Copom reduz juros básicos para 10,25% ao ano

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu nesta quarta-feira (31) reduzir a taxa básica de juros da economia brasileira, a Selic, de 11,25% para 10,25% ao ano. Foi o sexto corte seguido na taxa.

Em 10,25%, os juros recuam ao menor patamar desde o início de 2014, ou seja, em três anos e meio.


A previsão do mercado financeiro é que a taxa básica de juros da economia continue a recuar nos próximos meses e chegue a 8,5% ao ano no final de 2017.

Artigo, Pedro Lagomarcino - Rasgarama Constituição de novo

Os cidadãos brasileiros de bem não têm mais costas.

Têm "peneiras".

É uma facada atrás da outra.

Os Senadores que integram a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado Federal cravaram, não facas, mas várias lanças nas costas do povo brasileiro, aprovando a PEC 67/2016 da esquerdalha, no sentido de se antecipar, de forma manifestamente INconstitucional, as eleições diretas presidenciais, antes de outubro/2018, antes do julgamento da chapa-suja PT-PMDB de Dilma & Temer no TSE (marcado para dia 06-06-2017) e sem sequer terem se pronunciado sobre a decretação do Estado de Defesa, nos estritos termos do art. 136, da Constituição.


Eis o que consta neste dispositivo.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Governo gaúcho consegue quitar 79% da Folha até este dia 31

O governo estadual gaúcho fechou o mês com a integralização dos salários de 75%$dos servidores do Executivo, conforme nota deste final de tarde.

Houve mais um depósito, desta vez de R$ 600,00, totalizando R$ 4 mil líquidos por matrícula.

No total são 344 mil matrículas (ativos, inativos e pensionistas).

A Folha do Executivo, este mês, irá a R$ 1,1 bilhão, líquidos.

A receita total líquida do governo estadual foi a R$ 2,5 bilhão em maio, com despesas de R$ 3 bilhões, portanto déficit real de R$ meio bilhão.

Criada, CPI do BNDES ainda não tem integrantes

Líderes não indicam senadores para investigar financiamentos

Até agora os líderes dos blocos partidários não fizeram uma indicação sequer para compor a CPI do BNDES no Senado, que vai investigar irregularidades no farto financiamento do banc. 

A CPI vai investigar financiamentos do BNDES desde 1997. 

A presidência da CPI do BNDES deverá ser do PMDB. O bloco do PSDB terá três vagas; o do PT, duas. Serão 13 titulares.

Melnick Even Day faturou menos este ano, mas ainda assim vendeu R$ 132 milhões

Mesmo com recessão e com um  sábado muito chuvoso, o Melnick Even Day, sábado, vendeu R$ 132 milhões, com 383 atendimentos, 252 unidades vendidas, com ticket médio de R$  520 mil  reais. 66% das pessoas compraram pelo menos um imóvel. 

No ano passado, a edição faturou R$ 165 milhões. 

Estes dados foram alcançados esta tarde ao editor.

Saiba de que modo o TCE do RS buscou mais proximidade com os gestores do interior do RS

O TCE do RS está classificado como o primeiro em transparência no Brasil. A avaliação é da Estrutura Nacional de Combate à Corrupção e Lavagem, de Dinheiro, Ministério da Justiça.

Ao lado, o presidente atual do TCE, Marco Peixoto.

Muito pouca gente sabe, mas o Tribunal de Contas do RS, TCE, possui não apenas instalações físicas, mas também pessoal em oito cidades do interior, que escolheu como seus braços regionais, tocando suas atividades mais perto dos gestores municipais. Uma nova unidade regional, a nona do interior, sairá antes do final do ano, em Osório, abrangendo todo o Litoral Norte. Muitos profissionais lotados nas regionais acabam sendo chamados para a Capital. Um dos casos mais conhecidos é o do conselheiro Cesar Miola, que foi presidente do TCE na gestão anterior a de Marco Peixoto. As reuniões complementam ferramentas como o Gabinete das Cidades e até mesmo a Escola Superior de Gestão e Controle (este ano, 1.200 diretores de escolas fizeram seus cursos de gestor). O Índice de Efetividade da Gestão Municipal é outra ferramenta de mensuração da efetividade das políticas públicas municipais.

O TCE do RS, 80 anos de existência, possui 800 servidores e orçamento anual de R$ 460 milhões, atendendo os 495 municípios do RS (Prefeituras, Câmaras, órgãos municipais e estaduais). Este ano, oito encontros regionais já reuniram 3 mil prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e gestores municipais de diversas áreas. Mais dois encontros estão programados: Caxias, e Passo Fundo, nos dias 6 e 22 de junho.

Outra novidade deste ano foi a implementação do Gabinete das Cidades, que é pioneiro no gênero, no Brasil.

Nota do editor - O editor convidou-se e visitou o TCE durante duas horas, segunda-feira à tarde.

Os Rocha Loures são quatrocentões bilionários do Paraná.

A empresa dos Rocha Loures.

No jornal Valor o final de semana, Maria Cristina Fernandes destrinchou a história dos Rocha Loures no Paraná e descobriu que a família do ex-assessor do presidente Michel Temer, aquele deputado que foi flagrado com a mala recheada com R$ 500 mil, está no andar de cima desde o século XVIII, conforme trabalho realizado pelos pesquisadores Ana Christina Vanali e Katiano Miguel Cruz, da Universidade Federal do Paraná. O artigo acadêmico foi publicado na revista do Núcleo de Estudos Paranaenses da UFPR em maio do ano passado. O título: “Um exemplo de ‘Old Money’ no Paraná: a família Rocha Loures”. 

A família,bilionária, é dona da Nutrimental (foto). O pai do deputado foi presidente da Federação das Indústrias do Paraná e é uma das maiores fortunas do Estado.

CLIQUE AQUI para ler tudo sobre a família Rocha Loures (o trabalho dos dois acadêmicos está em PDF e basta clicar em cima para ler).

CLIQUE AQUI, também, para ler a reportagem do Valor.

Brasileirio acha que governos Temer e Dilma são corruptos na mesma proporção

O Instituto Paraná Pesquisas quis saber do povo brasileiro se ele acha que o governo Temer é mais ou menos corrupto do que o governo Dilma:

Igual, 59,7%
Mais, 24,8%
Menos, 12,6%
Não abe, 2,9%

Saiba como será, nesta quinta, o início as conversas finais para adesão do RS ao Plano de Recuperação Fiscal dos Estados

Um encontro do secretário da Fazenda, Giovani Feltes, com a equipe da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), nesta quinta-feira, em Brasília, dará início à última etapa das negociações sobre a adesão do Estado ao Regime de Recuperação Fiscal.  “O fato é que precisamos aderir ao plano para ter condições de pagar nossas contas em dia a partir da virada do ano”, avisou o secretário. 

O socorro aos estados e municípios mais endividados prevê a suspensão do pagamento da dívida com a União ao longo dos próximos três anos, exigindo como contrapartida uma série de medidas necessárias para equilibrar as finanças. No caso do Rio Grande do Sul, a carência em 36 meses do serviço da dívida representa um alívio de R$ 9,5 bilhões. 

Diante de um déficit financeiro de R$ 8 bilhões projetados até o final de 2018, a suspensão no pagamento da dívida (que representaria perto de R$ 4 bilhões até o término do atual mandato) não será suficiente para garantir o equilíbrio e por isto o governo insiste com a venda das estatais CEEE, Sulgás e CRM.

O Estado já implementou as principais exigências para aderir à recuperação fiscal. Entre as contrapartidas estão a elevação para 14% da alíquota da Previdência, a limitação do crescimento dos gastos correntes, o que já está previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal Estadual, e a redução em 10% dos incentivos fiscais

Artigo, Marcelo Aiquel - A Constituição e os desiguais

Reza a Carta Magna, no seu artigo 5º (Dos direitos e deveres individuais e coletivos) que: “todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, ...”.
                
Este é um princípio que deveria viger, caso este fosse um país sério. Mas, todos nós sabemos que – em realidade – não é bem assim que funcionam as coisas no nosso pobre Brasil.
                
Nesta semana, por exemplo, estourou a notícia de que o ex-ministro da Fazenda dos governos petistas de Lula da Silva e Dilma Rousseff teria uma conta bancaria – não declarada – no exterior.
                
O senhor Guido Mantega, com sua fala mansa e língua presa, confessou ser o titular da conta (e do dinheiro – cerca de dois milhões de reais) e pediu desculpas ao povo brasileiro por ter escamoteado a falcatrua.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Indústria de máquinas (bens de capital) vendeu 20,6% menos em abril, 25a queda seguida

A receita líquida total dos fabricantes de bens de capital mecânicos do País totalizou R$ 4,8 bilhões em abril, numa queda de 20,6% em relação a março. Na comparação inter-anual com abril de 2016 a redução foi de 10,5% - a 25ª queda consecutiva. No  primeiro quadrimestre deste ano, as vendas foram de R$ 20,1 bilhões, numa queda de 10,0% na comparação com igual período de 2016. A média mensal de vendas em 2017 (R$ 5,0 bilhões) representa o pior resultado da série histórica iniciada em 1999.
          
O balanço foi divulgado hoje e entregue ao editor pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) durante coletiva de imprensa em São Paulo, transmitida online para as regionais da entidade.
          
Na avaliação da ABIMAQ, estes dados indicam ser prematuro apostar numa retomada dos investimentos nestes bens.

CCJ do Senado aprova PEC que manda fazer eleição direta em caso de afastamento de Temer

Caso a PEC seja aprovada, a nova norma constitucional só valerá para o próximo mandato, não atingindo o atual.

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira, por unanimidade, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece eleições diretas no caso do cargo de Presidência da República ficar vaga nos três primeiros anos do mandato. A comissão é a responsável por ver se os projetos apresentados na Casa são constitucionais.

Após a aprovação na CCJ, a proposta será enviada ao plenário do Senado. Se aprovada, a PEC será enviada para a Câmara para avaliação dos deputados federais.

Na legislação atual, no caso de vacância no cargo de presidente e vice, nos últimos dois anos de mandato, em até 30 dias deverá ser realizada uma eleição indireta. Neste caso, os deputados e senadores escolhem o mandatário que ficará no cargo até o final do mandato inicial.

Sartori manda para Assembléia projeto que autoriza plebiscito para privatizar CEEE, CRM e Suulgás

O governador José Ivo Sartori, assinou na manhã desta quarta-feira o projeto que solicita a realização de plebiscito para a privatizar das estatais Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), Companhia Riograndense de Mineiração (CRM) e Sulgás.

A decisão será da Assembléia.

Nessa terça-feira, o governo estadual desistiu de manter em tramitação, na Assembleia Legislativa, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prevê o fim da obrigatoriedade de plebiscito para privatizar estatais, mas a oposição insistiu em não dar acordo para levar a matéria a votação em plenário. Agora foi colocada numa sinuca de bico, já que defendia o plebiscito.

Se a consulta ocorrer em 2017, a data sugerida é 15 de novembro. Se ficar para o ano que vem, o processo deve coincidir com o primeiro turno das eleições. E

84% dos brasileiros desaprovam o governo Temer

Segundo os resultados que registra o Instituto Paraná Pesquisas, o governo Temer é pessimamente avaliado pelos eleitores:

Aprovam - 12,2%
Desaprovam, 84%
Sem opinião, 3,7%

A classificação de ótimo/bom, regular e ruim/péssimo:

Ótimo, 0,9%/ Bom, 5,5%
Regular, 17,1%
Ruim, 20,1%/ Péssimo, 54,7%

Nova pesquisa mostra Lula liderando, mas registra avanços espetaculares de Jair Bolsonaro e João Dória

O cenário mais provável de uma disputa presidencial foi submetido aos eleitores brasileiros pelo Instituto Paraná Pesquisas, apresentando um avanço surpreendente e muito forte do candidato Jair Bolsonaro, que se aproxima cada vez mais do líder, Lula da Silva. João Dória também apresenta números altos.

Eis:

Lula, 25,8%/ Jair Bolsonaro, 16,1%/ Dória, 12,1%/Marina, 11,1%/ Joaquim Barbosa, 8,1%/ Ciro Gomes, 4,3%/ Ronaldo Caiado, 1,6%/ Luciana Genro, 1,5%.

Não sabem, 4,8%, e nenhum, 14,6%, completam o bolo.

A pesquisa também quis saber se os eleitores gostariam de optar por eleições diretas ou indiretas, no caso do afastamento de Temer. Eis os resultados:

Diretas, 90,6%
Indiretas, 7%
Não optaram, 2,3%

CLIQUE AQUI para examinar esta análise feita pelo jornalista Tulio Milman, Zero Hora de hoje, falando justamente no avanço de Bolsonaro.

Delegado Federal morto em Florianópolis não era o responsável pelo inquérito do acidente com Teori

Inicialmente o delegado Adriano foi designado para conduzir o inquérito, mas em seguida o caso subiu para o comando de Brasília. De qualquer modo, era ele quem em Angra monitorava as investigações.

A Polícia Federal acaba de tirar nota, na qual afirma que o delegado Adriano Soares, morto esta madrugada em Florianópolis, não é o chefe da investigação do acidente aéreo que vitimou Teori Zavascki em Angra.

A nota esclarece que o inquérito foi registrado em Angra, mas que corre em Brasília, sob responsabilidade de outro delegado.

Filho de Teori acha que atentado político matou seu pai em Angra

O assassinato do delegado federal que investiga o acidente que matou Teori Zavascki, hoje (leia abaixo) encorpa as denúncias feitas pelo filho do ministro do STF, Fernando, que mora em Porto Alegre.

O filho do ministro Teori Zavascki, Francisco Prehn Zavascki, publicou no final do dia 18 de maio, há poucos dias, um desabafo nas redes sociais, ligando a morte de seu pai à tentativa do PMDB de barrar a Operação Lava-Jato e pedindo o impeachment do presidente Michel Temer (PMDB). Teori morreu em um acidente de avião em janeiro deste ano. De acordo com o relato, seu pai sabia quem estava envolvido no “mar de corrupção” e pode ter sido assassinado por isso.

Segundo ele, quando o PMDB percebeu que as investigações começaram a ficar mais perto dos líderes do partido viu que a única chance era barrar a Lava-Jato. “Para isso, precisava do poder. Derrubaram a Dilma e assumiu o Temer. Do que eles são capazes? Será que só pagar pelo silêncio alheio? Ou será que derrubar avião também está valendo?”, afirmou. O relato de Franscisco foi feito logo após o vazamento das denúncias de que Temer teria sido gravado por Joesley Batista.

O filho do ministro disse ainda que se sente o estômago embrulhar ao lembrar da presença do “cortejo dos delatados” no velório do seu pai. 

CLIQUE AQUI para ler a postagem feita por Francisco.

Artigo, José Nêumanne, Estadão - A República dos compadres.

Chicanas e negaças não impedem o mau cheiro das manobras da máfia que ainda nos governa

Em nossa capital dos convescotes, onde os três Poderes da República confraternizam nos fins de semana e passam os dias úteis conspirando para salvar a própria pele e esfolar a Nação, a máfia dos compadritos – malfeitores portenhos na ficção genial de Jorge Luis Borges – se esfalfa para não ser extinta.

No Poder Legislativo, bocas malditas dão conta à boca pequena de que se conspira para dar de mão beijada aos ex-presidentes José Sarney, Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff (por que não Fernando Collor?) indulgência perpétua para manter Michel Temer solto, caso seja defenestrado, como o major boliviano Gualberto Villarroel – este foi atirado pela janela do Palacio Quemado e linchado pela malta enfurecida, em 21 de julho de 1946. Ninguém espera que Temer seja atirado vidraça afora do Palácio do Planalto, tendo a palavra defenestrado sido usada apenas como um reforço de linguagem, uma metáfora do desejo da quase totalidade da população brasileira, que o prefere sem poder. Mas que saia inteiro, como a rainha da sofrência Roberta Miranda se dirige ao ex-amor no sucesso Vá com Deus. Embora seja mais difícil querer que ele saia íntegro desde a explosão sobre a faixa presidencial da bomba H da delação de Joesley Batista, o marchante de Anápolis que virou tranchã do próspero negócio da proteína animal no mundo.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Delegado Federal que investigava "acidente aéreo" de Teori pode ter sido morto por encomenda

Florianópolis, via WhatsApp

A foto ao lado é de Adriano Estrela, Agência RBS. Ela registra o local, a casa noturna onde os dois delegados foram mortos.

Foi muita gente armada para que o episódio seja interpretado como fato aleatório.

Os dois delegados federais,Elias Escobar e Adriano Antônio Soares, que foram assassinados nesta madrugada em Florianópolis (leia a seguir), faziam um curso na cidade. Eles foram mortos dentro de uma casa noturna localizada no Estreito, o bairro mais populoso da capital. A casa não é de prostituição e pertence a figura conhecida da Capital.

As testemunhas ouvidas pela Polícia civil dizem que os delegados federais discutiram com frequentadores e trocaram tiros.

As suspeitas são de que o incidente foi provocado por assassinos de aluguel, dispostos a matar o delegado Elias, que em Angra dos Reis investigava o "acidente" aéreo que matou Teori Zavascki.

Um dos atiradores que alvejou os delegados foi ferido e levado para o hospital. Ele foi conduzido por um amigo e chegou praticamente junto com o delegado que inicialmente sobreviveu ao ataque. Na própria hora de desembarque, teria atirado novamente no policial, que estava num táxi. Ambos levaram tiros nos peitos.

Delegado Federal que comandava inquérito sobre morte de Teori Zavascki foi assassinado a tiros, esta madrugada, em Florianópolis

Adriano Antônio Soares era chefe da Polícia Federal em Angra dos Reis. Ele outro colega, também delegado federal, foram emboscados e mortos a tiros. 

Os repórteres Ânderson Silva e Caroline Borges, jornal Zero Hora, informam hoje que o delegado morto em Florianópolis comandava inquérito que apurava morte de Teori Zavascki. Os crime aconteceu na madrugada desta quarta-feira. Um dos filhos de Teori acha que o pai foi assassinado para não tocar a Lava Jato.

Os dois delegados da Polícia Federal (PF) assassinados na madrugada desta quarta-feira no Bairro Estreito, em Florianópolis, atuavam no Rio de Janeiro. Elias Escobar e Adriano Antônio Soares estavam na cidade, segundo a assessoria de imprensa da PF, para um curso da instituição. Os dois tinham funções importantes dentro da corporação, principalmente Adriano, que em janeiro foi designado para comandar o inquérito que apura a morte do ministro Teori Zavascki, ocorrida em janeiro deste ano.

A assessoria da PF no Rio de Janeiro foi procurada pela reportagem do jornal Zero Hora, mas ainda não respondeu ao e-mail enviado para comentar o fato.

CLIQUE AQUI para ler toda a reportagem da RBS.

Artigo, Adão Paiani - Servidor é para servir

Adão Paiani*

Quem exerce um cargo eletivo é um servidor público. Assim como os concursados, passa por um processo seletivo que, em tese, deveria escolher dentre os melhores e mais aptos para o que mesmo? Servir ao público! Daí o "Servidor". Infelizmente não é o que acontece na maioria das vezes.

Exatamente por isso é tão oportuna  a recente manifestação do Danilo Gentili,  motivada pelo seu último imbróglio com a Deputada Maria do Rosário (PT/RS), que de tão óbvia é  lapidar: de que os servidores públicos estão aí para nos  servir, e não nós  a eles.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Fenadoce abrirá esta tarde em Pelotas

Abre hoje, 14h, a Fenadoce, Pelotas. O evento, o maior do gênero no País, irá até o dia 18 de junho.

Câmara de Porto Alegre votará, hoje, projeto que congela salários

A Câmara de Porto Alegre votará hoje o projeto que congela a reposição dos salários dos servidores municipais, limitando-as ao índice oficial da inflação.

O prefeito Marchezan Júnior conta com o apoio de 12 vereadores, insuficiente para aprovar sua proposta.

Os servidores prometem emparedar os vereadores na jornada de hoje.

Se delatar Lula, Antonio Palocci poderá ir para casa, trocando de lugar com o líder do PT

O ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, preso desde setembro de 2016, pode passar para o regime de prisão domiciliar se aceitar focar seu acordo de delação premiada no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

Se delatar, Lula será preso.

Para ter seu acordo aceito, Palocci deve ainda focar em banqueiros e empresários, como um dos donos do BTG Pactual, André Esteves, e o ex-dono do Pão de Açúcar Abílio Diniz.

 Antonio Palocci se reuniu apenas uma vez com os procuradores e, na conversa, mostrou-se disposto a entregar políticos com foro privilegiado.

A defesa de Lula afirmou que a Lava Jato "não conseguiu apresentar qualquer prova sobre suas acusações contra o ex-presidente".

Lula, no entanto, não vai alegar que não conhece Palocci.

Joaquim Barbosa, Carmem Lúcia e FHC são os preferidos do povo para o caso de eleição indireta.

O Estadão publica hoje o resultado da pesquisa que mandou fazer para saber quais os nomes que o eleitorado escolheria para suceder Michel Temer em caso de eleição indireta.

Os rês primeiros da lista:

- Joaquim Barbosa, ex-presidente do STF, 24,4%
- Carmem Lúcia, atual presidente do STF, 13,2%
- FHC, 11,9%

Os outros nomes, todos na casa de um dígito, são o ex-prefeIto petista Fernando Haddad, o deputado Rodrigo Maia, Henrique Meirelles, Nelson Jobim e Pedro Parente (presidente da Petrobrás)

A pesquisa é do Instituto Paraná Pesquisas, que submeteu a lista ao crivo dos eleitores.

A maior parte dos nomes alinhados também integram a lista dos preferidos dos próprios congressistas, menos Joaquim Barbosa, Haddad e Pedro Parente.

IBGE anuncia aumento da taxa de desemprego, que agora é de 13,6%

A taxa de desemprego ficou em 13,6% no trimestre de fevereiro a abril, segundo dados divulgados pesquisa Pnad Contínua, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísica (IBGE), nesta quarta-feira. A população desocupada ficou em 14 milhões.

No primeiro trimestre deste ano, a taxa foi de 13,7%. Na comparação com o mesmo período de 2016 (11,2%), o quadro foi de acréscimo (2,4 pontos percentuais).


Já a população ocupada ficou em 89,2 milhões. Em comparação com igual trimestre de 2016, quando o total de ocupados era de 90,6 milhões de pessoas, houve queda de 1,5%, uma redução de 1,4 milhão de pessoas

Alta do índice de confiança empresarial em maio aponta para gradual recuperação da economia

O índice de confiança empresarial subiu 1,2 ponto na passagem de abril para maio, segundo a série com ajuste sazonal divulgada hoje pela FGV. Esta é a primeira divulgação do índice que agrega os dados das diversas sondagens realizadas pela instituição. 

A elevação do indicador refletiu a melhora do componente de situação atual, que subiu 1,1 ponto, e do indicador de expectativas, que passou de 94,7 para 95,0 pontos. 

Esse desempenho da confiança, que vem se recuperando nos últimos meses de forma generalizada, reforça a expectativa de gradual recuperação da atividade econômica ao longo dos próximos trimestres.

Danilo Gentili, ameaçado por Rosário, cutuca de novo: "Vai pagar o advogado com dinheiro da Engevix ?"

Maria do Rosário, a deputada do PT do RS que aparece nas planilhas da Odebrecht com o apelido de "Solução", continua batendo boca com o comunicador e humorista Danilo /Gentili, que parece divertir-se muito com a situação.

CLIQUE AQUI para saber os apelidos de toda a turma que recebeu dinheiro da empreiteira.

No post ao lado, Danilo Gentili parece ter se confundido com o doador de dinheiro sujo que ele cita é a Engevix.

No post, depois de receber ameaça de processo, diz o humorista:

- Mas vai pagar o seu advogado com o dinheiro da empreiteira Engevix ou vai usar o meu próprio dinheiro que paga o seu salário ?

Deputados não costumam contratar e pagar advogados com seu próprio dinheiro, porque preferem usar advogados da Câmara ou até mesmo do Ministério Público.

O editor sabe do que está falando.

JBS faz maior acordo de leniência do mundo. Valor final foi de R$ 10,3 bilhões.

A J&F, proprietária da JBS, empresa comandada por Joesley Batista, fechou com o Ministério Público Federal (MPF) do Distrito Federal um acordo de leniência de R$ 10,3 bilhões. A JBS e seus principais sócios saquearam os cofres públicos com o apoio e cumplicidade dos governos do PT, Lula e Dilma, mais seus aliados e até políticos da oposição, como Aécio Neves. 

O  jornal Folha de São Paulo diz esta manhã que  o acordo deverá ser assinado nos próximos dia, após conclusão das discussões referentes às cláusulas do termo, conforme o relato de procuradores.
De acordo com a Folha de São Paulo, o acordo inclui fatos apurados em cinco operações em que a J&F é alvo. 

CLIQUE AQUI para saber quando começarão os pagamentos e pasra onde irá o dinheiro. 

Governo gaúcho parcela pela 16a. vez salários dos servidores do Executivo

É o 16o mês seguido de parcelamento.

Em mensagem por WhatsApp ao editor, o governo estadual confirmou no fim da tarde desta terça-feira que depositará na manhã desta quarta-feira a primeira parcela dos salários de maio dos servidores do Executivo, de R$ 3,4 mil em valores líquidos para cada matrícula. Com o crédito, 68% dos servidores vão receber em dia. Entre o magistério, esse índice sobe para 82%. 

A Secretaria da Fazenda também vai creditar, amanhã a sexta parcela do 13º salário de 2016, que vai ser pago em 12 vezes.

Esta quarta-feira será novamente dia de tempo fechado e chuvas no RS

Porto Alegre, 8h36min, 17 graus

A Metsul Metereologia informou que esta  quarta-feira será de tempo fechado e instável em todo o território gaúcho. Chove em quase todas as regiões no decorrer do dia. Os volumes mais altos são esperados na Metade Norte, onde está Porto Alegre.

Devido à umidade do ar muito alta, a temperatura pouco varia. 

Porto Alegre deve registrar temperatura mínima de 14ºC e máxima de 18º em um dia chuvoso.