Médicos estrangeiros chegam em agosto


Médicos estrangeiros recrutados no programa que o Ministério da Saúde lança na segunda-feira começam a trabalhar em setembro nos municípios brasileiros. Documento preliminar ao qual o Estado teve acesso mostra que os profissionais selecionados no edital de chamamento deverão desembarcar: no País em agosto e, dias depois, serão encaminhados para o processo de capacitação, com duração prevista de três semanas.

. O projeto prevê que, na primeira etapa de agosto, serão convocados profissionais procedentes da Espanha e de Portugal. Na segunda fase, programada para outubro, começam a chegar profissionais procedentes de Cuba. Na terceira fase, inicialmente prevista para novembro, viriam médicos de outros países.

24 comentários:

  1. Estado teve acesso mostra que os profissionais selecionados no edital de chamamento deverão desembarcar: no País em agosto e, dias depois,irão pra Brasilia.Salvador.Rio de janeiro,Porto Alegre.Porto Seguro,Campinas,Curitiba Só interior onde c fala espanolllll..

    ResponderExcluir
  2. Matéria pertinente do El Pais

    http://sociedad.elpais.com/sociedad/2013/06/01/actualidad/1370110531_661956.html

    ResponderExcluir
  3. Médicos????!! Cubanos??? Não seriam açougueiros especializados?

    ResponderExcluir
  4. Mais uma vez o governo nadando contra a maré.Acho que tem boi na linha.Quantos espanhóis,quantos portugueses e quantos cubanos?Alguém de sã consciência acha que um espanhol ou português trabalhará nas bibocas do país sem nenhum recurso?

    ResponderExcluir
  5. Mentiras, mentiras, lorotas e 171's governamentais e nenhum deles vai preso????

    ResponderExcluir
  6. Políbio,

    Baita golpe do Gov. PT e do Gov. Cubano.

    Os médicos da Espanha e Portugal são só para cortina de fumaça!!

    JulioK

    ResponderExcluir
  7. quero ver a cara daqueles médicos gaúchos que adora trazer uma muambinha de Miami...

    ResponderExcluir
  8. acho que ate podem vir, iludidos com a propaganda que o desgoverno deve estar fazendo para eles...

    a tendencia eh voltarem rapidinho para os seus países de origem quando virem a realidade, exceção feita aos cubanos, porque qualquer pais bananeiro eh melhor do que o açougue dos irmãos Castro...

    ResponderExcluir
  9. A Dilma e o Lula precisam ser obrigados a realizar consultas somente com esses profissionais!!!

    ResponderExcluir
  10. Duvido que médicos espanhóis e portugueses terão coragem de trabalhar no interior do Brasil, no Acre e outras bibocas onde não tem nem laboratório de análises clínicas, nem raio-X...o que elles querem mesmo é trazer médicos cubanos, que não passam de enfermeiros, já que existe programas de remessa de estudantes do MST, dos filhos da petralhada ir estudar em cuba. Aí esses caras voltarão e não irão prô interior e sim trabalharem em órgãos do governo em Brasília.

    ResponderExcluir
  11. Os médicos brasileiros fizeram muito barrulho, mas continuam não querendo ir trabalhar no interior do interior e postos de saúde.

    Se não quer tem quem quer. Chega de esperar.

    ResponderExcluir
  12. Pelo que vejo nos comentários acima, médicos de esquerda gostam de trabalhar de graça até na PQP! Me enganem que eu gosto,,,, uma pinóia!

    ResponderExcluir
  13. Concordo com o anônimo das 19h16. Tem que por motivar a esquerdalha para trabalhar em São João das Cacimbinhas, São Tomé das Letras e Linha Pachada. São lugares onde de fato eles poderão por à prova sua insígnia pelo social, para mostrar que não são socialistas de butique.

    ResponderExcluir
  14. Pois isto tudo vai terminar num grande vexame. Já puxei o meu banquinho para assistir.

    ResponderExcluir
  15. Mas escuta aqui: por que médicos destes países e não da Alemanha, França, Estados Unidos, Itália.
    No caso da Itália a dificuldade de língua seria quase inexistente aqui no RS.
    Por que de Cuba? Para formar células terroristas no interior?

    ResponderExcluir
  16. O desemprego na Espanha e Portugal campeiam, os médicos formados nesses paises, recebendo 10 mil por mes, vem ontem para o Brasil.

    ResponderExcluir
  17. o anonimo das 18:47 esta empolgado com a chegada dos carniceiros cubanos...

    consulte com um deles e depois nao venha encher o saco se a "gripe" diagnosticada se revelar mais tarde ser um câncer...

    o Lulao, o pai dos pobres, so quer saber de médicos do Sirio...

    ResponderExcluir
  18. Todos os medicos vão fazer residencia ate o final do ano 2014;no hospital Sírio Libaneis heheheh pode crer..chefe feles sera aquela mulher do fantastico q dava ordem pra desligar o TUBO..

    ResponderExcluir
  19. Os elementos, digo médicos, digo, tendenciosos estão tentantando aplicar que os médicos a serem contratados são todos cubanos, quando na verdade a sua maioria são Espanhois e Portugues. Os Espanhois podem trabalhar tranquilhamente nos estados que fazem divisas com o Brasil, pois todos falam espanhol e os Portugues podem trabalhar nos Postos de Saúde, dos quais os "médicos" brasileiros fogem com o "diabo foge da cruz", eles detestam atender pobres.

    ResponderExcluir
  20. SE realmente houver a concretização deste falatório todo, estes médicos não terão ou pouco terão de pacientes, POIS NÃO entenderão o português chulo interiorano.

    Como irão prescrever remédios se não entenderem os brasileiros.


    ResponderExcluir
  21. Ví uma entrevista na Band News de um médico Urologista brasileiro considerado um dos melhores do mundo em tratamento da próstata.Ele disse todos os países do mundo recebem médicos estrangeiros mas primeiro tem que passar por exames rigorosos no pais e que esses médicos que poderão vir para o Brasil não tem conhecimento nenhum das doenças que atingem um brasileiro com malária,n tipos de infecções,bactérias por falta de saneamento ou água não tratada etc...Tenho dó do povão que cairão nas mãos de pessoas despreparadas.Acho que estão vendendo gato por lebre.

    ResponderExcluir
  22. Espero e torço para que a classe média, aí incluído os médicos, entre outros, saiam ás reuas, protestando, fazendo a presidente Dilma (PT) suspender a vinda dos referidos "médicos", na verdade revolucionários esquerdopatas!


    Almirante Kirk

    ResponderExcluir
  23. Espero e torço para que a classe média, aí incluído os médicos, entre outros, saiam às ruas, protestando, fazendo a presidente Dilma (PT) suspender a vinda dos referidos "médicos", na verdade revolucionários esquerdopatas!


    Almirante Kirk

    ResponderExcluir
  24. O anonimo das 14:50 deve ser médico. Não tenha dó A PRIORI, tem médico bom e ruim e todos os paises, inclusive o Brasil. Os médicos que virão são diplomados nos respectivos paises. Ou vc gostaria que alguém de outro pais questionasse o teu diploma médico?

    Sem contar que os médicos dos outros paises vão ser mais observados que qualquer outro profissional, pirncipalmente pelo Sindicato e Conselho Médico (de ciume).

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.