Caminhoneiro fura bloqueio de protesto e mata colega em São Sepé

Caminhoneiro fura bloqueio de protesto e mata colega em São Sepé | Foto: Luis Carlos Machado / Jornal A Palavra - 

O protesto de caminhoneiros na cidade de São Sepé, RS,  registrou um acidente no começo da manhã deste sábado. Enquanto um grupo participava da paralisação na BR 392, um motorista que seguia em direção a Caçapava furou o bloqueio montado pelos manifestantes. Mais tarde, após uma perseguição, o condutor atropelou e matou um colega de profissão. A vítima foi identificada como Cleber Ouriques, de 38 anos, e o atropelamento foi registrado no km 291.

Segundo informações do inspetor da 9ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Marcelo Ramos, o caminhoneiro, suspeito de atropelar Ourique, viajava pela BR 392 quando decidiu furar o bloqueio formado em São Sepé. O veículo passou pela barreira em alta velocidade. Em seguida, Ouriques, acompanhado de mais três colegas, ingressou em um Jetta para iniciar uma perseguição ao motorista que fugiu do bloqueio. Minutos mais tarde, o veículo alcançou e ultrapassou o caminhão já na altura do km 291. O grupo conseguiu abrir certa distância do caminhoneiro e decidiram parar no meio da rodovia para tentar interromper a viagem. Ao tentar desviar do grupo, o caminhoneiro atropelou Ouriques e não parou para prestar socorro. De acordo com a PRF, a vítima morreu no local do acidente. Policiais rodoviários de Santa Maria, Caçapava e São Gabriel foram deslocados para o km 291. O inspetor Ramos disse que recebeu a informação de que caminhoneiros de Júlio de Castilhos estão seguindo para o trecho onde ocorreu o atropelamento.

10 comentários:

  1. O que eles queriam? Iam fazer o que com o motorista? Que deixassem ele seguir viagem.

    ResponderExcluir
  2. Perseguição com Jetta e' coisa de bandido.

    ResponderExcluir
  3. Deixaram "ele seguir viagem" após matar.

    Mudou as leis agora, anonimo das 10:35?


    ResponderExcluir
  4. Aí dá pra ver que o objetivo maior é a bagunça.
    A questão do preço dos fretes se resolverá em poucos meses com o início da safra agrícola e não depende de governo nenhum. O mercado é que resolve.
    A extrema direita raivosa está em ação e usando estes baderneiros como bucha de canhão e eles estão nos gabinetes com ar condicionado, frigobar, e não aparecem.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo das 11:17, baderneiros são os aliados do teu partido,MST, CUT,UNE, etc. estes que estão protestando, não são bandidos vinculados ao Foro de São Paulo, suas reivindicações são justas.

    ResponderExcluir
  6. Alô anônimo das 11:19, quem e essa "extrema direita?

    ResponderExcluir
  7. No mínimo, legítima defesa. Vai parar pra apanhar desse monte de baderneiros inconsequentes? Tem mais é que passar por cima mesmo.

    ResponderExcluir
  8. !5:33, ele quis dizer os que não roubam, já a esquerda está famosa,
    tem roubo ela está no meio,
    petralha vê dinheiro fica louco,
    só se acalma roubando. Roubar para petralha é CALMANTE, o mesmo
    remedinho dos cleptomaníacos.

    ResponderExcluir
  9. Anonimo das 14:36 não soube ler, interpretar, texto das 11:17, resposta dada ao anonimo das 10:35.

    Se não entendestes o meu texto, ao menos não digas o que não sou.

    Passarei a desenhar pra ti!


    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.