Estão matando menos jornalistas

Estão matando menos jornalistas em todo o mundo.

O número caiu de 80 para 49.

São dados da ONG Repórteres sem Fronteira.

7 comentários:

  1. Então está prosperando o esquerdismo.

    ResponderExcluir
  2. Eram da Globo os mortos? Não se perdeu nada.

    ResponderExcluir
  3. Isto não é notícia. Só é notícia quando aumenta. Aí fazem um escarcéu.

    ResponderExcluir
  4. "Coincidência": menos jornalistas mortos justo depois da "onda conservadora" que faz o povo ocidental ter ojeriza da esquerda hipócrita e assassina.

    ResponderExcluir

  5. Com o lombo tapado de processos, camaçadas de pau e tiros, a turma pôs as barbas de molho e vendeu mais seus folhetins.
    Descobriu também que fake news dá dinheiro e não precisa arriscar o couro, alem de embolsar o dinheiro do contribuinte com as nem sempre honestas propagandas governamentais.

    ResponderExcluir
  6. Tem morrido muitos pseudo jornalistas esquerdopatas por falta de pixulekos. Isto acontece desde que o vacari foi engaiolado e os vermelhinhos infernais foram impedidos de acharcar os empresários do nosso Brasil varonil. A maioria das mortes acontece por diarreia nervosa causada pela raiva direcionada ao Bolsonaro.

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.