Nesta quarta-feira, Lula sentará no banco dos réus do caso do sítio de Atibaia

Nesta quarta-feira, o prisioneiro por corrupção e lavagem de dinheiro Lula da Silva sentará no banco dos réus novamente, desta vez diante da juíza Gabriela Hardt, que substitui Sérigo Moro no julgamento do caso do sítio de Atibaia.

As obras de revitalização do sítio foram pagas por Odebrecht e OAS, tudo em troca de favores dos governos Lula e Dilma para as duas empreiteiras.

CLIQUE AQUI para saber mais sobre o caso do sítio de Atibaia, que agora saiu das mãos de Moro.

5 comentários:

  1. Vai ser lindo! Vamos conhecer a mulher que vai substituir o juiz Moro que dizem ser um espetáculo! Enquanto isso, o réu já é nosso velho conhecido: veja bem excelência, eu não sei de nada, eu não vi nada , que eu tenho a ver com isso! Que a justiça venha o mais rápido possível para esse bandido ! Quero assistir esse interrogatório com certeza!!!!

    ResponderExcluir
  2. Mais alguns anos, desse jeito chega fácil à meta de 171 anos. É melhor jair se acostumando com o calabouço e arranjar um menino do mep pra chamar de seu... Aproveita que o haddad tá dando sopa, se não vai sobrar só a Dilma. Aih é ruim... kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. O mais honesto do Brasil. Preteou o olho da gateada.

    ResponderExcluir
  4. Dizem que os petralhas graúdos e grandes ladrões e seus advogados estão DESESPERADOS, porque os LARANJAS que eles tinham para guardar seus roubos se apavoraram e se MANDARAM A LA CRIA, se mandaram para locais muito além de onde Judas perdeu as botas com toda a grana roubada!

    ResponderExcluir
  5. Dra. Gabriela Hardt, antes do início da audiência na próxima semana, sugiro a Vossa Excia tomar um antiácido estomacal.

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.