Dica do editor - A partir de junho, Azul fará voos diários e diretos SP-Nova Iorque

A partir der 15 de junho, a Azul iniciará seu primeiro voo direto entre Guarulhos, SP, e Nova Iorque.

3 comentários:

  1. É Guarulhos ou Campinas?

    ResponderExcluir
  2. Espero que os gaúchos nunca esqueçam que quem destruiu sem dó nem piedade a VARIG foi o PT.
    A Varig, que era a maior empresa de aviação do Brasil, quebrou em 2006. E o PT de Lula, que estava no poder nessa época, foi o grande responsável pela sua falência. Quem afirma isso é Paulo Antony, comandante da Varig por mais de 20 anos e que até hoje luta na Justiça para ter seus direitos trabalhistas pagos. Antony lembra que a empresa começou a ter problemas em 2002, quando os petistas procuraram o então presidente da companhia, Ozires Silva, para que contribuísse para a campanha de Lula à presidente.
    Ozires deu um sonoro não. Depois disso, o então presidente do PT, José Dirceu, disse que se o PT fosse eleito, a Varig passaria a pão e água. E foi isso o que aconteceu.
    Com uma dívida de R$ 8 bilhões, o governo vetou socorro do BNDES, enquanto concedia generosos empréstimos para Cuba e Venezuela. Além disso, Dirceu obrigou a Infraero a espremer a Varig e proibiu que a BR Distribuidora a dar crédito para a companhia abastecer suas aeronaves. A prioridade era ajudar a TAM e a GOL, de amigos petistas.
    O advogado Roberto Teixeira, amigo de Lula, também ajudou a quebrar a empresa. Na crise, foi vendida por US$ 24 milhões para o grupo do chinês Larchan e, com a ajuda de Teixeira, revendida meses depois à GOL por US$ 275 milhões. Teixeira ganhou US$ 5 milhões. Pior: 15 mil trabalhadores ficaram na rua, segundo o advogado Mellilo Diniz."
    Fonte:
    https://istoe.com.br/o-pt-faliu-a-varig/

    Não esquecendo que o governo tinha uma dívida astronômica com a VARIG que Lula não reconheceu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olívio Licurgo Magalhães Bahia17 de janeiro de 2020 17:39

      A VARIG viveu enquanto durou seu monopólio de linhas internacionais. Quanto chegaram outras empresas brasileiras para disputar esse filão, ela se foi para as cucuias.

      Era uma companhia aérea mal gerida, improdutiva, com excesso de funcionários, cabide de parentes e outras deficiências importantes.

      Quebrou por isso, e não por ação de governo, anônimo acima 08:40.

      Excluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.