Veja replica delação de Palocci:"Kadafi deu US$ 1 milhão para o PT eleger Lula"

A delação de Palocci reforça as denúncias de que Lula é traidor da Pátria.

A capa da revista Veja deste fim de semana, que já circula em São Paulo, replica delação inédita feita ao MPF pelo ex-ministro e ex-líder petista Antonio Palocci:

- O PT recebeu US$ 1 milhão do ditador líbio Muamar Kadafi, morto em 2011, para a campanha de Lula em 2002.

Veja, em reportagem de capa, mostra foto de Lula com Kadafi. 

Kadafi, como se sabe, foi justiçado pelo próprio povo que roubou e oprimiu.

"A bomba de Palocci", diz Veja. 

É mais uma delação que terá que resultar inevitavelmente na proscrição do PT e na prisão de Lula.

Palocci, segundo a revista, prometeu contar a história no acordo de delação premiada que está negociando.

A lei eleitoral proíbe dinheiro de “procedência estrangeira”, o que pode levar à cassação do registro do partido.

Governo gaúcho paga nova parcela salarial, desta vez para quem ganha até R$ 2 mil

O governo do Estado vai quitar, na sexta-feira, os salários dos servidores que recebem até R$ 2 mil líquidos mensais. O depósito será feito no começo da manhã e, com isso, 45% do funcionalismo terá os vencimentos quitados.

No último dia 30, o Piratini havia feito o pagamento integral para quem recebe até R$ 1,6 mil mensais. Já quem tem vencimentos superiores a R$ 2 mil ainda não recebeu nenhum depósito referente aos salários de novembro – a previsão da Secretaria Estadual da Fazenda é finalizar o pagamento até o dia 13 de dezembro, dependendo do ingresso de recursos do ICMS.


Para o pagamento desta sexta, serão necessários R$ 77 milhões. O custo total da folha do mês de novembro ficou em R$ 1,188 bilhão.

Marchezan reapresenta projeto que aumenta IPTU de Porto Alegre

O prefeito Marchezan Júnior reapresentou no final desta tarde o projeto que modifica a planta de valores para efeito de cobrança do IPTU de Porto Alegre.

Se for aprovado, o novo IPTU valerá para o ano que vem.

Nesta sexta-feira, a secretaria municipal da Fazenda (SMF) apresentará, em entrevista coletiva com o secretário Leonardo Busatto, o calendário de pagamento do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) para 2018. A reunião será realizada às 10h, no gabinete da SMF, na avenida Siqueira Campos, 1300, 4º andar.

No balanço do mercado em outubro, TIM lidera queda do volume de linhas de telefonia móvel no Brasil

A Anatel divulgou os dados de telefonia móvel no mês de outubro. No total, foram registrados 240.850.681 linhas em operação no país. Em comparação com o mês de setembro, o serviço apresentou uma leve queda com a perda de 212.274 linhas (-0,09%). Nos últimos 12 meses, a redução foi um pouco mais acentuada, com o cancelamento de 6.602.968 linhas (-2,67%).

Em relação mês de setembro de 2017, a Claro com a adição de 103.740 linhas (0,17%), Vivo com 86.796 novas linhas (0,12%) e Oi, mesmo em Recuperação Judicial, teve um aumento de 31.669 linhas (0,08%) obtiveram resultados positivos.

A TIM teve a maior perda com o cancelamento de 417.226 linhas (-0,70%).

Luciana Genro sai da disputa presidencial e começa campanha para a Assembleia do RS

Na campanha para presidente, esta criatura ao lado abriu voto para Luciana. 

Ela está em rota de colisão com a direção nacional do seu Partido, que refugou-a como candidata a presidente da República, Luciana Genro.

Em consequência, resolveu disputar uma cadeira na Assembleia do RS.

Atualmente, o Psol tem apenas um deputado, Pedro Ruas.

Luciana Genro está em permanente campanha eleitoral, fez bom papel na disputa presidencial e poderá tomar o lugar de Manuela D'Ávila como campeã de votos, engordando sua bancada para três e até quatro deputados.

Governo Sartori coloca à venda R$ 270 milhões em créditos futuros devidos pela GM

O governo estadual tentou antecipar os créditos que tem com a GM, mas a montadora não topou, o que levou a secretaria da Fazenda a oferecê-los ao mercado na forma de títulos.

A GM tem prazo para pagar os créditos até 2030.

O Tesouro espera faturar R$ 270 milhões com a venda dos papéis.

Mônica Leal processa líder do Psol por danos morais

A vereadora Monica Leal (PP) ingressou com uma ação na Justiça contra o suplente de vereador Marcelo Rocha, atual chefe de gabinete do ex-marido de Luciana Genro e ex-presidente do Psol, o vereador Roberto Robaina,  pedindo a condenação do político e a retirada de uma postagem feita. O psolico escreveu que a parlamentar "mente descaradamente ao dizer que não houve corrupção" durante a ditadura militar.  

A ação foi protocolada no início de outubro e está na 8ª Vara Cível do Foro Central 

No pedido feito à Justiça, o advogado de Monica afirma ser inadmissível "ofensas pessoais injuriosas" e que Rocha ultrapassou "o limite da civilidade e educação", gerando "desconforto psicológico".

Em caráter liminar, o Judiciário deferiu o pedido para que a postagem fosse retirada — o que foi cumprido.

A vereadora falou pessoalmente com Robaina, mas ele não se emocionou.

STF quebra sigilos bancário e fiscal de Aécio

O ministro Marco Aurélio Mello, STF, acaba de quebrar os sigilos bancário e fiscal do senador Aécio Neves.

De 2014 para cá.

Aécio é investigado por grossas bandalheiras com dinheiro público.

Como Cristina Kirchner, Lula também pode ser preso por "traição à pátria"

E não apenas por ter entregue a refinaria da Petrobrás ao cocaleiro presidente da Bolívia, Evo Morales.

Lula fez artimanhas em vários Países, sempre contra os interesses do Brasil e no interesse das empreiteiras que corromperam o PT.

Justiça Federal da Argentina quer prender Cristina Kirchner por "traição à pátria"

A prisão preventiva da ex-presidente argentina Cristina Kirchner foi pedida sob acusação de acobertar criminosos iranianos envolvidos no atentado contra a Associação Mutual Israelita Argentina (Amia). O caso será analisado pelo Senado, já que Cristina tem foro privilegiado por atualmente ser senadora.

O magistrado Claudio Bonadio pediu que a senadora perca o foro para ser detida, segundo informou nesta quinta-feira (7) o jornal “Clarín”.

Por ordens emitidas pelo juiz Bonadio, foram presos nesta quita-feira antigos aliados de Kirchner. Carlos Zannini, secretário Legal e Técnico de Cristina, e o líder sindical Luis D'Elía, além de Jorge "Yussuf" Khalil, representante da comunidade muçulmana da Argentina, foram detidos por envolvimento suspeita de interferir nas investigações sobre o atentado, que deixou 85 mortos em 1994.

O caso de Cristina Kirchner agora será analisado pelo Senado, mas segundo a imprensa argentina, é improvável que a tramitação avance com rapidez.

Mercado só topa IPO do Banrisul se o banco for privatizado, diz Estadão

O jornal O Estado de São Paulo diz hoje que a decisão de adiar a operação já se delineava desde a semana passada. 

Informações da Coluna do Broadcast, davam conta de que, pelas estimativas dos gestores de mercado, a venda em bolsa de uma fatia minoritária pertencente ao Estado sairia a um preço correspondente a 80% do valor patrimonial da instituição financeira, ao passo que uma eventual alienação para um investidor estratégico poderia render duas vezes mais. 

O mercado tem visto o adiamento como uma suspensão definitiva da operação. 

Em Brasília, a União segue sugerindo que o Banrisul seja privatizado. Com isso, o governo federal aceitaria o pedido do Rio Grande do Sul para aderir ao regime de recuperação fiscal

Moro deposita o valor de R$ 653.958.954,96, dinheiro roubado pelos lulopetistas na Petrobrás

Ao lado, Face do MPF do Paraná.

Os lulopetistas devem achar que a  Lava Jato sacou dos bolsos dos procuradores do MPF e do juiz Sérgio Moro, o total de  R$ 653.958.954,96 depositados hoje na conta da Petrobras, já que consideram que a operação visa apenas perseguir Lula e seus sequazes do PT.

O dinheiro foi atribuído aos roubos recorrentes da apatifada organização criminosa do PT.


O valor representa 13% dos  R$ 10,8 bilhões previstos nos acordos fechados pelo MPF e homologados pelo juiz Sergio Moro.

Polícia Federal prende presidente do grupo Solvi

A Polícia Federal prendeu hoje o presidente e dois diretores do grupo Solvi. Lucas Rodrigo Feltre, o presidente, já está na cadeia.

O grupo Solvi opera na área de lixo.

O inquérito policial que apura crimes ambientais praticados em decorrência do funcionamento do Aterro Sanitário de Marituba e dos danos ambientais causados. Além de Marituba e Belém, a operação é realizada também nas cidades de São Paulo, Salvador e Feira de Santana, na Bahia.

Universidade é vaca sagrada ?

As universidades públicas são espaços invioláveis, bastiões da democracia e da liberdade, como defendem hoje os inimigos das instituições da República ?

A vanguarda lulopetista está ouriçada contra MPF, PF e Justiça Federal, desta vez porque vão atrás do dinheiro roubado por servidores públicos de nível superior, que saquearam a academia durante os governos de Lula e de Dilma.

Eles acham que as universidades federais aparelhadas pelo lulopetismo são vacas sagradas.

Tal como Lula, Dilma e seus sequazes.

Mande sua resposta para polibioadolfobraga@gmail.com

E fundamente.

Justiça federal argentina manda prender Cristina Kirchner

Juiz federal argentino, Claudio Bonadio, processou a ex-presidente do país, Cristina Kirchner, e solicitou o impedimento de suas funções legislativas e sua prisão preventiva pela possibilidade de a ex-líder argentina estar encobrindo funcionários iranianos acusados de atentado contra AMIA em 1994.

Anote estes nomes: eles não querem investigações sobre malfeitos nas universidades federais

Anote estes nomes:

Professores Leonardo Avritzer, Lilia Schwarcs, Boaventura de Sousa Santos, André Singer, além do jurista Fabio Konder Comparato, do ex-ministro Aloizio Mercadante, e do secretário de Direitos Humanos do governo FHC Paulo Sérgio Pinheiro.

Eles não querem que o MPF, a PF e a Justiça Federal investiguem, denunciem e julguem os bandoleiros que roubam dinheiro público nas universidades federais, alegando que as ações sobre a UFMG e a UFSC são obras dos inimigos da academia.

Luiz Fux é o novo presidente do TSE

O ministro do STF, Luiz Fux, acaba de ser eleito presidente do TSE.

Polícia Federal faz devassa na Universidade Federal de SC. Investigação sobre corrupção envolve R$ 300 milhões.

Ela não se assustou com a campanha política, acadêmica e midiática para abafar as investigações.

Estão sendo cumpridos 14 mandados de busca e apreensão e 6 de condução coercitiva.

As investigações de hoje da Polícia Federal não são as mesmas que começaram em 2014 a partir de comunicação feita pelo gabinete da Reitoria da UFSC e contam com apoio da CGU e do TCU.

Nesta operação de hoje, Torre de Marfim,  são investigados sobretudo dois dos servidores investigados teriam movimentado cerca de R$ 300 milhões em contratos na coordenação de projetos e convênios entre os anos de 2010 a 2017. É desvio de verbas públicas e para a prática de outros crimes licitatórios.Também chamou atenção dos investigadores, um contrato questionado pelo TCU, onde um servidor aposentado da Universidade, que também foi gestor de projetos e teve sua própria empresa contratada por cerca de 20 milhões de reais, sem licitação.”

A UFSC foi alvo de outra operação da PF em 2016, quando foi preso o reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, que depois se suicidou. 

Porto Alegre ganha mais prazo para usar R$ 60 mi nas obras do seu Centro de Convenções

A Prefeitura de Porto Alegre recebeu do Ministério do Turismo autorização prorrogando o Termo de Compromisso que assegura R$ 60 milhões do PAC Turismo para a construção do Centro de Eventos da Capital. O termo, que foi assinado em 2013, se encerraria no dia 30 deste mês de dezembro. 

A autorização foi obtida após solicitação do prefeito Nelson Marchezan Júnior em encontro com os ministros do Turismo, Marx Beltrão, e do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, realizado em Brasília nessa quarta-feira, 6.

Em outubro deste ano, a prefeitura assinou um protocolo de intenções com o Sport Club Internacional no qual o clube reconhece como prioridade a implantação do Centro de Eventos Municipal em área ao lado do estádio Beira-Rio. A definição de um local era um dos principais entraves para a liberação da verba. O Centro, que deverá ser construído via parceria público-privada, deverá atender 30 mil pessoas/dia e ampliará o chamado turismo de negócios na Capital.

CLIQUE AQUI para saber mais.

Chove forte em Porto Alegre, mas no final do dia o tempo será bom

A chuva que continua forte em Porto Alegre e que começou às 4h desta quinta-feira, já registra acumulados significativos nas estações meteorológicas automáticas. Até as 8h30, o bairro Tristeza marcava 71,40 milímetros, a Lomba do Pinheiro, 51,50 milímetros, o Centro Histórico, 28,60 milímetros, e o Sarandi, 14 milímetros. A chuva continua de modo irregular e mal distribuída e pode ser localmente forte, com raios e trovoadas. O vento sopra fraco do quadrante Oeste/Sul, podendo ter rajadas de moderadas a fortes ocasionalmente. No final do dia, o tempo firma.

Essa variabilidade de volumes registrados é típica do verão.

A média histórica de precipitação pluviométrica de Porto Alegre no mês de dezembro é de 101,20 milímetros. 

O nível do Guaíba está em 82 centímetros e a cota para o alerta de cheia é de 2,10 metros no Cais Mauá. 

Artigo, Percival Puggina - Holodomor e a pedagogia do silêncio

A exposição está aberta das 10h até as 20h, inclusive sábado e domingo, na ADVB de Porto Alegre.

Foi um sucesso a inauguração, no dia 5 de dezembro, da exposição “Holodomor, o genocídio ucraniano”. A mostra de imagens e relatos gráficos permanecerá aberta à visitação até o dia 9 na sede da ADVB/RS. O evento é uma iniciativa da Faculdade de Filosofia São Basílio Magno, de Curitiba, e veio a Porto Alegre graças à determinação com que a jornalista Fernanda Barth tratou de buscá-la. Teve apoio local da ADVB/RS e de quase uma centena de colaboradores. Coube-me a conferência de abertura, que antecedeu à aula magna do padre Domingos Starepravo. Falei sobre a Revolução Russa e seu terrível legado.

Na primeira parte da minha palestra, tendo em vista o silêncio que envolve o Holodomor, fiz um teste sobre as criminosas ocultações no ensino de história em nosso país. Vali-me, para isso, da própria experiência do público presente, que incluía muitos jovens. Tenho certeza de que as unânimes manifestações que obtive não serão diferentes das respostas dos leitores destas linhas. São cinco pares de perguntas. Apenas cinco de inúmeras possíveis. Cada primeira pergunta leva à subsequente, que, por mero dever de ofício, senão por honestidade intelectual, deveria ser objeto de abordagem em sala de aula. Assim:

• Enquanto estudante, assistiu você a aulas em que as Cruzadas foram mencionadas e criticadas? E ouviu alguma referência à Jihad ou expansionismo islâmico?

CLIQUE AQUI para ler mais.

Fluxo cambial encerrou novembro com déficit de US$ 636 milhões

Apesar do saldo positivo de US$ 2,4 bilhões na quinta semana do mês, o fluxo cambial registrou déficit de US$ 636 milhões em novembro, de acordo com os dados divulgados ontem pelo Banco Central. 

As contas comercial e financeira caminharam em sentidos opostos, sendo esta última a responsável pelo saldo negativo do mês, ao registrar saídas líquidas de US$ 2,4 bilhões. Para tanto, as compras somaram US$ 36,3 bilhões, inferiores às vendas de US$ 38,8 bilhões. A conta comercial apresentou superávit de US$ 1,8 bilhão, resultado de câmbio contratado para exportações de US$ 14,5 bilhões, superior aos US$ 12,7 bilhões destinados às importações. Em relação ao primeiro dia de dezembro, o fluxo cambial registrou déficit de US$ 965 milhões. 

Com esse resultado, o fluxo cambial acumula superávit de US$ 9,0 bilhões no ano.

Natal será generoso para dezenas de magistrados do RS

A charge é também do Espaço Vital.

O TJRS está pagando, desde o dia 3 de novembro, a um grande número de magistrados gaúchos, uma nova série de penduricalhos a título de "diferenças residuais da transição da URV". 

A informação é do jornalista e advogado Marco Antonio Birnfield em seu blog Espaço Vital de hoje. Leia e entenda melhor:

O pagamento não decorre de decisão judicial, nem da liberação de precatórios, mas sim de um ato administrativo publicado nas primeiras semanas de gestão do então presidente Leo Lima (biênio 2010/2011).

O pagamento das diferenças da conversão da Unidade Real de Valor (URV) a juízes e desembargadores do RS já consumiu – desde que a benesse foi concedida - R$ 1,4 bilhão.

Mas a “rádio-corredor” da OAB-RS divulgou ontem (6) a informação de que “desembargadores com mais tempo de exercício na carreira já receberam, individualmente, mais do que R$ 1 milhão, cada um”.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Produção de carros aumentou em novembro, mas vendas caíram

A produção total de veículos, excluindo máquinas agrícolas, somou 249,1 mil unidades em novembro, segundo os dados divulgados ontem pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). O resultado equivale a um avanço de 4,7% na margem, descontando os efeitos sazonais. Tal valor refletiu as variações positivas das categorias de automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões, com altas de 4,4%, 6,8%, 11,0% e 4,7%, respectivamente. No mesmo sentido, as exportações cresceram 8,0% em relação ao mês anterior, excetuados os efeitos sazonais. Já as vendas ao mercado interno recuaram 2,0% na margem, na mesma base de comparação, com variação negativa nas categorias de automóveis e comerciais leves, mas seguiram fortes em relação ao mesmo mês do ano passado, com alta de 14,0%. Com isso, os estoques apresentaram um ligeiro aumento de 0,7% na margem. 

O movimento observado da produção de veículos em novembro representa uma retomada de sua trajetória positiva neste ano, após ligeira queda verificada em outubro. 

Inflação em queda livre justifica redução da taxa básica de juros para 7%. E vem mais em fevereiro.

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) decidiu ontem reduzir a taxa de juros de 7,5% para 7,0% ao ano, confirmando as expectativas do mercado e conforme este editor divulgou ontem mesmo. 

O Comitê levou em conta o comportamento da inflação, que permanece favorável, com diversas medidas de inflação subjacente em níveis baixos. As projeções de inflação do Banco Central caíram em comparação com as da última reunião tanto para este ano como para o próximo, passando de 3,3% para 2,9% em 2017 e de 4,3% para 4,2% em 2018.  Além disso, o BC indicou para a próxima reunião, no cenário central, uma redução moderada na magnitude de flexibilização monetária, em linha com nosso cenário de um corte de 0,25 p.p. em fevereiro. Além disso, o comunicado ressalta que o atual estágio do ciclo recomenda cautela na condução da política monetária. 

Serão possíveis cortes adicionais da Selic após fevereiro serão condicionais à evolução mais favorável do cenário. Desse modo, reafirmamos nossa expectativa de juros de final de ciclo em 6,75%, em fevereiro.

STF livra Andréa Neves, irmã do senador Aécio Neves

O ministro Marco Aurélio Mello, STF, mandou libertar Andréa Neves, irmã do senador Aécio Neves.

Ela estava em prisão domiciliar.

Inflação do IGP-DI subiu 0,80% em novembro

O IGP-DI subiu 0,80% em novembro, de acordo com os dados divulgados há pouco pela FGV, acima da projeção do mercado, de 0,64%.  Com esse resultado, o IGP-DI acumulou deflação de 0,33% nos últimos doze meses e queda de 1,15% este ano.

A aceleração em relação a outubro, quando o índice avançou 0,10%, foi explicada majoritariamente pelos preços de produtos industriais no atacado, que passaram de uma queda de 0,16% para uma alta de 1,14%. Esse movimento refletiu principalmente a menor deflação do minério de ferro. No mesmo sentido, o IPA agropecuário passou de uma alta de 0,37% para outra de 0,85% neste mês. O IPC, por sua vez, subiu 0,36% no período, após registrar variação de 0,33% na leitura anterior, enquanto o INCC avançou 0,31%, mesma variação registrada no mês passado. 

Indicador antecedente de emprego de outubro reforçou expectativa de recuperação do mercado de trabalho

O indicador da FGV, antecedente de emprego, subiu 1,0 ponto na passagem de outubro para novembro, atingindo 103,9 pontos na série com ajuste sazonal, segundo dados divulgados há pouco pela FGV. Com isso, o índice atingiu seu maior nível desde 2008. 

O resultado refletiu a alta de três dos sete componentes do indicador, com destaque para o avanço de 9,8 pontos do ímpeto de contratações nos três meses seguintes da indústria e para a alta de 8,0 pontos da expectativa do consumidor em relação à facilidade de se conseguir emprego nos seis meses seguintes. 

O resultado reforça a expectativa de recuperação gradual do mercado de trabalho ao longo dos próximos meses.

Polícia Federal está de novo no campus da Universidade Federal de Santa Catarina. Bandalheiras voltam à investigação.

A nova reitoria tirou nota que não explica nada. 

Ontem, a PF levou preso o reitor e a vice-reitora da Universidade Federal e Minas (leia a seguir).

O suicídio do reitor Luiz Carlos Cancellier, mês passado, interrompeu, mas não acabou com as investigações do MPF e da  Polícia Federal, que esta manhã voltaram à Universidade Federal de Santa Catarina para cumprir 20 mandados judiciais expedidos pela 1ª Vara Federal em Florianópolis.

A Operação Torre de Marfim apura irregularidades em contratos da UFSC e fundações de apoio com empresas de gestores de projetos vinculadas a servidores da própria universidade.

As investigações começaram em 2014 a partir de comunicação feita pelo gabinete da Reitoria da UFSC e contam com apoio da CGU e do TCU.

Segundo a PF, dois dos servidores investigados teriam movimentado cerca de R$ 300 milhões em contratos na coordenação de projetos e convênios entre os anos de 2010 a 2017. Apenas num dos casos investigados, um servidor aposentado da Universidade, que também foi gestor de projetos e teve sua própria empresa contratada por cerca de 20 milhões de reais, sem licitação.

Assembleia no DCE da PUC do RS termina em pancadaria

Ana Luiza Nazário, ao lado, em foto de Mara Rubin (Sul21) apanhou ao forçar a entrada na assembleia. Ela é advogada e diz que foi à reunião representando um aluno.

A assembleia de ontem que trataria das eleições no DCE da PUC terminou em pancadaria e na polícia.

Só a polícia resolve os problemas de gestão das universidades, como se viu ontem em Belo Horizonte e em Porto Alegre.

É a herança maldita deixada pelo PT e seus aliados do PCdoB, Psol, Rede e PSTU.

Professor português de Coimbra protesta contra ação da PF contra reitor da UFMG

O reitor, ao sair do interrogatório policial.

O professor e sociólogo português Boaventura de Sousa Santos, diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, apadrinhado por dez entre dez militantes da esquerda brasileira, lançou uma nota de repúdio à condução coercitiva de que foi alvo, nesta quarta-feira, o reitor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Boaventura classifica a ação realizada pela Polícia Federal como “despropositada” e “ilegal” e afirma que ela faz parte de um movimento para desmoralizar as universidades públicas e preparar o caminho para a sua privatização.

O reitor Jaime Ramirez foi levado pela Polícia Federal para explicar o desvio de R$ 4 milhões de dinheiro público que serviria para construir e operar o Memorial da Anistia.

Já se rouba até dinheiro da anistia no Brasil.

Este é o segundo reitor investigado pela Polícia Federal.

O primeiro, da UFSC, suicidou-se antes de esclarecidas as investigações sobre desvio de dinheiro de bolsas de estudos na universidade.

PT, Psol, PCdoB e Rede unem-se contra mudanças na área da segurança pública do RS

Não serão votados este ano os 19 projetos de lei elaborados pelo governo estadual para a área da segurança.

É que  as bancadas do PT, PSol, PCdoB e Rede não deram acordo na reunião de líderes desta quarta-feira e sem acordo não teve votação.

Pauta-bomba gaúcha irá a voto na semana que vem

Na semana que vem, última semana antes do Natal, a Assembleia do RS enfrentará aquilo que muitos deputados já chamam de pauta-bomba, porque são pautas polêmicas. As principais:

- Projeto de lei complementar de adesão ao Regime de Recuperação Fiscal.
- Três propostas de emenda à Constituição para derrubar a obrigatoriedade de realização de plebiscito para privatizar a CEEE, Sulgás e CRM
-  Dois projetos do IPE, a respeito de alterações no regime de previdência dos servidores.

Em alguns casos, como as da extinção de plebiscitos, o governo precisará de 2/3 dos votos da Assembleia.

Câmara alarga prazo para quitação de todos os precatórios

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 262/16, do Senado, que aumenta de 2020 para 2024 o prazo para estados, Distrito Federal e municípios quitarem seus precatórios dentro de um regime especial com aportes limitados e dinheiro de depósitos judiciais. 

Devido à mudança no texto, a matéria retorna ao Senado.

Assembleia do RS aprova orçamento de 2018 com rombo de R$ 6,9 bilhões

A Assembleia Legislativa do RS aprovou ontem a tarde o orçamento do governo do Rio Grande do Sul para 2018. Foram 26 votos favoráveis contra 14 contrários,

A Lei Orçamentária Anual aprovada prevê rombo de R$ 6,9 bilhões para o ano que vem.

A arrecadação é estimada em R$ 63,2 bilhões, enquanto o gasto previsto chega a R$ 70,1 bilhões.

Chuvas causam transtorno no trânsito e provocaram danos na Capital

Chove muito desde ontem a noite em Porto Alegre, as vias de escoamento de trânsito apresentam dificuldades enormes e houve queda de árvores, barreiras e até construções na Capital.

O tempo continua fechadíssimo, mas chove (8h39min) pouco na cidade.

Opinião do editor - O Piratini não jogou a toalha

Sem o dinheiro do IPO do Banrisul (R$ 2 a R$ 3 bilhões) e sem a consagração da adesão ao RRF dos Estados, operações em andamento, mas sem prazo para conclusão, o governo do RS prosseguirá num beco sem saída para buscar algum tipo de alívio imediato nas suas contas, o que permitiria pelo menos garantir aos servidores do Executivo o pagamento em dia do 13o e até dos salários mensais, sem considerar a quitação de compromissos já pesados com as prefeituras, sobretudo na área da saúde.
Será um final de ano do cão.
Isto não significa que o governo Sartori jogou a toalha, porque o Piratini aposta na sua capacidade política para buscar soluções velozes na Câmara de Conciliação da AGU e salvar sua proposta de adesão ao RRF dos Estados. Ainda assim, mesmo que esta aconteça este mês, o que parece improvável, um dos seus efeitos (o principal é adiar o pagamento da prestação mensal da dívida com a União) que é a possibilidade de buscar empréstimos bilionários, demorará algum tempo - mas não muito tempo - não em dezembro.
Nem tudo está perdido.

Banrisul adia IPO que poderia render até R$ 3 bilhões para o governo do Estado

O caso é manchete do Correio do Povo de hoje.

O processo de vendas de ações do Banrisul foi temporariamente suspenso, segundo confirmou o próprio banco e seu controlador, o governo gaúcho. O governo pretendia fechar a operação até o dia 14, contando com o dinheiro para pagar em dia o 13o e o salário de dezembro. 

Como justificativa para adiar a venda dos papéis, o Piratini alegou que o mercado de ações não é receptivo a IPOs no momento e faria um mau negócio se insistisse com a venda. No fechamento do mercado nesta quarta-feira, as ações do banco ficaram em torno dos R$ 14,30 — considerado abaixo do valor patrimonial da instituição.

 O governo pretende colocar à venda 128 milhões de ações do Banrisul — 49% de ações ordinárias e 14,2% de ações preferenciais. Com a transação, o governo pretendia arrecadar de cerca de R$ 2 bilhões a R$ 3 bilhões.

Por meio de nota, o Piratini informou que a decisão final sobre a venda das ações "dependerá de novas avaliações técnicas que estão sendo feitas". 

O governo estadual anunciou a intenção de vender ações do Banrisul no início de outubro.

CLIQUE AQUI para ler a nota do governo.