Pedro Simon fará dia 10 seu discurso de despedida no Senado

Pedro Simon já alinhavou o discurso de despedida do Senado que fará no dia 10 de dezembro, 14h. Ele deixará a Casa no dia 31 de janeiro, quando completará 85 anos.


10 comentários:

  1. JÁ FEZ SUCESSOR AGORA ESTÁ TRANQUILO, COMO ESTÁ NO VELHO TESTAMENTO TEM QUE ACABAR ATÉ SÉTIMA GERAÇÃO.

    ResponderExcluir
  2. Ja vai tarde boca de ouro mas deixou o filho inutil para nos incomodar.Filho que nunca trabalhou na vida vivendo de CC no estado.E uma vergonha estes filhos de politicos terem tido a melhor formaçao academica e se sujeitarem a vidinha que levam dependendo do estado sem nada produzirem.

    ResponderExcluir
  3. -enquanto isso o senado vai sendo tocado por Renan's, Sarneis, Humbertos, Collors, Gleycis, Jucas da vida. Cada povo tem os representantes que merece. Senado puro sangue (opa "sugas")

    ResponderExcluir

  4. Chega ! Só conversou fiado nestes anos todos !!!
    Apontem um projeto que beneficiou o RS !
    Nenhum.....

    ResponderExcluir
  5. Nossa! O Brasil com tantos e tantos problemas para serem debatidos ainda tem gente para ocupar o tempo para discurso de despedida, pega o bone e vai embora.
    Eta pais de 3o mundo !!!!

    ResponderExcluir
  6. Será que alguém irá ouvir esse parlapatão?

    ResponderExcluir
  7. Anônimo das 12:23, prefiro mil vezes a presença do senador Collor de Mello do que essa nulidade do boquirroto chamado senador Pedro Simon. Em tempo: Collor foi injusta e criminosamente defenestrado do poder, como foi revelado posteriormente pela justiça. Pedro Simon foi um dos algozes de Collor. O velho responderá a Deus pela sua monumental cagada contra um colega inocente.

    ResponderExcluir
  8. >>

    Já vai tarde!! Esse sujeito foi uma das maiores farsas que apareceram no Congresso.

    Sua atuação foi pior que a daquele populista e demagogo inútil que ainda continua senador, o petralha Paulo Pain.

    Um fisiológico que NUNCA FEZ ABSOLUTAMENTE NADA DE ÚTIL PARA NÓS, GAÚCHOS.

    Como presente de despedida, foi derrotado por nulidades como Olívio Dutra e Lazie Martins.

    Deixa um histórico de aparente honestidade, o que não é nenhuma virtude, porque honestidade é OBRIGAÇÃO de todo cidadão!

    Hasta la vista, baby!

    <<

    ResponderExcluir
  9. REALMENTE, Ele tem muito a dizer. DIZER como o BRASIL mudou no curso histórico de sua estadia politica.

    Eu, no seu lugar, me calaria. O silêncio é a escolha dos honestos perante os "picaretas" do Lula no Congresso.

    O que dizer aos que desviaram dinheiro, ainda não condenados?


    ResponderExcluir
  10. "honestidade", anônimo (23:18)? Pedro Simon é um dos algozes de Collor. Que eu saiba, ele não pediu desculpas ao senador Collor de Mello. É o mínimo que se esperaria do parlapatão senador gaúcho, depois dessa CAGADA.

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.