Senado e Câmara vão esta tarde a Santa Cruz para audiência pública sobre o escândalo do Pronaf

Santa Cruz do Sul e o todo o Vale do Rio Pardo estão em polvorosa com a reunião desta tarde.  A mobilização é enorme. Esperam-se fortes emoções. 6.300 pequenos agricultores foram lesados. O golpe já é estimado em r$ 80 milhões. Pelo menos 10 colonos já se suicidaram diante da vergonha de não poder pagar empréstimos que não tomaram. A mídia estadual parece ignorar as dimensões do drama político, econômico e humano. A Câmara de Vereadores local faz toda a organização do encontro e participa ativamente de tudo. O escândalo do Pronaf envolve lideranças estaduais e locais do PT, que já respondem a investigações do MPF e da Polícia Federal. 

A audiência pública em Santa Cruz do Sul, com o objetivo de tratar da denúncia de desvio de dinheiro do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) no Rio Grande do Sul, será nesta sexta-feira . O encontro terá início às 14h, no auditório da Faculdade Dom Alberto, e será realizado em conjunto pelo Senado, por iniciativa da senadora Ana Amélia (PP-RS), e pela Câmara dos Deputados, por solicitação do deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS).
O objetivo é seguir cobrando explicações sobre as denúncias e exigindo investigação rigorosa nesse caso grave, além de garantir transparência ao importante programa de fortalecimento da agricultura familiar no País. Mais de 6,3 mil pequenos produtores teriam sido vítimas da fraude, com suspeita de movimentar cerca de R$ 80 milhões. A parlamentar será representada no encontro pelo chefe de gabinete, Marco Aurélio Ferreira.
Além dos produtores supostamente lesados na região, foram convidados a participar da audiência o ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, os vereadores de Santa Cruz do Sul, Wilson Rabuske, coordenador do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), e Maikel Ismael, o ex-presidente da Associação Santa-Cruzense dos Pequenos Agricultores Camponeses (Aspac), Perci Shuster, o presidente do Sindicato Rural de Santa Cruz do Sul, Marco Antonio dos Santos, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santa Cruz do Sul, Renato Goerck, o presidente da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Benício Albano Werner, o presidente da Cooperativa Mista dos Fumicultores do Brasil (Cooperfumos), José Gilberto de Oliveira Tuhtenhagem, e representantes da Polícia Federal e do Banco do Brasil.
O Senado já realizou no último dia 13, na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária

ENTENDA: desde 2012, a Polícia Federal (PF) investiga denúncias levada à Delegacia da Polícia Federal de Santa Cruz do Sul que apontam suspeitas de desvio de recursos destinados ao Pronaf. A PF quebrou o sigilo de 107 contas bancárias e apontou que 26 mil depósitos foram responsáveis pelo repasse de R$ 104 milhões no período de 2006 a 2012. Pelo menos R$ 79 milhões eram do Pronaf. A Operação Colono, como ficou conhecida a investigação, produziu um inquérito enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) por suspeita de envolvimento de um deputado federal com foro privilegiado, Elvino Bohn Gass (PT), reeleito neste ano.

6 comentários:

  1. quem sabe desta vez os botocudos aprendam que não se faz negócios com petralhas.

    ResponderExcluir
  2. E os pelegos que controlam a mídi gaúcha, bem quietinhos...

    Não é, Rosane Oliveira e LF Veríssimo?

    ResponderExcluir
  3. E o ex-Ministro Pepe Vargas não vai comparecer para dar apoio aos colonos. Ele era o Ministro em boa parte do período quando aconteceu tudo isso. Ele sempre se dedicou a proteger os menos aquinhoados(termo de comunista) e agora onde ele anda????? Tem que convidar o médico que tem a mania de ser expert em desenvolvimento agrário....é isso que dá...colocar médico que acha que sabe administrar alguma coisa....depois fica escondido para não dar o seu testemunho. Duvido que ele não sabia o que estava acontecendo.....Chama o Pepe......

    ResponderExcluir
  4. Chama o Pepe, o Marco Maia, o Fontana, o Pimenta, a cambada toda.

    ResponderExcluir
  5. -Cada "enxadada" uma minhoca. Marca do PT.

    ResponderExcluir
  6. Com o pelego LFV só da certo se
    for submetido a terapia do joelhaço ou colocar brasa incandescente no forame anal do bruto, é o único jeito que pode dar certo com o pançudo
    comunista e fazê-lo acordar daquele ar debochado paquidérmico.

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.