A lista das contas de brasileiros no HSBC na Suíça

A revista ÉPOCA teve acesso aos nomes dos correntistas que são investigados pela Receita Federal.

A segjir, a reportagem de Thiago Bronzatto -  O gaúcho Lirio Parisotto, diretor presidente da fabricante de plásticos Videolar, e a família Steinbruch, dona do Banco Fibra, costumam figurar nas listas dos mais ricos do país. Recentemente, passaram a integrar uma nova lista, muito mais seleta: a dos brasileiros que mantinham contas na Suíça e estão em investigação pela Receita Federal. ÉPOCA teve acesso à lista de 342 correntistas brasileiros do banco HSBC na Suíça e ao relatório sigiloso do Fisco sobre os 15 primeiros brasileiros investigados no caso conhecido como SwissLeaks – que desnuda o inextricável sistema bancário de Genebra.

Também fazem parte dessa lista outros empresários, doleiros e, segundo o documento, gente suspeita de ligação com o tráfico de drogas. Alguns podem ter sido relacionados só por ter conta na Suíça, o que não é ilegal.

O vazamento começou quando documentos com dados de 106 mil pessoas com contas no HSBC da Suíça foram entregues por um ex-funcionário do banco a autoridades francesas. Os documentos chegaram a um grupo internacional de jornalistas investigativos, conhecido como Icij (na sigla em inglês). E surgiram no Brasil em reportagens de Fernando Rodrigues, no site UOL. Os 8.667 brasileiros na lista tinham depósitos de cerca de US$ 7 bilhões em 2006 e 2007. A Receita recebeu uma relação de 342 investidores e analisou a lista, cruzando-a com dados do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). Surgiu daí o primeiro grupo de suspeitos, que ÉPOCA publica com exclusividade. Agora, apura se eles de fato fizeram algo ilegal.

CLIQUE AQUI para saber mais. 

4 comentários:

  1. Sejamos honestos. Qual empresário vai aplicar todo seu dinheiro em um País que corre o risco de se transformar em uma Cuba ou Venezuela? Se tiver em pleno gozo de suas capacidades mentais vai mesmo remeter/guardar dinheiro fora do Brasil.

    ResponderExcluir
  2. Se existem 8667 contas de brasileiros no banco suíço, a divulgação de 342 nomes deve ser bastante seletiva, está baseada em qual critério? Estão poupando os nomes de políticos novamente?

    ResponderExcluir
  3. LISTA errada, onde foi parar o meu dinheirinho?

    ResponderExcluir
  4. Pobre HSBC, vai ser acusado disso.

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.