Agentes penitenciários colocam-se em estado de greve em todo o País

A Federação Sindical Nacional dos Servidores Penitenciários, Fenaspen, decretou estado de greve ainda há pouco.

E avisou que as penitenciárias de todo o País vão parar no dia 1'5 de março.

A Fenasp quer a criação da Polícia Penal Federal, Estadual e Municipal.

11 comentários:

  1. NarcoEstado... era de fato, agora é de direito!!!

    ResponderExcluir
  2. Vamos bombardear os presídios.


    CHEGA DE SUSTENTAR ESTES TRAFICANTES.

    ResponderExcluir
  3. Quando é que vão decretar Medidas de Guerra, no Estado de Guerra Civil da Bandidagem em que vivemos???

    ResponderExcluir
  4. A Venezuela está chegando. Aviso aos Marajás que se locupletam com o dinheiro público. Vocês se cuidem. E não adianta fugir...

    ResponderExcluir
  5. O sistema prisional nunca foi levado a serio pelos governos.
    O resultado esta aí.
    Políticos são incompetentes

    ResponderExcluir
  6. A BANDIDAGEM AGRADECE .!!!

    ResponderExcluir
  7. Só trabalham dois dias por semana, emprego vitalício, aposentadoria especial, adicionais, pacotes de horas extras...
    A greve deve ser para trabalhar um dia por semana ou para "trabalhar" sem precisar sair de casa.

    ResponderExcluir
  8. Não há dinheiro para construir presídios porque o dinheiro extorquido dos contribuintes se perde em corrupção e privilégios de diversas corporações estatais.

    ResponderExcluir
  9. VENHO FALANDO A SÉCULOS:JÁ PASSOU DA HORA DO EXÉRCITO VOLTAR PARA COMANDAR O FALIDO BRASIL.IMAGINA SE NO TEMPO DOS MILICOS IA TER ESTAS MALDITAS GREVES,BANDIDAGEM...NUNCA...EXISTIA O RESPEITO E O MEDO...EXÉRCITO JÁ!!!! A ÚNICA SALVAÇÃO DO PAÍS...A ÚNICA...QUERO VER A DILMA E O LULA TOMAREM PAU DE NOVO...

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.