Família Gerdau decide sair do comando executivo do grupo do RS.

No ano passado, André Gerdau foi conduzido coercitivamente para depor.

Um dia depois que a revista Época divulgou a notícia sobre a confirmação do envolvimento dos Gerdau na Operação Zelotes, a família Gerdau anunciou em fato relevante que está deixando o comando executivo da empresa.

Isto atinge o próprio presidente, André Gerdau, filho de Jorge Gerdau.André chegou a ser ouvido, ano passado, pela Policia Federal.

A decisão acabou de ser comunicada aos investidores por meio de um fato relevante. 

Sócio da gestora de fundos Quantitas, Wagner Salaverry, ouvido pela jornalista Giane Guerra, Rádio Gaúcha, disse que a decisão surpreende:

- Não ter um representante da família no comando dos negócios é algo diferente para um grupo familiar com tanta história. Mencionam no comunicado que este é "um importante passo na evolução da Governança Corporativa". É possível supor que vem mais por a í?

8 comentários:

  1. É MUITO SIMPLES ENTENDER.
    QUANDO OS NEGÓCIOS IAM BEM E ERAM CONSIDERADOS EXEMPLOS DE COMPETÊNCIA E GESTÃO, DAI ERA BOM ESTAR NA VITRINE.
    DEPOIS QUE A MÁSCARA CAIU E A VERDADE VEIO A TONA, DAI SE CRIAM JUSTIFICATIVAS ABSTRATAS E SEM SENTIDO APENAS PARA SE AFASTAR DO OLHO DO FURACÃO.

    ResponderExcluir
  2. devem estar financiando a caravana do Lula para ver se ele volta em 2018 e tira todos os picaretas das mãos da justiça

    ResponderExcluir
  3. QUANDO SE TEM O RABO PRESO O MELHOR A FAZER É SAIR DE CENA PRA VER SE TE ESQUECEM.

    ResponderExcluir
  4. QUANDO SE TEM O RABO PRESO O MELHOR A FAZER É SAIR DE CENA PRA VER SE TE ESQUECEM.

    ResponderExcluir
  5. Decisão mais midiática do que propriamente um passo para 'governança corporativa', analistas sérios e competentes sabem disso.

    ResponderExcluir
  6. RBS é a próxima...

    ResponderExcluir
  7. a familia saiu do controle da quadrilha entao seu polibio? kkkkk

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.