Josias Souza diz que Dilma colou um código de barras no Congresso

O jornalista Josias Souza escreveu há pouco o texto a seguir, depois de acompanhar a votação que implantou o desajuste fiscal no Brasil. Como denunciou o senador Aécio Neves, cada voto de parlamentar da base do governo valeu R$ 740 mil em liberação de emendas deles próprios. O material é do UOL, desta manhã. Leia tudo:

Numa sessão encerrada às 4h58 da madrugada desta quinta-feira, após 19 horas de embates, o Congresso Nacional aprovou o texto-base do projeto de lei que autoriza o governo a fechar as contas públicas de 2014 no vermelho. Por ausência de quórum, faltou votar uma emenda ao texto principal. Haverá nova sessão na próxima terca-feira. Mais cinco dias para que os adversários e, sobretudo, os aliados do governo tirem mais algumas lascas da imagem de Dilma Rousseff.

Praticamente concluída, a votação desce à crônica do primeiro mandato de Dilma como uma prova da eficiência do governo. Ele fixou a meta de superávit fiscal, ele mesmo descumpriu a meta e ele mesmo se absolveu, arrancando do Congresso uma lei que o desobriga de cumprir a meta.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Um comentário:

  1. Quer dizer que um cidadão que cometer um infração poderá mudar a lei para beneficiá-lo?Brasil,País de Tolos.

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.