Dinheiro curto no Piratini dá susto em deputados da Assembleia Legislativa

O medo de fechar o mês de fevereiro sem dinheiro no bolso chegou aos deputados estaduais do Rio Grande do Sul. Os valores que sempre eram  depositado com antecedência, foram creditados apenas por volta das 10h30min . 

. O motivo alegado pelo Executivo foi administrativo, em função do grande número de novos servidores da Casa, porque são 20 novos parlamentares e cada um deles pode nomear em média dez servidores. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.