TCE do RS decide hoje se Sartori podia ou não extinguir seis Fundações.

O pleno do TCE do RS examinará hoje a representação do procurador Geraldo Da Camino, que quer a revogação da decisão do governo de extinguir seis Fundações, entre as quais a FEE.

O relator é Cezar Miola.

Da Camino chegou a pedir liminar, mas não foi atendido.

A decisão sobre as Fundações foi uma decisão de governo, da mesma natureza da decisão que resolveu criá-las.

8 comentários:

Anônimo disse...

Aos amamtes aqui do blog: ao invés de comentarem aqui. Vão lá fazer panelaço no TCE e no TRT4 pra extinguirem de vez isso.

Depois não adianta ficar aqui reclamando. Querem a extinção desses órgãos? Vão lá pressionar quem tem o poder da caneta

Anônimo disse...

Se o TCE decidir pela manutenção das fundações, então é melhor cada um conseguir uma arma e aderir a anarquia generalizada. Se o voto dos representantes eleitos pelo povo não vale nada, o que vale então?

Marlene Gazzana disse...

Poderia e deveria, pois o RS não suporta nem aceitam tanta despesa desnecessária. Vamos ver se TCE age dentro do racional

Anônimo disse...

Esse bando de parasitas públicos vitalícios sugadores de supersalários do TCE, só serve para defender corporativismo e abafar improbidades no setor público.

Os parasitas públicos do TCE se omitem em Improbidades gravíssimas, como por exemplo os rombos nos fundos próprios de previdências de prefeituras.

Anônimo disse...

Greve geral das repartições e do cpergs na esquina democrática na sexta-feira dia 08/09/2017

Anônimo disse...

Larga de ser chato e dar palpite.

Anônimo disse...

Na agenda brasileira sempre consta greve de professores, banalizaram. População perdeu o respeito pela classe.

Anônimo disse...

Que esta assíduo nos comentários é o Diretor Administrativo da ceee o Sr. Leonardo Hoff que costuma dar comentários privatistas, so ele é que não sabe que tem inimigo na trincheira.