Novo tarifaço de energia abate-se com selvageria sobre os bolsos dos gaúchos. AES cobrará R$ 39,5% a partir de segunda.

Começa a valer na segunda-feira o pacote de aumentos na energia promovidos pelo Governo Federal e aplicado pelas 58 concessionárias. Aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a previsão é de  um aumento médio de 23,4%. Os maiores reajustes serão para as distribuidoras AES Sul (39,5%), Bragantina (38,5%), Uhenpal (36,8%) e Copel (36,4%). Os mais baixos serão aplicados para as distribuidoras Celpe (2,2%) e Cosern (2,8%).

Os impactos da revisão serão diferentes conforme a região da distribuidora. Para as concessionárias das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, o impacto médio será de 28,7% e, para as distribuidoras que atuam nas regiões Norte e Nordeste, de 5,5%. A diferença ocorre principalmente por causa do orçamento da CDE e da compra de energia proveniente de Itaipu.

Também começam a valer na semana que vem os novos valores para as bandeiras tarifárias, que permitem a cobrança de um valor extra na conta de luz, de acordo com o custo de geração de energia. Além da revisão extraordinária, as distribuidoras passarão neste ano pelos reajustes anuais, que variam de acordo com a data de aniversário da concessão.

Um comentário:

  1. IMPEACHMENT JÁ DESTA LOUCA TERRORISTA.

    ELA QUEBROU TOTALMENTE O BRASIL.
    ESTAMOS PIOR QUE A VENEZUELA.
    OS TRÊS PODERES ESTÃO PODRES E, COMANDADOS PELO PT.

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.