GVT promove novo colapso dos seus serviços de telefonia fixa, celular e internet em Porto Alegre

O colapso nas linhas de telefone fixo, celular e internet da GVT, atualmente sob controle da Vivo, é recorrente em Porto Alegre.

O furacão de sexta-feira apenas amplificou o péssimo serviço da companhia.

Que só piorou depois que foi para o comando da Vivo.

8 comentários:

  1. Desde que a GVT foi vendida para a Telefonica(vivo) a qualidade do serviço caiu muito.
    Pior é que tinha avisado a familiares que isso iria acontecer mas qual seria a alternativa? A Oi?
    Tamos ferrados.

    ResponderExcluir
  2. Caro editor, me causa espanto esta sina contra a GVT. Ora, Porto Alegre foi abatida por um evento climático impar, onde servições básicos deixaram de existir. Ainda tem gente sem luz e, hoje, já é segunda feira. Promova um jornalismo com maior responsabilidade. Serviços da GVT, Net, OI, todos foram combalidos pele temporal. No meu predio a GVT foi a primeira a restabelecer os serviços de telefonia. Ainda aguardo a internet e tv. Tenho vizinhos de outras operadoras que estão sem serviço algum. Portanto, diante do ocorrido tenha a santa paciência e , como dizem na cidade onde nasci, vai cachimbar formiga, ou se preferir, vai visitar a Renner, do Moinhos Shopping, as 15:35 e contar quantos clientes tem por lá.
    Que triste fim de um profissional. Troca de operadora e para de encher o saco.

    ResponderExcluir
  3. Reverbero tuas palavras, Políbio, a GVT, antes excelente, agora, pós vivo, é um lixo, serviço péssimo...

    ResponderExcluir
  4. Lá em casa a GVT caiu (internet) durante o temporal e já no sábado pela manhã havia retornado. A tv sequer caiu. Muito diferente de outras operadoras. O editor podia poupar nossa inteligencia de seus comentários em relação às operadoras.

    ResponderExcluir
  5. A GVT depois de ser assumida pela VIVO, não piorou ... DESPENCOU !!!
    Infelizmente voltamos à era de "O cliente é um mero detalhe"
    A VIVO / GVT também passou a ser é empresa "não séria" !!!

    ResponderExcluir
  6. Gostaria de ver meu comentário sobre a NET publicado. A NET sim é um lixo, fiz uma portabilidade da GVT para a NET e vou desfazer.
    Ficamos aqui num prédio da Anita G 48 horas sem telefone, sem internet e sem TV.
    Isto não é temporal, é falta de infra-estrutura adequada para atender seus clientes. Qualquer chuvinha de m...o sinal cai.
    No Zaffari Higienópolis, há poucos metros daqui, tudo funcionava já no sábado pela manhã.
    Esta GVT deve criar vergonha na cara.

    ResponderExcluir
  7. O Editor tem plena razão, pois estou sem internt (GVT) desde o dia 28/01, portanto antes do temporal que aconteceu na capital.
    Ja fiz quatro protocolos de reclamação e a unica coisa de as atendentes (coitadas que não tem nada a ver) fazem e pedir desculpas em nome de uma prestadora de serviços incompetente.
    Agora estão se valendo da tragédia de sexta à noite para justificar o péssimo atendimento.
    Teria que ser proibido uma operadora comprar a outra para não ser formado os cartéis hoje existentes.

    ResponderExcluir
  8. Sou cliente da GVT há muito tempo e fazia propaganda da qualidade dos seus serviços. Mas essa qualidade desapareceu desde que passou a ser uma empresa da Vivo. Aconteceu a mesma coisa quando a Oi passou a controlar a BrasilTelecom. Ou seja, essas operadoras de telefonia móvel são "excelentes" quando se trata de prestar um péssimo serviço. O pior é não ter para onde correr. É questão de tentar escolher o "menos pior", como quase tudo nesse país...

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.