“Papai Noel” de Temer viabiliza soltura de Gim Argello, beneficiado por indulto natalino

 O ex-senador Gim Argello recebeu autorização para deixar o cárcere. Ele é do PP.

A soltura e o perdão da pena imposta na Lava Jato foram autorizadas pela Vara de Execução Penal de Curitiba.. 

O político, condenado em segunda instância a cumprir pena de 11 anos e oito meses de reclusão, no âmbito da Operação Lava Jato, foi beneficiado pelo indulto natalino editado pelo ex-presidente Michel Temer em 2017. E a pena foi perdoada pela Justiça. 

Após atingir o cumprimento de um terço da pena – requisito mínimo para pedir progressão no regime. Argello também foi sentenciado a ressarcir os cofres públicos em R$ 7,35 milhões. O valor total da dívida, no entanto, não foi quitado.

4 comentários:

  1. Isso é uma vergonha. Lugar de corrupto é na cadeia.

    ResponderExcluir
  2. A dilma tá eufórica e até já mandou chamar o milagreiro japinha cabelereiro, aquele que transforma até dragão que solta ventos estocados pelas ventas. Gin comGelo tinha coragem de pedalar com a mandioca na toca da esplanada. O cara tem coragem! Será que não virou o disco no presídio? Dizem que a maioria sai de lá meio estuprado.

    ResponderExcluir
  3. Nenhum bandido fica preso ness bosta de pais.

    ResponderExcluir
  4. ...nesta bosta.....E nem paga a conta do que roubou.
    Como é que é solto sem pagar o que deve? A conta também foi perdoada?

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.