Grupo de ativistas invade antiga escola em Porto Alegre


O movimento protege mulheres vítimas de violência, mas age com violência na ocupação de imóveis públicos.

Integrantes de um grupo chamado Ocupação Mulheres Mirabal, ligada ao Movimento de Mulheres Olga Benário (Olga Benário foi mulher do líder comunista Luiz Carlos Prestes), invadiram e ocuparam na madrugada de quinta para sexta-feira o prédio onde funcionava a Escola Benjamin Constant, no bairro São João, na zona Norte de Porto Alegre. 

Uma parte das ativistas também ocupa o imóvel que invadiu, na rua Duque de Caxias, no Centro. Isto foi em 2016 e a Justiça já determinou a desocupação várias vezes.

A prefeitura deu prazo para que as mulheres saiam do local em 48h, já que por lei o imóvel destina-se a implantar uma escola municipal.

4 comentários:

  1. Gado mandado PETRALHA...

    LEVANTA MITO VAMU PRA GUERRA!!

    ResponderExcluir
  2. Esqueceu de dizer que são lulopetistas e que vamos fuzilar eles!

    ResponderExcluir
  3. a olga foi assassinada por um deles mesmo, kkkk, essa esquerda so' tem humorista, kkkkkk

    ResponderExcluir
  4. essa "olga benário" é a comunista que veio comer no brasil?

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.