Economistas já revisam para baixo projeção do PIB para 2012


O resultado do PIB do segundo trimestre, mesmo tendo crescido em relação ao primeiro trimestre, foi considerado fraco por economistas de corretoras, consultorias e bancos. Após um crescimento de 0,4%, eles já estão revisando para baixo suas previsões para o desempenho da economia brasileira este ano.

. Relatório do banco Itaú Unibanco assinado pela equipe do economista-chefe Ilan Goldfajn informa que a previsão de crescimento do país para este ano será revisada para baixo dos atuais 1,9%. A expectativa do Itaú Unibanco era de que o PIB crescesse 0,5% no segundo trimestre.

CLIQUE na imagem acima para ler a reportagem completa do "jornal O Globo".

3 comentários:

  1. Já que o editor só posta noticia ruim, preferencialmente contra o governo do Estado, Federal ou PT, lá vai uma boa noticia:

    A Expoionter está vendendo muito. Bom para o pais, bom para o estado e principalmente bom para o produtor rural.

    ResponderExcluir
  2. A Expointer mostra basicamente a pujança do setor privado, o setor produtivo e criativo do Brasil, nosso lado primeiro mundo, já o estado aparelhado está tão competente quanto uma corrupta lesma paralítica com Alzheimer e mostra o lado esquerdo-bananeiro desta república!

    ResponderExcluir
  3. Engraçado - os fatos reais, quando são negativos para os governos petralhas, viram "notícia ruim". Quando são favoráveis, viram "notícia boa". Esta é a lógica dos tiranos de plantão.

    Amiguinho revoltado: quando Luiz Ignorácio dizia que tinha inventado tudo de bom no Brazil e tia Dilmona continuou na mesma batida, elles diziam aos brasileiros que o PIB seria sempre uma maravilha. Quando o PIB não cresce como os petralhas mentiam, a responsa é de quem governa, não do editor deste ou de outros blogs, que simplesmente contam os fatos reais.

    Conclusão - vamos ter uma sucessão de Pibinhos, independente da vontade de tia Dilmona, do Manteiga e dos petralhas botocudos.

    Sds

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.