Maioria da bancada do PDT votará a favor da prorrogação das atuais alíquotas do ICMS

O deputado, ex-secretário da Segurança Pública, acha que a prorrogação foi aprovada nas urnas e precisa ser respeitada, pelo menos pelo período defendido pelo novo governador, que quer ganhar fôlego e eliminar a diferença dentro de dois anos.

O deputado Ênio Bacci, PDT, Partido que já se colocou como oposição ao novo governo Eduardo Leite, disse ao editor que votará favoravelmente à prorrogação das atuais alíquotas do ICMS.

O PDT tem 7 deputados e quatro acompanham a posição de Bacci.

"Os dois candidatos que foram para o segundo turno defenderam isto, formando ampla maioria de apoio da população", disse Enio Bacci ao editor, avisando que não vai criar embaraços para que Leite consiga os dois anos de alívio de que precisa e pede.

14 comentários:

  1. Menos emprego. Mais gastança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podem aumentar o dobro da alíquota e mais 6 anos. O estado faliu e estão fingindo que não!

      Excluir
  2. Ue, mas ele não foi chutado para fora da assembléia nessa última eleição 😱?

    ResponderExcluir
  3. Eles porque ganham 30/40 mil por mes mais todo tipo de mordomias, não faz diferença nenhuma.
    Agora, nós, que batalhamos duro no dia a dia, somos contra. O Leite que diminua as despesas do estado e se enquadre nas receitas.
    Se vire.
    Dê um jeito. Se elegeu para isso

    ResponderExcluir
  4. Garantia de voto dos funcionários públicos na próxima eleição

    ResponderExcluir
  5. Políbio, você que é um editor super bem informado poderia, um dia, explicar a teus leitores quais segredos estão por trás da manutenção por longos anos em cargos de direção da RBS do hoje deputado COMUNA Afonso Motta/PDT ?? Esse sujeito, enquanto político, votou radicalmente contra todos os projetos de modernização do país, inclusive a benéfica, extremamente benéfica, reforma trabalhista. E continua por aí enchendo o saco do Brasil que acorda cedo e trabalha duro

    ResponderExcluir
  6. Político que tira emprego e renda do povo. Ridículo

    ResponderExcluir
  7. Tinha que aumentar mais a alíquota. 101 % e talvez pague os 80% da população de porto triste, a capital mais feia e suja do bananão, que trabalha(kkkkkkk) nos tres poderes e seus puxadinhos!
    E os que realmente trabalham, quietos. Merecem mesmo.

    ResponderExcluir
  8. Deputado vagabundo, o povo não quer aumento de impostos incompetente só sabe aumentar impostos fdp

    ResponderExcluir
  9. Perfeito Deputado!

    Quem votou em qualquer um dos dois avalizou essa proposta!

    Já a vanguarda do atraso vota com o 'povo'!

    ResponderExcluir
  10. Não concordo com o deputado Bacci. O Sartori aprovou, digo AL, o aumento de ICMS nos seus primeiros 2 anos. Era para ser apenas 2 anos. Não funcionou, devido à incapacidade gerencial da equipe de governo. Então foi prorrogado por mais 2 anos.Agora querem mais 2 anos. Isso é piada de mau gosto!
    O provisório definitivo!
    UMA VERGONHA CARO DEPUTADO!

    ResponderExcluir
  11. Claro que votará a favor. PDT "emprega" muita gente e precisa do dinheirinho. Parasitas.

    ResponderExcluir

  12. Não deveriam votar a favor. Perderam a eleição na Prefeitura e no Estado e ainda não se deram conta do que fazem errado. Idem para o MDB.

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.