Produção de energia eólica está na mira do Grupo Gerdau

A Gerdau anunciou a intenção de formar uma joint venture com as empresas japonesas Sumitomo Corporation e The Japan Steel Works para atender a expansão da indústria eólica no Brasil.

O empreendimento, que envolverá investimentos da ordem de R$ 280 milhões, deverá ser instalado dentro da usina da Gerdau em Pindamonhangaba (SP) e fornecerá peças para torres de geração de energia eólica a partir de 2017.

3 comentários:

  1. que absurdo seu polibio , ja esta provado q energia eolica nao e' um bom negocio em larga escala, so produz a partir de 14km/hora, tem alto custo de manutencao, o kilowat e' 17 vezes mais caro que a hidreletrica, e rio nao falta nesse pais , isso ai e' o cumulo do absurdo, a grana vai ser tudo via bndes

    ResponderExcluir
  2. A usina eólica fica em Pasadena?

    ResponderExcluir
  3. O "doutor Jorge" vai engarrafar vento?

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.