Pretto tenta constranger o governo com factoide criado pelo PCR

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, deputado Edegar Pretto, do PT, foi recebido nesta segunda-feira com o governador José Ivo Sartori e com o chefe da Casa Civil, Fábio Branco, para insistir com o factoide criado por ativistas do Partido Comunista Revolucionário, que comandaram a invasão e a resistência do autointitulado grupo Lanceiros Negros, quarta-feira, Porto Alegre. Foram encontrados explosivos e armas no local. Até índios (10 famílias) pataxós, guaranis e cainguangues foram arrebanhados pelo PCR para a invasão e ocupação.

O petista solicitou ao governo esclarecimentos sobre o que já sabia: o horário em que ocorreu a desocupação do prédio, no Centro de Porto Alegre, e a detenção do deputado Jeferson Fernandes (PT) durante a ação. Jeferson obstaculizou fisicamente a ação da justiça,foi algemado e preso.

A reintegração do prédio havia sido autorizada pela Justiça e ocorreu na presença de cinco oficiais de Justiça. Durante a tarde, a Associação dos Oficiais de Justiça do RS (Abojeris) também se manifestou sobre a atuação dos profissionais defendendo a maneira como reintegração ocorreu. Conforme o presidente da entidade, Jean Gonçalves, a decisão de cumprir a determinação judicial à noite foi tomada por um grupo formado por representantes do governo do Estado, Brigada Militar, Ministério Público e Judiciário porque a inteligência recebeu a informação de que mais 300 pessoas vinham se organizando para ir ao local e tentar impedir a desocupação. 

15 comentários:

  1. "CACHORRO QUE COME OVELHA SÓ MATANDO PRÁ PARAR"!!!
    UMA VEZ COMUNISTA, SEMPRE COMUNISTA!!!
    O LEGISLATIVO GAÚCHO ESTÁ PRETTO... VERGONHOSO!!!

    ResponderExcluir
  2. A muitos anos mude-me do RS em busca de novas oportunidades. Deixei prá trás meus amigos e boas lembranças. Acompanho de longe a deteriorização política e moral do meu rincão. Sinto vergonha por suas escolhas.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Caro Políbio.Porque tanta lenga lenga com este caso?Os caras estavam invadiram um prédio público.O que esta gentalha quer?Chamar atenção para as próximas eleições?Gente que invade prédio,propriedade alheia não tem que ter regalias.Não é deles.E o governo petista do Tarso não fez nada nada na época.Deixou estes vagabundos ocuparem o prédio.Mais cedo ou mais tarde teriam que deixar,na boa ou na marra.O Sartori ainda recebe este petralha da Assembleia.Manda catar coquinhos.Invadiu?Sai na boa ou na porrada.Vão trabalhar seus malandros.

    ResponderExcluir
  4. Estes petralhas fdp como este "sem terra" mas mais sem-verginha e safado, tem que ser exterminados. Essa raça não serve pra nada

    ResponderExcluir
  5. QUE VERGONHA....O GOVERNO ESTADUAL QUEBRADO FINANCEIRAMENTE...E NA ASSEMBLÉIA UM PRESIDENTE COMUNISTA, QUE TEM COMO ÚNICO OBJETIVO INFERNIZAR A VIDA DO GOVERNO...AI NÃO DÁ...CAIU OS BUTIÁ DO BOLSO...

    OS CANALHAS DIZEM...O SARTORI PERDEU MAIS UMA....P.Q.P..QUEM PERDE É O POVO GAÚCHO...A ECONOMIA CRESCENDO IGUAL RABO DE CAVALO, ESTAMOS A CADA DIA FICANDO MAIS POBRES...EMPRESAS BATENDO EM RETIRADA E O DESEMPREGO AUMENTANDO...O ESTADO FALIDO, PARA COMPRAR UMA LAMPADA TEM DE FAZER EMPRÉSTIMO..E OS BOCA BERTA DISCUTINDO ASNEIRAS...PODE...SÓ AQUI NOS PAMPAS....

    ResponderExcluir
  6. O que esperar de um petista a não ser baixaria. Pretto esquece que é sustentado pelos gaúchos, recomendado é que vá trabalhar e suar a camiseta!

    ResponderExcluir
  7. Tinha de todas as tribos vermelhas, até apaches?

    ResponderExcluir
  8. Será que o governador teve peito, coragem, culhões para dizer a verdade para o traste?

    ResponderExcluir
  9. Dá nada, todos da mesma turma.

    ResponderExcluir
  10. Especialistas em conversas para a boiada dormir depois de pastar e comer alfafa.

    ResponderExcluir
  11. O governador Sartori é muito educado e tem muita paciência. Ter de receber e atender um cachorro comedor de fel de ovelha é brabo!!!

    ResponderExcluir
  12. PODER JUDICIÁRIO ESTÁ EM UMA POSIÇÃO CONFORTÁVEL!!!!

    O Poder Judiciário deixou o prédio inutilizado e vazio por mais de dez anos.

    O ônus político pela desocupação cabe agora ao Poder Executivo...

    ResponderExcluir
  13. ma que gringo bem bobo de dar trela pra esse Pretto

    ResponderExcluir
  14. polibio na cidade da minha avo materna tem uma assentamento de "sem terras" mas eles moram na cidade, todos tem carro zero e arrendaram toda a terra, sao vadios igual o sapo barbudo que nunca trabalhou na vida

    ResponderExcluir
  15. Desocupação perfeita, só a ralé comuna berrando, cadeia neles.

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.