STF decide que Enem não pode dar nota zero para quem falar mal dos direitos humanos

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, negou neste sábado (4) um pedido da Procuradoria Geral da República (PGR) e da Advocacia Geral da União (AGU) para permitir ao Ministério da Educação (MEC) dar nota zero a redações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com teor ofensivo aos direitos humanos, informou a assessoria da Corte.

Na prática, a decisão de Cármen Lúcia mantém decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) do último dia 25 que proíbe anular a redação contrária aos direitos humanos e permite somente o desconto de no máximo 200 pontos (de um total de 1.000).

16 comentários:

  1. É isso aí, ministra! Em nome dos direitos humanos, a esquerdalha pretendia impedir a livre expressão de pensamento dos estudantes.

    ResponderExcluir
  2. "Direitos humanos"...a arma dos vermelhinhos para impor censura ideológica.

    ResponderExcluir
  3. Kkkkk a decisão do juiz não era absurda editor? Kkkkk

    ResponderExcluir
  4. FAÇANHA, o ADVOGADO do POVO.4 de novembro de 2017 15:21

    Vivemos em um Mundo Orwelliano! Na Alemanha dizer que o holocausto é um mito dá cadeia; no Brasil o cidadão sem antecedentes pego armado vai em cana; tomar um chope e dirigir um automóvel, também é crime no Brasil; as grandes redes de farmácia prosperam graças a obrigatoriedade de dois farmacêuticos em cada loja, o que inviabiliza o pequeno estabelecimento, pela redução da margem de lucro, - além de onerar os medicamentos; a importação de cigarros é proibida, mas a venda dos nacionais é livre, pois a proibição visa eliminar a concorrência aos "mata ratos" da P.Morris e Souza Cruz. Vivemos numa PSEUDO DEMOCRACIA e num CAPITALISMO de COMPADRES.

    ResponderExcluir
  5. O Estado querendo punir quem não é politicamente correto é o horror.
    A herança petralha é o horror!

    ResponderExcluir
  6. O STF é agora poder executivo.. tudo passa por ali.. realmente tudo.. poder executivo dos esquerdinhas apeados do poder...Uma sugestão aos velhinhos ...regulamentar papel nos banheiros azul para homens, rosa para as mulheres, branco para quem ainda não decidiu e arco iris par aqueles já decididos....o que estão esperando ???? complementando.... preto não pode.. recentemente deu chabu num comercial com uma famosa atriz....

    ResponderExcluir
  7. Estamos em plena recessao. Este é o tipo da discussao que nao leva a lugar nenhum. Mas QUANTO CUSTOU A MANIFESTACAO DO JUDICIARIO? Como se nao existesse acoes esperando cinco, dez ou mais anos esperando solucao!

    ResponderExcluir
  8. Como quanto custou decidir? Custou mais um pedaço de liberdade!Não se trata de proteger o aluno que errou. É mais um passo para a escola sem partido e para proteger a liberdade de consciência, que os esquerdopatas só apoiam se for a favor deles.

    ResponderExcluir
  9. A Ministra do STF tem que perder tempo, tempo é dinheiro, com estulticias.Brasil, País de Tolos. Pior que o brasileiro ainda vomemora, é de chorar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc está equivocado. Esse assunto é realmente assunto para o STF, porque envolve direitos e garantias constitucionais. O STF perde muito tempo com julgamento de besteiras, mas este não é o caso.

      Excluir
  10. “A estultícia está ligada ao coração da criança, mas a vara da correção a afugentará dela” (Provérbio 22:15).A Ministra aplicou a vara da correção nessa estulticia.

    ResponderExcluir
  11. A ministra não cedeu ao patrulhamento do politicamente correto e preservou a liberdade de expressão. Boa!

    ResponderExcluir
  12. Ou seja, querem "avaliar" o pensamento politico do candidato ou a forma que ele escreve?

    ResponderExcluir
  13. Pelo menos desta dez não conseguiram fazer passar a punição para crime de opinião nesse país. Queriam criminalizar a opinião de quem é contra essa ditadura ridícula e fracassada chamada “politicamente correto”, que busca unicamente transformar pessoas decentes em culpados enquanto idolatra o que não presta. Temos que nos unir para tornar crime a disseminação de símbolos comunistas como foice e martelo, assim como já é com a suástica. Tratamento igual para criminosos idem. Ouviu, petralhada vagabunda imprestável?

    ResponderExcluir
  14. "Um gigantesco filtro ideológico de acesso ao ensino superior" - O Antagonista

    https://www.oantagonista.com/brasil/um-gigantesco-filtro-ideologico-de-acesso-ao-ensino-superior/

    ResponderExcluir
  15. Não temos executivo e nem legislativo, até essa pequenas piquinhas vai parar no supremo.Cadê o Ministro da Educação que deveria abortar no nacedouro essa excrescência? O Brasil virou um país de homens acovardados perante o politicamente correto e ideologias atrasadas.Brasil, País de Tolos.

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.