MPE acusa vereador Bins Ely por falsificação da sua própria assinatura

O vereador quer que o MPE prove que ele falsificou sua própria assinatura.

Foi aceita ontem a denúncia do Ministério Público contra o vereador Márcio Bins Ely, PDT de Porto Alegre, acusado de falsificação de documentos públicos. A juiza do caso é a titular da 11a. vara Criminal, Fernanda Haas.

O promotor Flávio Duarte disse na denúncia que Ely exigiu assinar de próprio punho as Declarações Municipais Informativas das Condições Urbanísticas de Ocupação do Solo, DMs, quando ele era secretário municipal do Planejamento, tentando valorizar-se politicamente. O caso ficou mais grave e virou crime quando o auxiliar do secretário, Juliano Jacobsen, passou a falsificar a assinatura dele, visando ganhar tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.