Artigo, Adão Paiani - Nove de junho - O dia mundial da infâmia no futebol

A seleção de futebol da Argentina protagonizou neste sábado (09/06) o mais escandaloso, vergonhoso e abjeto episódio do esporte em todos os tempos.

 Ao negar-se a entrar em campo para enfrentar, em jogo amistoso, a seleção de um país livre e democrático, o Estado de Israel, cedendo a pressões dos criminosos representantes de um país que não existe (Palestina), e dos governos terroristas que os apoiam, desonraram o mais popular esporte do mundo, e deveriam ser impedidos de disputar a Copa do Mundo.

(...)

A lamentável decisão da AFA sinaliza a existência, e permanência, de um antissemitismo latente em setores da sociedade argentina, o que explica aquele sido aquele  o país que mais acolheu ex-criminosos de guerra nazistas depois da Segunda Guerra Mundial, sob a proteção de Juan Domingo Perón, um dos ícones da esquerda latino-americana.


CLIQUE AQUI para ler tudo.