CPI dos Black Blocs produz relatório covarde e não identifica os delinquentes que vandalizaram a Câmara de Vereadores de Porto Alegre

Eles se pelaram em pleno plenário ocupado para materializar a intenção de desmoralizar a instituição, mas os vereadores da CPI não quiseram identificá-los e responsabilizá-los pela invasão, depredação, espancamentos, orgias sexuais, sessões de drogas, furtos e cassação dos seus mandatos durante dez dias. 


Foi uma má surpresa o relatório apresentado nesta quinta-feira pelo vereador Márcio Bins Ely, PDT, relator da CPI dos Black Blocs, a organização criminosa que invadiu a Câmara de Porto Alegre no dia 10 de julho do ano passado. Márcio Bins Ely e seus colegas da CPI não tiveram coragem de identificar e responsabilizar nominalmente os delinquentes políticos que invadiram e nem seus colegas vereadores que cassaram seus mandatos durante dez dias. Todos ficaram impunes e nem sequer foram advertidos pela CPI, escapando das sanções penais, civeis e éticas que seriam inevitáveis.

. Com isto os vereadores da CPI tornaram-se cúmplices do terrorismo em Porto Alegre.

. Foram 300 pessoas, que com o apoio de vereadores como Fernanda Melchiona, PSOL, Maurício Sgarbosa, Sofia Cavedon e Koppitke, PT, e João Derly, PCdoB, espancaram vereadores, jornalistas e servidores, furtaram objetos, vandalizaram instalações e transformaram o ambiente num cenário de consumo de drogas e de orgias sexuais, produzindo prejuízo de R$ 2 milhões para os contribuintes.

. A CPI responsabilizou dezenove instituições pelo apoio logístico (apoio político público, carro, alimentação, material publicitário, equipamentos) aos 300 bandoleiros, mas não identificou sequer seus dirigentes, passando esta tarefa para o Ministério Público e a Polícia:

1) CPERS SINDICATO – CENTRO DE PROFESSORES DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
2) AGAPAM – ASSOCIAÇÃO GAÚCHA DE PROTEÇÃO AO AMGIENTE NATURAL
3) NÚCLEO AMIGOS DA TERRA BRASIL
4) ASSOCIAÇÃO DOS GEÓGRAFOS BRASILEIROS
5) ASSUFURGS - ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA UFRGS
6) SINTECT/RS – SINDICATO DOS TRABALHADORES DOS CORREIOS
7) SIMPE-RS – SINDICATO DOS SERVIDORES DO MINISTERIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL 30
8) SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE PORTO ALEGRE E REGIÃO
9) SIMPA – SINDICATO DOS MUNICIPÁRIOS DE PORTO ALEGRE
10) SINDSEPE/RS – SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO RIO GRANDE DO SUL 11)SINDISERF – SINDICATO DOS SERVIDORES FEDERAIS DO RIO GRANDE DO SUL 12)SINDPPD – SINDICATO DOS TRABALHADORES EM PROCESSAMENTO DE DADOS DO RIO GRANDE DO SUL 13)IAB/RS – INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL, DEPARTAMENTO DO RIO GRANDE DO SUL 14)CAAR - CENTRO ACADÊMICO ANDRÉ DA ROCHA DA FACULDADE DE DIREITO DA URFGS 15)AGETRA/RS – ASSOCIAÇÃO GAÚCHA DOS ADVOGADOS TRABALHISTAS 16)FENASP – FEDERAÇÃO NACIONAL DOS SINDICATOS DOS TRABALHADORES EM SAÚDE, PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL 17)SINDIPREV RS – SINDICATO DOS TRABALHADORES EM SAÚDE, TRABALHO E PREVIDÊNCIA 18)DCE da UFRGS - DIRETÓRIO CENTRAL DE ESTUDANTES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL
19)DCE da PUCRS - DIRETÓRIO CENTRAL DE ESTUDANTES DA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL

. Estas 19 organizações que promoveram a invasão e a ocupação da Câmara:

a) Federação Anarquista Gaúcha
b) Frente Nacional dos Torcedores
c) Frente Autônoma
d) Frente de Cultura Libertária da Azenha
e) Coletivo “vamos a luta”
f) Desobedeça GLBT de Porto Alegre
g) Unidos Para Lutar
h) CST PSOL
i) Movimento Autônomo Utopia e Luta
j) Coletivo Kzomba
k) Coletivo de Estudantes Negros Negração
l) Revista Sinal de Menos
m) Movimento Mudança da Juventude do PT
n) Coletivo Resistência Socialista
o) Militantes do PSTU
p) Professores da rede de ensino estadual
q) Servidores da Câmara Municipal de Porto Alegre e de gabinetes parlamentares

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do relatório.

17 comentários:


  1. BOCÂO DIZ:

    COMO A CPI DA CÃMARA NÃO IDENTIFICARAM OS BANDIDOS DAS FARC.
    A CADA ATAQUE ESTA BANDIDAGEM MUDA DE VESTIMENTAS, CABELO, BARBA, BIGODE, ETC. ETC...
    ESPERO Q OS SERVIÇOS DE INTELIGÊNCIAS DAS POLICIAIS DESCUBRAM ISTO. QUEM TRABALHA NO RAMO SABE DISTO.

    ResponderExcluir
  2. Porto Alegre se tornou a cara do RS : UMA GRANDE BOSTA COMUNISTA !

    RS, o estado-caranguejo, eternamente alienado pela imprestável mídia gaúcha !

    ResponderExcluir
  3. O fato de usarem máscaras já é suspeito. Não sei porque, mas a palavra sindicato lembra PT.

    ResponderExcluir
  4. ATÉ O SIMPA? PENSEI QUE ERAM ELEITOS PARA REPRESENTAREM OS MUNICIPÁRIOS, APESAR QUE EM SUA MAIORIA SÃO VAGABUNDOS CONHECI MAIORIA DELES COM RARAS EXCEÇÕES NUNCA TRABALHARAM,QUANDO O PT ERA GOVERNO ELES MANDAVAM COMO CHEFES. OBS. CHEFE DE GABINETE POIS A UNICA COISA QUE APRENDERAM FOI ABRIR PORTA SEM BATER E ATENDER TELEFONES.


    EDUARDO MENEZES

    ResponderExcluir
  5. Como podemos ver os indiciados certamente estão sendo injustiçados, pois são altamente civilizados, se comportam sempre como cidadãos de primeiro mundo e nem sequer estavam em Porto Alegre nos dias dos crimes. Isto deve ser mais um golpe da direita ultra radical que faz os nazistas parecerem amadores!

    ResponderExcluir
  6. A maioria dos indicados são sindicatos que vivem de recursos tomados, obrigatoriamente, dos trabalhadores. As pessoas não se dão conta de que utilizam seus recursos para ações contra si próprias.

    ResponderExcluir
  7. O que fazem professores, que tem a funcao de ensinar criancas e adolescentes, ao lado de celeradoes e usuarios de canabis como esses grupelhos?

    "Desobedeca GLBT Porto Alegre"
    "Movimento Kzomba" "Frente Nacional de TOrcedores" "Negros Negracao" - sao tao estupidos que os proprios nomes ja sao piadas prontas.

    Os gauchos em particular tem uma tendencia a cometer suicidio social. Impressionante esses grupos, que tipo de low lifes vai militar nesses lixos? Sera so efeito de drogas ou sao realmente mentecaptos?

    Em resumo, uma bela duma enxada e um lote pra carpir. Eh a solucao pra esses caras.

    ResponderExcluir
  8. Essa omissão em apontar a responsabilidade direta de alguns vereadores pelo q houve, não é uma forma de prevaricação?
    Uma vez que as presidências da Câmara e da CPI sabem de um fato criminoso cometido por um vereador e não o denunciam à autoridade competente, certamente estão prevaricando. E devem ser punidos.
    Qualquer cidadão poderá denunciar esses "abafadores".

    ResponderExcluir
  9. Polibio, essa é a mentalidade de Porto Alegre - a capital do outro mundo, fora de órbita - e essas organizações de meia-dúzias industrializadas, suas lideranças, como sinuelos.

    ResponderExcluir
  10. Tudo muito legal, mas e a CPI do transporte público?
    CPI pra culpar meia dúzia, tem.
    Agora CPI de uma questão tão importante e crucial pra população fica pra depois?

    ResponderExcluir
  11. Gente, tem toda uma aula de sensacionalismo aqui:

    "espancaram vereadores, jornalistas e servidores, furtaram objetos, vandalizaram instalações e transformaram o ambiente num cenário de consumo de drogas e de orgias sexuais, produzindo prejuízo de R$ 2 milhões para os contribuintes"

    ResponderExcluir
  12. Aí está a nossa querida Vanguarda do Atraso, todos os suspeitos de sempre, os velhos paus mandados de organizações extremistas que usam a democracia para sugar o sangue de quem trabalha e depois lhes cuspir na cara. Mas, felizmente, esse povinho aí não engana mais ninguém além das macacas de auditório universitárias e os sindicalistas vagabundos. Como disse outro comentarista, falta é dar uma enxada para cada um deles ir aprender o valor do trabalho.

    ResponderExcluir
  13. É a reedição guasca do filme "Sem Saída" (1987) com Kevin Kostner.

    ResponderExcluir
  14. Anônimo das 10:00, esse blogue é um exemplo de antijornalismo e contrapropaganda.

    ResponderExcluir
  15. Procure uma enxada para capinar e uma pia cheia de louça suja para lavar, anônimo comuna das 13:28.

    Idem para o das 10:00, se não forem as mesmas criaturas.

    ResponderExcluir
  16. Salvei a lista em meus arquivos!

    Lembreme-nos SEMPRE deles, na hora de escolher os candidatos políticos!

    Diz-me com quem andas e te direi quem és!


    Almirante Kirk

    ResponderExcluir

Prezado leitor: o seu comentário é de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o Marco Civil da Internet. O fato de ser utilizado o anonimato, não o exime de responsabilidade, porque a qualquer momento seu IP pode ser levantado judicialmente e a identidade do autor surgirá de maneira clara. O editor apenas disponibiliza sua via, sua estrada, para que o leitor utilize-a, mas não tem qualquer responsabilidade em relação aos conteúdos aqui disponibilizados.