que
    acabara com o DPVAT! Randolfe foi ao STF para que o DPVAT FOSSE COBRADO! Até o "ético" Toffoli achou demais a safadeza do Senador Randolfe DPVAT e voltou atrás, reduzindo a cobrança, embora Bolsonaro tivesse acabado a cobrança!
    Agora vamos conhecer quem são os patriotas da "mui bem intencionada bancada do petróleo", que reagirá com dureza as idéias de como baixar os combustíveis do Bolsonaro!

    ResponderExcluir
  6. Monopólio? Avisaram a quadrilha petista? A quadrilha vai ficar sem seu ganha pão mais forte.

    ResponderExcluir
  7. Caso o presidente Bolsonaro, consiga desmontar metade dos esquemas de roubalheiras institucionalizadas, feitos pelas OCRIMs, do PT, PSDB, PDT, PSOL, PCB, e outras menores associadas a estas, o Brasil dará um saldo ao futuro enorme. Todo esquerdista, é um jumento com febre amarela.

    ResponderExcluir
  8. Só é contra quem é PTba ou corruPTo!!!

    ResponderExcluir
  9. Alguns dos comentaristas aqui não tem noção de tempo e espaço. Misturam tudo: das coisas de governos anteriores, leis deste governo recém aprovadas e de algumas com mais tempo. Muitas leis aprovadas levam tempo para se fazer sentir principalmente as mais complexas como a de previdência e trabalhistas. Muitos nem leram ou se leram não conseguiram interpretar com o devido rigor, adotando teses "socialistas" onde é mais fácil negar os benefícios que ainda não se fez sentir.

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.